Illy leva Samba Djanira para o MAM

Illy leva Samba Djanira para o MAM

Fotos Tom Gouveia

Um dos cenários mais belos da capital baiana, o Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM) será palco da segunda edição do Samba Djanira, que acontece no dia 21 de outubro, às 16h20, com participações de Gal do Beco e Dai. Liderado pela cantora Illy, a roda mais libertária do Brasil, traz no repertório canções que contam um pouco da história do samba nacional com clássicos que vão de Batatinha a Belo, passando por Arlindo Cruz, Xande de Pilares, Conexão Negra, entre outros. Quem abre o evento é a DJ Preta.

Nascida e criada entre o Uruguai e a Ponta do Humaitá na Cidade Baixa, Illy começou sua carreira cantando em trios elétricos ainda menor de idade. Naquela época, sua mãe precisava ser backing vocal para facilitar as autorizações de viagens. Logo depois, foi no samba que Illy se encontrou e pelo Samba Di Banda viajou o país abrindo shows para nomes como Martnália e Seu Jorge.

Depois, Illy focou sua vida fonográfica na MPB POP, mas nunca deixou o ritmo de lado. Agora, depois de três álbuns e uma carreira consolidada como uma das intérpretes mais importantes da cena contemporânea, Illy volta para um projeto só dedicado ao samba, desfilando por todos os subgêneros do estilo mais amado do Brasil.

O nome Samba Djanira vem da faixa “Djanira”, um dos hits do álbum “Vôo longe”, que inclusive ganhou nova versão para o projeto. “Quem gosta de samba e de liberdade, pode chegar que vai ser uma tarde para não se esquecer jamais”, promete a cantora.

Serviço

Samba Djanira

Local: Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM)

Data: 21 de outubro às 16h20

Entrada Gratuita