Maria Bethânia grande homenageada no maior prêmio musical do Brasil

Maria Bethânia grande homenageada no maior prêmio musical do Brasil

Maria Bethânia por Uran Rodrigues

São 106 nomes, selecionados a partir dos 977 CDs e 101 DVDs inscritos na 26ª edição do Prêmio da Música Brasileira,  distribuídos em 16 categorias. A cerimônia, que este ano homenageia a santa-amarense Maria Bethânia, será realizada no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, nessa quarta(10), e marca o sexto ano de parceria com a Vale.  A apresentação será de Alexandre Nero e Dira Paes, com roteiro de Zélia Duncan e direção geral de José Maurício Machline, idealizador do Prêmio.

Este ano, Mônica Salmaso desponta como a recordista de indicações: quatro: Melhor Cantora e Melhor Disco, na categoria MPB. O CD ‘Corpo de Baile’ concorre ainda como Melhor Arranjador (Luca Raele) e Melhor Canção (‘Sedutora’, de Guinga e Paulo César Pinheiro).

A vice-liderança ficou com cinco artistas, com três indicações cada: Fernanda Takai: Melhor Cantora e Melhor Disco, na Categoria Canção Popular, pelo CD ‘Na Medida do impossível’, indicado ainda a Melhor Projeto Visual; Na Categoria Instrumental, Hamilton de Holanda concorre como Melhor Instrumentista, Melhor Grupo (Hamilton de Holanda Trio) e Melhor Álbum (‘Hamilton de Holanda Trio’).

Um dos destaques dessa edição foi o cantor Luiz Caldas, concorrendo em duas categorias, canção popular e regional, com dois discos diferentes. Luiz teve nada menos do que nove discos pré-selecionados este ano.

Ney Matogrosso está indicado como Melhor Cantor e Melhor Disco, na Categoria pop/rock/reggae/hip hop/funk, com ‘Atento aos sinais – ao vivo’, finalista ainda na Categoria DVD, onde concorre também Gilberto Gil, com ‘Gilbertos samba ao vivo’. O CD ‘Gilbertos samba’, está indicado a Melhor álbum de MPB e deu a Gil uma vaga entre os três finalistas na categoria, como Melhor Cantor.

Ganhaderias de Itapuã
Ganhaderias de Itapuã

O grupo baiano ‘As ganhadeiras de Itapuã’ também recebeu três indicações: Revelação, além de melhor Grupo e Melhor Álbum (‘As ganhadeiras de Itapuã’), na categoria Regional. O grupo conta com a participação de 10 crianças, seis músicos  – que tocam instrumentos de corda e percussão –  e mais 17 senhoras (Cantadeiras, Ganhadeiras, Lavadeiras).

A Bahia ocupa a terceira posição, com 11 indicações ao prêmio, ficando o Rio de Janeiro em primeiro lugar, como o estado com o maior número de indicações, 36, seguido por São Paulo, com 20.

A categoria revelação teve 170 artistas pré-selecionados e os finalistas foram: As ganhadeiras de Itapuã (BA), o violonista Jean Charnaux (RJ) e o pianista Luiz Guilherme Pozzi (PR). Já a categoria pop/rock/reggae/hip hop/funk teve o maior número de pré-selecionados: 145, seguida por MPB (com 86) e instrumental (com 73).

Os discos concorrentes podem ser ouvidos no site do Prêmio da Música (www.premiodemusica.com.br)

 

INDICADOS PRÊMIO DA MÚSICA BRASILEIRA 2015

CATEGORIA ARRANJADOR

ARRANJADOR

  • Francis Hime por ‘Navega Ilumina’  – Francis Hime
  • Luca Raele por ‘Corpo de Baile’ – Mônica Salmaso
  • Mario Adnet por ‘Dorival Caymmi Centenário’ – Vários

CATEGORIA CANÇÃO

MELHOR CANÇÃO

  • ‘Ano Bom’ de Arrigo Barnabé e Luiz Tatit –  intérpretes Arrigo Barnabé, Luiz Tatit e Lívia Nestrovski (CD ‘De nada mais a algo além’)
  • ‘Alguma voz’, de Dori Caymmi e Paulo César Pinheiro – intérprete Dori Caymmi (CD ‘Setenta anos’)
  • ‘Sedutora’, de Guinga e Paulo César Pinheiro – intérprete Mônica Salmaso (CD ‘Corpo de baile’)

CATEGORIA PROJETO VISUAL

ARTISTA

  • Erasmo Carlos, disco ‘Gigante gentil’ – Crama Design Estratégico
  • Fernanda Takai, disco ‘Na medida do impossível’ –  Hardy Design
  • Skank, disco ‘Velocia’ – Marcus Barão

CATEGORIA REVELAÇÃO

ARTISTA

  • As ganhadeiras de Itapuã, disco ‘As ganhadeiras de Itapuã’
  • Jean Charnaux, disco ‘Matrizes’
  • Luiz Guilherme Pozzi, disco ‘Brahms e Liszt: piano sonatas’

CATEGORIA CANÇÃO POPULAR

MELHOR ÁLBUM

  • ‘Abstraia, Baby’, de Luciano Salvador Bahia, produtor Luciano Salvador Bahia
  • ‘Matéria Estelar’, de Rhaissa Bittar, produtor Daniel Galli
  • ‘Na medida do impossível’, de Fernanda Takai, produtor John Ulhoa

MELHOR DUPLA

  • César Menotti e Fabiano (‘Memórias anos 80 e 90’)
  • Victor e Léo (‘Viva por mim’)
  • Zezé di Camargo & Luciano (‘Teorias de Raul’)

MELHOR GRUPO

  • Mustache e os apaches (‘Mustache e os apaches’)
  • Radiolaria (‘Vermelho’)
  • Saulo Duarte e a Unidade (‘Quente’)

MELHOR CANTOR

  • Johnny Hooker (‘Eu vou fazer uma macumba pra te amarrar, maldito!’)
  • José Augusto (‘Quantas luas’)
  • Luiz Caldas (‘Além da porta’)

MELHOR CANTORA

  • Carla Gomes (‘O tempo sou eu’)
  • Fernanda Takai (‘Na medida do impossível’)
  • Roberta Miranda (‘Roberta canta Roberto’)

CATEGORIA INSTRUMENTAL

MELHOR ÁLBUM

  • ‘Hamilton de Holanda trio’, de Hamilton de Holanda, produtores Hamilton de Holanda e Marcos Portinari
  • ‘O clássico violão popular brasileiro’, de Duo Assad – Sérgio e Odair Assad, produtores Sérgio Assad e Odair Assad
  • ‘Roendopinho’, de Guinga, produtor Luiz Carlos Pavan e Peter Finger

MELHOR SOLISTA

  • Hamilton de Holanda (‘Hamilton de Holanda trio’)
  • Lula Galvão (‘Saudade do futuro Futuro da saudade’)
  • Toninho Ferragutti (‘Comum de dois’)

MELHOR GRUPO

  • Hamilton de Holanda trio (‘Hamilton de Holanda trio’)
  • Jaques Morelenbaum e Cello samba trio (‘Saudade do futuro Futuro da saudade’)
  • Quarteto Maogani (‘Pairando – Maogani interpreta Nazareth’)

CATEGORIA MPB

MELHOR ÁLBUM

  • ‘Gilbertos sambas’, de ‘Gilberto Gil’ , produtores Bem Gil e Moreno Veloso
  • ‘Corpo de baile’, de Mônica Salmaso, produtor Teco Cardoso
  • ‘Valencianas’, de  Alceu Valença e Orquestra Ouro Preto, produtor Rodrigo Toffolo

MELHOR GRUPO

  • Casuarina (‘No passo de Caymmi’)
  • Clube do balanço (‘Menina da janela’)
  • ZR Trio (‘O Vento na madrugada soprou’)

MELHOR CANTOR

  • Caetano Veloso (‘Itunes session’)
  • Gilberto Gil (‘Gilbertos samba’)
  • Luiz Melodia (‘Zerima’)

MELHOR CANTORA

  • Leny Andrade (‘Iluminados’)
  • Mônica Salmaso (‘Corpo de baile’)
  • Nina Becker (‘Minha Dolores’)

CATEGORIA POP/ROCK/REGGAE/ HIPHOP/FUNK                                  

MELHOR ÁLBUM

  • ‘Atento aos sinais – ao vivo’ de Ney Matogrosso, produtores João Mário Linhares e Sacha Amback
  • ‘Multishow, ao vivo – 30 anos’, de Os Paralamas do Sucesso, produtor Leo Garrido
  • ‘Rainha dos raios’, de Alice Caymmi, produtor Diogo Strausz

MELHOR GRUPO

  • Nação Zumbi (‘Nação Zumbi’)
  • Os Paralamas do Sucesso (‘Multishow ao vivo – 30 anos’)
  • Skank (‘Velocia’)

MELHOR CANTOR

  • Erasmo Carlos (‘Gigante gentil’)
  • Ney Matogrosso (‘Atento aos sinais – ao vivo’)
  • Zeca Baleiro (Calma aí, coração’)

MELHOR CANTORA

  • Alice Caymmi (‘Rainha dos raios’)
  • Juçara Marçal (‘Encarnado’)
  • Marisa Monte (‘Verdade, uma ilusão tour 2012/2013’)

CATEGORIA REGIONAL

MELHOR ÁLBUM

  • ‘As ganhadeiras de Itapuã’, de As ganhadeiras de Itapuã, produtor Alê Siqueira
  • ‘Devoção’, de Carlos Farias e coral das lavadeiras, produtor Carlos Farias
  • ‘Dona Glorinha do Coco’, de Dona Glorinha do Coco, produtor Isa Melo

MELHOR DUPLA

  • César Oliveira e Rogério Melo (‘Cancioneiro do Rio Grande do Sul’)
  • Tião Reis e Zé Mineiro (‘Dieta do chá’)
  • Zé Mulato e Cassiano (‘Ciência matuta’)

MELHOR GRUPO

  • As ganhadeiras de Itapuã (‘As ganhadeiras de Itapuã’)
  • Carlos Farias e coral das lavadeiras (‘Devoção’)
  • Quinteto Violado (‘Eu disse freeevo!’)

MELHOR CANTOR

  • Alceu Valença (‘Amigo da arte’)
  • Luiz Caldas (‘Calundu’)
  • Mestrinho (‘Opinião’)

MELHOR CANTORA

  • Anastácia (’60 anos de forró e MPB’)
  • Dona Glorinha do Coco (‘Dona Glorinha do Coco’)
  • Marlui Miranda (‘Fala de bicho, fala de gente’)

CATEGORIA SAMBA

MELHOR ÁLBUM

  • ‘Beth Carvalho ao vivo no Parque Madureira’, de Beth Carvalho, produtores Beth Carvalho e Afonso Carvalho
  • ‘Grupo semente’, de Grupo semente, produtores Eduardo Neves e Grupo Semente
  • ‘Passado de glória – Monarco 80 anos’, de Monarco, produtor Mauro Diniz

MELHOR GRUPO

  • Demônios da garoa (‘Um samba diferente’)
  • Fundo de quintal (‘Só felicidade’)
  • Grupo semente (‘Grupo semente’)

MELHOR CANTOR

  • Arlindo Cruz (‘Herança popular’)
  • Martinho da Vila (‘Enredo’)
  • Monarco (‘Passado de glória – Monarco 80 anos’)

MELHOR CANTORA

  • Alcione (‘Eterna alegria – ao vivo’)
  • Beth Carvalho (‘Beth Carvalho ao vivo no Parque Madureira’)
  • Mariene de Castro (‘Colheita’)

FINALISTAS – ESPECIAIS                                   

DVD

  • Caetano Veloso / ‘Abraçaço’, diretores Paula Lavigne e Fernanda Young
  • Gilberto Gil / ‘Gilbertos samba ao vivo’, diretor Andrucha Waddington
  • Ney Matogrosso / ‘Atento aos sinais – ao vivo’, diretor Felipe Nepomuceno

ÁLBUM LINGUA ESTRANGEIRA

  • ‘Edith’ / Fábio Jorge, produtor Bruno Pompeu
  • ‘Mode human’ / Far from Alaska, produtor Pedro Garcia
  • ‘The Chico Buarque Experience’/ Vários, produtor O.J.Castro

ÁLBUM ERUDITO

  • ‘Presença de Villa-Lobos’ / Hugo Pilger e Lúcia Barrenechea, produtor Carlos de Andrade
  • ‘Prokofiev – Sinfonia n° 1, n° 2 e Sonhos ‘ / OSESP, produtor Ulrich Schneider
  • ‘Villa-Lobos – Sinfonia n° 10, Ameríndia’ / OSESP, produtor Ulrich Schneider

ÁLBUM INFANTIL

  • ‘Banda Mirim 10 anos – primeira cartilha e segunda cartilha’ / Banda Mirim, produtor Banda Mirim
  • ‘No ritmo da emboladinha’ / Caju e Castanha, produtores Caju, Castanha e João Marcelo Boscoli
  • ‘Zoró (bichos esquisitos) vol. 1’ /Zeca Baleiro, produtor Guilherme Kastrup

ÁLBUM PROJETO ESPECIAL

  • ‘Ballet de azul e vento’ / Alexandre Guerra, produtor Alexandre Guerra
  • ‘De nada mais a algo além’ / Arrigo Barnabé, Luiz Tatit e Lívia Nestrovski, produtor Mario Manga
  • ‘Dorival Caymmi Centenário’ / Vários, produtores Dori Caymmi e Mario Adnet

ÁLBUM ELETRÔNICO

  • ‘Abaporu’ / Gui Boratto, produtor Gui Boratto
  • ‘Mafagafo’ / Guga Machado, produtores Gabriel Triani e Renato Galozzi
  • ‘Zambê’ / Donatinho, produtores Donatinho e Alex Moreira