terça-feira, 22 junho 2021
Tags Posts tagged with "Teatro Castro Alves"

Teatro Castro Alves

Rudá

O espetáculo circense   “Rudá – Um Sonho Real”. Idealizado e dirigido pelo ex-integrante do Cirque de Soleil, Gustavo Lobo, “monta lona” no TCA- Teatro Castro Alves, em Salvador,  nesse final de semana, nos dias 18(sábado) e 19(domingo), às 20h.

Rudá mistura teatro, dança e acrobacias aéreas, em uma narrativa conduzida por oito atores, que relembram as brincadeiras e jogos de rua, de quando as crianças perdiam a hora jogando bola, empinando pipa ou mesmo brincando de esconde esconde.

A produção é da Cia Rudá em parceria com o ator e produtor Marcelo Faria. O espetáculo conta a história de um personagem que revive encontros e despedidas gravados em sua memória em uma época onde não éramos perseguidos pelo relógio. Através de um ambiente imersivo, o espectador tem a sensação de viajar no tempo, relembrando e revivendo suas brincadeiras de infância.

Rudá
Rudá

SERVIÇO

O QUE: Espetáculo Rudá

ONDE: Teatro Castro Alves, Campo Grande, Salvador

QUANDO: Sábado(18) e Domingo(19) às 20hs

QUANTO: R$ 100/R$ 50 (filas A a R) e R$ 60/R$ 30 (S a Z11).

ONDE COMPRAR :  AQUI  e na bilhereria do TCA

Capa do CD Dancê de Tulipa Ruiz

A cantora e compositora paulistana Tulipa Ruiz, sobe ao palco da sala principal do Teatro Castro Alves – TCA,  em Salvador, para apresentar, pela primeira vez, seu terceiro disco completamente autoral, intitulado  Dancê. O show traz o novo repertório da intérprete, que continua pop, repleto de músicas para dançar, mas a apresentação também conta com sucessos dos trabalhos anteriores, como Pontual , Efêmera e É.

No repertório de Dancê, composto por 11 faixas, músicas como Elixir, Tafetá, Virou, Jogo do Contente, serão cantadas no projeto Toque Brasileiro, que tem como objetivo levar grandes atrações para a população e valorizar a música brasileira.

Com figurino de Bibi Barcellos, Tulipa conta com a direção musical do seu irmão Gustavo Ruiz –  guitarrista, parceiro de composições e produtor de todos os seus trabalhos, ainda seu pai Luiz Chagas na guitarra e dos músicos Marcios Arantes no baixo e Caio Lopes na beteria.

SERVIÇO

O QUE: Tulipa Ruiz apresenta Dancê

ONDE: Teatro Castro Alves, Campo Grande, Salvador

QUANDO: Quinta(09 de julho) às 20h

QUANTO: R$ 100 e R$50 (Filas A a W); 80 e 40 (X a Z11)

As Aventuras do Maluco Beleza por Maira Lins

O lúdico sempre fez parte do imaginário infantil e mais ainda da vida e obra do cantor Raul Seixas(1945-1989). Conhecido por sua relação amorosa com os seus filhos, muitas crianças do seu tempo eram fãs dele e até hoje ainda existem muitos pimpolhos  que gostam de suas músicas quando tem acesso a elas a partir dos pais ou alguma outra influência.

Raulzito completaria no próximo dia 28 de junho, 70 anos de vida, como homenagem pela data festiva, o Teatro Castro Alves- TCA, em Salvador, apresentará nos dias  27 e 28 de junho (sábado e domingo), às 17h, o espetáculo infanto-juvenil “As Aventuras do Maluco Beleza”, que nasceu na edição 2009/2010 do Edital TCA.NÚCLEO.

A peça, escrita e dirigida por Edvard Passos, conta ainda com a direção musical de Luciano Salvador Bahia. O Musical reúne sete canções do mito do rock brasileiro e uma da rockeira baiana Pitty numa trama com música, irreverência e ficção científica. Uma verdadeira cruzada em busca da liberdade do ser, livremente inspirado na infância do pai do rock brasileiro, Raul Seixas, e do seu irmão Plínio.

AMB_MairaLins_web

Destinado ao público infanto-juvenil, o espetáculo é uma homenagem ao pioneiro do rock nacional e figura seminal da música popular brasileira e conta com elenco de destaque no cenário baiano: Alan Miranda (+1 Filmes, Vixe Maria), Daniel Farias(Compadre de Ogum, Primeiro de Abril), Jarbas Oliver (Siricotico, Gaivotas), José Carlos Jr. (Compadre de Ogum, Vixe Maria), Talis Castro (Abafabanca, PUMM) eThais Laila (Nossa Cidade, Crimes Delicados).

Vencedor do primeiro prêmio de montagem infanto-juvenil do Edital TCA.NÚCLEO e indicado ao Prêmio Braskem de Teatro em três categorias em 2011, Aventuras do Maluco Beleza, teve sua dramaturgia desenvolvida no coração da família Seixas, contando com as incríveis histórias de Plínio Seixas e colaboração de Ivan Seixas, filho de Plínio e sobrinho de Raul e Silvana Junqueira Ayres, psicoterapeuta e amiga da família.

A programação pensada para celebrar a memória e a obra de Raul Seixas, que contempla ainda um show de Carlos Eládio em tributo ao artista no projeto DOMINGO NO TCA, no dia 28 de junho, às 11h, é uma iniciativa do Teatro Castro Alves, através da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) e da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA).

SERVIÇO

O QUE: As Aventuras do Maluco Beleza

ONDE: Teatro Castro Alves, Bairro  Campo Grande, Salvador

QUANDO:  27/06/2015 a 28/06/2015 as 17 horas

QUANTO:  R$ 30/R$ 15 (filas A a P) e R$ 20/R$ 10 (Q a Z11).

Renato Ignácio por Andrea Simões

Foi em Salvador na década de 60 que surgiu um dos maiores nomes do rock brasileiro, o cantor e compositor Raul Seixas, ou Raulzito como também era conhecido. O baiano cabeludo, franzino, mas com o porte de um toureiro espanhol, Raul se tornou um ícone da música nacional, construindo um legado robusto o bastante para se manter vivo décadas após a morte, em discos relançados e em espetáculos como o musical Viva Raul – O tributo, que chega ao Teatro Castro Alves- TCA, em Salvador, para apresentação única dia 03 de julho, às 21 horas.

Viva Raul
Viva Raul

Uma superprodução em homenagem ao eterno Maluco Beleza, foi montada para ambientar o músico e ator paulista Renato Ignácio, que mergulhou na vida e obra do artista , aprendendo o sotaque e trejeitos para o espetáculo Viva Raul.

O musical é um passeio por toda a carreira de Raul Seixas, relembrando desde o impacto inicial como artista solo (“Let me sing”, que o baiano defendeu no Festival Internacional da Canção de 1972), até seus últimos hits já no fim dos anos 1980, como “Cowboy fora da lei”. O repertório organiza quase três dezenas de canções, entre grandes sucessos e favoritas dos fãs, mostrando as diversas facetas do artista: o roqueiro, fã do lado mais rebelde do rock’n’roll dos anos 1950; o filósofo, que misturava Schopenhauer e Baghavad-Gita em busca do segredo do universo; o compositor privilegiado, capaz de gerar mágica com um violão e uma guitarra acústica.

Além de Renato Ignácio (violão, guitarra e voz), a banda do espetáculo Viva Raul é formada por Marcos Correia (baixo), Izac Satim (percussão), Charlô (bateria), Junior Ribeiro (guitarra), Helinho Duka (guitarra), Paulo Ungaro (teclados), Fernanda Souza e Letícia Lima (backing vocals).

O clima é completo pelo incrível trabalho de luzes e grafismos, que ajudam a criar os ambientes e os cenários onde os clássicos são executados. A direção artística do musical é de Carlos “Branco” Gualberto, o mesmo criador de All You Need is Love – O maior espetáculo Beatle do mundo!

SERVIÇO:

O QUE: Viva Raul – O musical
QUANDO
: 03 de Julho (sexta) às 21horas
ONDE:
Teatro Castro Alves
Classificação Etária: 16 anos
Setores / Preço dos Ingressos:
Filas A à W – R$ 120,00 (inteira) / R$ 60,00 (meia)
Filas X à Z11 – R$ 100,00 (inteira) / R$ 50,00 (meia)
Vendas: Bilheteria do Teatro; Sac dos Shopping Barra e Bela Vista ou pelo site da Compre Ingressos
Realização: Íris Produções

Foto: Guto Costa/Divulgação

O sambista Diogo Nogueira chega a Salvador para duas apresentações nesta quinta e sexta, dias 4 e 5 de junho, no Teatro Castro Alves. Escrito e dirigido por Gustavo Gasparani, o musical SamBRA – 100 Anos de Samba, que marca a estreia de Diogo Nogueira como ator, já foi visto por mais de 18 mil pessoas em sessões completamente lotadas, e conta a trajetória do Samba, em clima de comemoração do primeiro centenário do gênero musical.

O espetáculo é composto de prólogo, abertura e mais 14 quadros, com cerca de 2h30 de duração. A narrativa é feita de forma quase cronológica e conta desde a história de “Pelo Telefone” – supostamente o primeiro samba gravado no país –, passa pelo berço do samba – a Praça XI –, visita os morros cariocas, o teatro de revista, fala de boemia e malandragem, passeia pelo samba politizado, pelos subúrbios cariocas e deságua na apoteose do samba na Avenida, no desfile das escolas de samba através de cerca de 70 canções.

Elenco de SamBra Foto de Guto Costa
Elenco de SamBra Foto de Guto Costa

“SamBRA é uma grande viagem, irreverente e lúdica, onde o samba é a inspiração, o protagonista”, explica o autor e diretor do espetáculo, Gustavo Gasparani, que mergulhou durante três meses em uma profunda pesquisa. O texto relembra todos os grandes nomes deste gênero musical, de Pixinguinha a Cartola, passando por Carmen Miranda, Grande Otelo, Clara Nunes, Noel Rosa, Chico Buarque e Martinho da Vila.

 

SERVIÇO:

O quê: SamBRA com Diogo Nogueira

Quando: 04 e 05 de junho (quinta e sexta), 21h

Oonde: Teatro Castro Alves

Classificação: Livre

Ingressos: R$ 150/R$ 75 (Plateia A a X), R$ 120/R$ 60 (Plateia Y a Z6) e R$ 50/R$ 25 (Z7 a Z11)

Maria Gadú

A cantora paulista  Maria Gadú, volta ao palco do Teatro Castro Alves em Salvador, no dia 13 de junho, para única apresentação, lançando o seu terceiro álbum de estúdio, Guelã. O show que leva o nome do Cd, traz a cantora com suas múltiplas habilidades, tocando violão e guitarra, ao lado dos músicos Lancaster Pinto (baixo), Doga (percussão), Tomaz Lenz (bateria) e Federico Puppi(violoncelo e baixo).

Das 10 canções autorais e inéditas de Guelã, apenas Trovoa(2007), não foi composta por Gadú, tendo assinatura de Maurício Pereira. Suspiros, Ela, Semi-voz, Sakédu, Tecnopapiro, Há, Vaga, Aquária, são algumas das canções que compõem o disco, que pode ser conferido no Deezer.

Capa de Guelã
Capa de Guelã

Com capa que expõe foto de Catharina Suleiman no projeto gráfico de Luisa Corsini, o disco, tem produção assinada pela própria Gadú, que também assina a arte do disco em parceria com Lua Leça e Luisa Corsini. Coproduzido pelo músico Federico Puppi.

Com lançamento agendado para o começo de junho de 2015, em edição do selo Slap que vai ser distribuída pela gravadora Som Livre, o CD Guelã foi gravado e mixado por Rodrigo Vidal no estúdio Toca do Bandido, no Rio de Janeiro (RJ).

A turnê Guelã tem inicio dia 05 de junho em São Paulo, tendo ainda na agenda Rio de Janeiro, Brasilia, Curitiba e Porto Alegre. Gadú já adiantou aos fãs o primeiro single, Obloco, uma parceria da cantora com Maycon Ananias.

SERVIÇO:

O QUE: MARIA GADU – LANÇAMENTO DO CD “GUELÔ
QUANDO:
 13 de Junho (sábado) às 21h
ONDE: Teatro Castro Alves
Classificação Etária: 16 anos
Setores / Preço dos Ingressos:
Filas A à W – R$ 120,00 (inteira) / R$ 60,00 (meia)
Filas X à Z8 – R$ 100,00 (inteira) / R$ 50,00 (meia)
Filas Z9 à Z11 – R$ 80,00 (inteira) / R$ 40,00 (meia)
Vendas: Bilheteria do Teatro; Sac dos Shopping Barra e Bela Vista ou pelo site da Compre Ingressos

A noite desta quinta-feira (30), dia em que Dorival Cammy completaria 101 de vida, foi de festa, celebração e muita emoção, no Teatro Castro Alves. Mais de 1500 convidados puderam conferir de perto o anúncio dos grandes vencedores nas categorias Show, Videoclipe e Música (Canção e Instrumental) do Prêmio Caymmi de Música. Inspirado no Troféu Caymmi, o Prêmio Caymmi de Música é uma realização da Via Press Comunicação e Eventos e nasceu do desejo da família Caymmi como forma de homenagear o centenário do seu patriarca.

A noite começou inspirada, ao som da Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz tocando “Noite Temporal” do mestre Dorival, e durante todo o evento ainda tocou “Canto de Nanã”, “O Vento” e “Acalanto” que contou com a participação de Vírginia Rodrigues. Quem também subiu ao palco para homenagear Caymmi, foram as musas Jussara Silveira, Claudia Cunha, Julia Tazie e Matildes Charles, que, acompanhadas por Alexandre Leão, Marquinhos Lobo e Isaías Rabelo, apresentaram o número que reuniu trechos de algumas canções com nome de mulher que Dorival compôs.

O grupo percussivo Quabales se juntou ao inglês Stomp em uma apresentação empolgante com a base remixada das canções “É Doce Morrer no Mar”  e “Dois de Fevereiro”. Nesse momento o palco se transformou em uma grande Festa de Largo para receber a voz marcante de Margareth Menezes acompanhada dos bailarinos do Balé Folclórico da Bahia. A cantora interpretou a canção “Buda Nagô”, de Gilberto Gil.

Aplaudido de pé, Dori Caymmi foi um dos momentos mais esperados da noite. O cantor deixou o público emocionado, não só com sua voz, mas com ao falar da saudade que sente do seu pai. A Banda de Boca também mostrou que é Caymmi. O grupo vocal fez uma linda performance das canções  ” São Salvador” e “Saudade da Bahia”. E, para fechar com chave de outro a noite, os cantores Gerônimo, Fábio Cascadura e Lazzo apresentaram um pout-pourri das canções “Eu cheguei lá”, “A vizinha quando passa”,  “Acontece que eu sou baiano” , “Samba sa minha terra” e “Adalgisa”.

O espetáculo foi comandado brilhantemente por Jackson Costa, que assumiu o papel de mestre de cerimônia. A direção artística foi assinada por Andrezão Simões e a direção geral por Elaine Hazin. O projeto conta com patrocínio da GVT, Prefeitura Municipal de Salvador e Governo do Estado, através da lei de incentivo estadual FazCultura, e apoio do Shopping da Bahia, TVE e Rede Bahia.

 

No total de inscritos, foram 149 em Música, 101 em Show e 48 videoclipes, revelando a força da nova música da Bahia. Confira os ganhadores:

 

Ganhadores por voto popular:

  • Categoria Música: Ondas – Bruno Masi (Bruno Masi / Mariana Paiva)
  • Categoria Música Instrumental: Lua Nova – Laila Rosa (Laila Rosa)
  • Categoria Videoclipe: Além Mar – Semivelhos

Confira a lista de ganhadores por categorias:

CATEGORIA SHOW:

  • Tuzé De Abreu

 

SUBCATEGORIAS:

 

REVELAÇÃO

  • Ifá Afrobeat

 

PRODUÇÃO:

  • Jenner Salgado – Ganhadeiras de Itapuã

 

DESTAQUE TECNICO:

  • Caji – Designer de Som (Aiace/Ana Paula Albuquerque)

 

DIREÇÃO MUSICAL:

  • Mateus Dantas (Tuzé De Abreu)

 

DIREÇÃO ARTISTICA:

  • Jarbas Bittencourt (Tainah)

 

INSTRUMENTISTA:

  • Eric Assmar

 

INTERPRETE MASCULINO:

  • Tito Bahiense

 

INTERPRETE FEMININO:

  • Larissa Luz

 

BANDA/GRUPO/ORQUESTRA:

  • Pirombeira

 

CATEGORIA MÚSICA

 

CANÇÃO

  •  “Odisseia Baiana” – Filipe Lorenzo (Composição: Davi Correia e Thiago Lobão)

 

MÚSICA INSTRUMENTAL

  •  “Noite cinza, dia anil” – Casa Verde (Composição: Daniel Neto)

 

SUBCATEGORIAS:

 

PRODUÇÃO                                                                                           

  • Axé – Ênio 

 

ARRANJO

  • Paulo Mutti – “Odisseia Baiana” – Filipe Lorenzo

 

INTÉRPRETE INSTRUMENTAL

  • Beto Martins – “Rio das Contas”- Beto Martins

 

INTÉRPRETE VOCAL

  • Bruna Barreto (Lily Braun)

 

CATEGORIA: VIDEOCLIPE

 

  • “A Filha de Calmon” – Mamá Soares & Coletivo di Tambor

 

SUBCATEGORIAS:

 

DIREÇÃO

  • Max Gaggino – “A Filha de Calmon” (Mamá Soares & Coletivo di Tambor)

 

FOTOGRAFIA

  • Victor Marinho – “As Nuvens” (Nana)

 

PRODUÇÃO

  • Edson Bastos – “O Quintal” (Ayam Ubráis Barco)

 

ROTEIRO

  • Rodrigo Luna e Pedro Perazzo – “Toco Y Me Voy” (Toco Y Me Voy)

Confira nos clicks no maior #EstiloUranRodrigues

Foto: Reprdução

Uma dos grandes intérpretes da musica contemporânea brasileira, o cantor Pedro Mariano, apresenta show inédito no palco principal do Teatro Castro Alves neste domingo (22), a partir das 20hs. Na capital baiana, ele será acompanhando pela Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba). O show faz parte do lançamento do CD e DVD “Pedro Mariano e Orquestra” e já circulou em algumas capitais do país, como São Paulo e Rio de Janeiro.

Com direção artística de Jorge do Espírito Santo e direção musical de Otávio de Moraes, Pedro Mariano e Orquestra apresentam releituras de canções como “Simplesmente” (Samuel Rosa/Chico Amaral), “Pra Você Dar o Nome” (To Brandileone) e “Simples” (Jair Oliveira). Farão parte desse repertório também, músicas consagradas de artistas da nossa MPB, como Ivan Lins, Lulu Santos e Gonzaguinha. É um show imperdível. Ingressos à venda na bilheteria do teatro e pelo site Compre Ingresso (clique)

 

Serviço

O quê: “Pedro Mariano e Orquestra” com Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba)

Onde: Teatro Castro Alves

Quando: Data: 22/03/2015

Horário: 20:00

Ingressos: R$ 100/R$ 50 (filas A a P), R$ 80/R$ 40 (Q a Z6) e R$ 60/R$ 30 (Z7 a Z11).

Os cantores Cauby Peixoto e Ângela Maria celebram a parceria com a turnê do álbum “Reencontro“, que chega a Salvador nos próximos dias 09 e 10 no Teatro Castro Alves.
Em turnê pelo Brasil, o show apresenta músicas do novo trabalho, além de sucessos como “Vida da Bailarina“, “Bastidores“, “Babalú” e “Conceição“.
O repertório conta ainda com “Como é grande meu amor por você” (Roberto e Erasmo Carlos), “Apelo” (Vinicius de Moraes/Baden Powell), “Alguém como tu” (Jair Amorim/José Maria de Abreu), “Somos iguais” (Jair Amorim/Evaldo Gouveia), “Dez Anos” (Rafael Hernandez/Versão: Lourival Faissal) e “O mundo é um moinho” (Cartola).
Os cantores são acompanhados por um quinteto de piano, baixo, violão, bateria e sopros, sob direção de Thiago Marques Luiz.
SERVIÇO:
Cauby Peixoto e Ângela Maria
Datas: 09 e 10 de outubro
Local: Sala principal do Teatro Castro Alves
Horário: 21h
Informações: (71) 2626-5071
Filas A à W – R$ 180,00 (inteira) / R$ 90,00 (meia)
Filas X à Z8 – R$160,00 (inteira) / R$80,00 (meia)
Filas Z9 à Z11 – R$ 140,00 (inteira) / R$70,00 (meia)

 Espetáculo Auto do Boi da Cara Preta - Foto José Lopes Santana Divulgação 02 

No próximo final de semana, dias 11 e 12 de outubro (sábado e domingo), o Teatro Castro Alves e a praça do Campo Grande terão atrações para toda a criançada. Atrações de graça e com preços populares. Pra quem prefere teatro a opção é o “Auto do Boi da Cara Preta”, da Cia. Boi da Cara Preta, que será apresentado gratuitamente, às 16h, na praça do Campo Grande. Em seguida, às 18h, a pedida é música quando os pequenos vão poder conferir um concerto especial e inédito, que reunirá músicos da Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA) e da Orquestra Castro Alves (OCA – Neojibá), na Sala Principal do TCA, com ingressos à R$ 20 e R$ 10.


SA Agência Digital