sexta-feira, 28 janeiro 2022
Tags Posts tagged with "#restaurante"

#restaurante

Aberto há 15 dias, o restaurante Vini Figueira Gastronomia, na Rua Bartholomeu de Gusmão, no Rio Vermelho, já vem conquistando boas avaliações do público baiano. No novo espaço, o chef que o batiza aposta no conceito da gastronomia contemporânea, reunindo no cardápio as delícias que são criadas para o seu badalado buffet. O projeto de decoração, super elogiado, leva assinatura da catalã Silvia Casas.

Em destaque no menu, estão pratos como o Carré francês de cordeiro ao molho rotti com batatas gratinadas (foto acima), Filé mignon ao molho funghi e roquefort com risoto de parmesão, Confit de pato ao molho de tangerina com purê de macaxeira com queijo de cabra, Arroz caldoso de polvo com aioli de coentro, Bruschetta de brie com geleia de pimenta e o famoso Couvert do chef, composto por pão rústico artesanal, chutney de panceta, manteiga e azeite de ervas.

 

Em virtude dos festejos de final de ano, a equipe do Manga está em período de recesso. O restaurante, recém inaugurado no Rio Vermelho, permanecerá fechado até o final do ano, voltando a funcionar no dia 04 de janeiro de 2019. As reservas podem ser feitas através do contato: 71- 99144.2068 (whatsapp). O Manga fica na orla, na Rua Professora Almerinda Dultra, nº 40, em frente à Igreja de Nossa Senhora de Santana.

Entrada principal do MANGA – foto Tati Freitas

Mais informações

Menu degustação, técnicas contemporâneas, tradição e criatividade traduzem o conceito do novo restaurante da cidade. Nessa experiência gastronômica, que reflete a vida e os sonhos do casal de cozinheiros, Katrin e Dante Bassi, cujas almas pertencentes ao mundo, o foco é o menu degustação completo – que é surpresa e adaptado aos gostos e restrições de cada comensal. Também é oferecido um menu vegetariano. O Manga prima pela valorização dos alimentos de qualidade, orgânicos e processos feitos na casa, como a arte da charcutaria com salames e outros embutidos. O restaurante produz pães e sorvetes, além das suas próprias carnes maturadas a seco. Também está em atividade uma pequena horta, para respeitar a proposta de ter o menu inteiro preparado com insumos frescos, sazonais, mas sem estarem presos ao regionalismo.

Couvert do menu degustação do Manga – Foto Leonardo Freire (9)

 

Horário de Funcionamento do restaurante:

Segunda e terça: fechado

Quarta e quinta: das 18 às 23h (bar) / das 19 à 23h (restaurante)

Sexta e Sábado (almoço): das 12 à 15h

Sexta e Sábado (noite): das 18 à 24h (bar) / das 19h à 24h (restaurante)

Domingo (almoço): das 12 à 16h

 

 Que o Ano Novo venha recheado de sabores e experiências incríveis!

 

Os chefs Dante e Katrin Bassi trazem uma experiência gastronômica para Salvador

No coração do Rio Vermelho nasce uma nova proposta gastronômica para o público da capital baiana. Menu degustação, técnicas contemporâneas, tradição e criatividade traduzem o conceito do novo restaurante da cidade. A partir do dia 15 de novembro, o público terá oportunidade de conhecer o sabor do Manga, restaurante que  oferece uma experiência sensorial aos clientes, tendo como sugestão principal um menu degustação compartilhado, com opção de versão individual. Nesse projeto, que envolve amor, ousadia, dedicação e empenho em estudos, o casal Katrin e Dante Bassi – que se conheceram quando trabalhavam no D.O.M, em São Paulo, ele como sous chef e ela chef de menu – vai propor um encontro entre técnicas contemporâneas, respeito aos alimentos e liberdade de criação.

Os chefs Katrin e Dante Bassi em ação na cozinha do Manga. Foto Tati Freitas

O menu contará com criações autorais que refletem as experiências de ambos em restaurantes de renome como o Daniel (Nova York),  Schauenstein Schloss (Suiça), e o D.O.M (SP). Dentro da proposta da criatividade e respeito à sazonalidade, a cozinha do Manga usufruirá do que há de melhor em se tratando de produtos, sejam locais, nacionais ou importados.

Dante Bassi finaliza o jantar com um petit four foto Tati Freitas

Os sócios esperam atrair um público bem versátil, especialmente pessoas que gostam de comer bem sem preconceitos. “Nossa intenção é criar uma experiência para o comensal que reflita o que nós mais gostamos quando vamos a um restaurante: estar em um ambiente aconchegante, casual e descontraído onde a comida é levada muito a sério”, afirma Dante.

Salão do restaurante Manga. Foto Tati Freitas

A capacidade do restaurante vai variar a depender da ocasião. Em relação aos que estarão sentados o Manga comporta 25 lugares na área do bar (térreo), 40 lugares no salão do restaurante (2º andar), além de uma mesa com oito cadeiras num espaço reservado com vista para a cozinha. “Decidimos criar esse ambiente dentro da cozinha primeiramente para poder ter nossos filhos e família por perto, enquanto cozinhamos, mas será possível a realização de pequenos eventos ou jantares especiais”, conta Dante. O público poderá ter acesso ao terraço a céu aberto, que inicialmente só será usado para eventos privados, com possibilidades de serem realizados happy hours, sunsets e experiências gastronômicas.

O Bar do Manga contará com menu de petiscos focado em charcuteria. Foto Tati Freitas

 

 

SERVIÇO

Inauguração do restaurante Manga no dia 15 de novembro (quarta-feira), a partir das 19h

Endereço: Rua Professora Almerinda Dultra, 40, Rio Vermelho – Salvador.

Referência: em frente à Igreja de Nossa Senhora de Santana

Reservas: (71) 3506.2744 / 991442068 (whatsapp)

Funcionamento:

Segunda e terça: fechado

Quarta e quinta: das 18 às 23h (bar) / das 19 à 23h (restaurante)

Sexta e Sábado (almoço): das 12 à 15h

Sexta e Sábado (noite): das 18 à 24h (bar) / das 19h à 24h (restaurante)

Domingo (almoço): das 12 à 16h30

Celebrando os 15 anos da rede La Pasta Gialla, a unidade soteropolitana do chef Sergio Arno, na Rua São Paulo, na Pituba, retorna com o Festival de Clássicos trazendo agora os deliciosos brasatos ao menu. Três deliciosas opções serão servidas a partir do dia 16 de julho (sábado), ficando no cardápio até o final de agosto.

Peças inteiras, como um Filé, Pernil de Cabrito ou um Ossobuco Clássico são cozidas em fogo baixo e devagar, cobertas até a metade com um caldo preparado com um conjunto de guarnição aromática e vinho, resultando numa carne macia e num molho perfumado, no mais tipico jeito italiano de preparo.

Brasato de Carne
Brasato de Carne

No Festival de Clássicos de Brasatos do La Pasta Gialla, os três cortes de carne ganham três acompanhamentos: tagliolini na manteiga e sálvia, polenta cremosa e batata e brócolis ao alho, bacon e alecrim. O prato com acompanhamento à escolha do cliente custa R$ 65,90.

Mais informações no instagram e através do fone  (71) 3011-6599.

Foto: Reprodução internet

Localizado no bairro do Harlem, em Manhattan, o reduto da cultural negra novaiorquina, o Red Rooster é um restaurante super animado, com mesas concorridas, bar cheio e boa (e alta) música. Mas hoje vamos falar da pistinha que rola dentro desse estabelecimento. Trata-se do speakeasy Ginny’s Supper Club, que é, na minha opinião, o mais agitado da cidade. Numa visita pela cidade, não deixem de conferir o que acontece neste local.

Foto: Thiago  Castro
Foto: Thiago Castro

Após descer uma escada na lateral direita do Red Rooster, o Ginny’s é um gastrobar durante o jantar. A trilha sonora é sempre por conta de grupos de jazz e outros estilos musicais, que começam a preparar o terreno para que acontecerá depois da meia-noite (isso, de quinta a sábado).

Fotos: Divulgação
Fotos: Divulgação

Quando as luzes baixam, valorizando um painel vermelho cheio de pequenas luzes que indicam a pista, é sinal que chegou o momento. O clima de restaurante vai mudando, mudando, mudando… até virar uma das pistas mais animadas que eu já fui em NYC. O DJ arrebenta em variações de música negra. Percorre pelo R&B, Soul, Funk, Hip Hop, Rap de forma admirável. Mas o show mesmo fica por conta das pessoas. Com uma boa dose de glamour, o belíssimo lugar fica ainda mais atraente quando o público se levanta das mesas e se dirige para a pista. Gatas e gatos, negros e elegantes chegam e animam o baile. É de parar para assistir ao show que eles dão na pista do clube.

DSC00736

 

A música, as pessoas, tudo combina perfeitamente para você soltar o corpo e entrar na onda. Mesmo quando não souber o que fazer, assista um pouco com intuito de aprender e copie alguns passos. Só não deixe de participar daquela cena de corpos dançantes. A festa é tão bem produzida, que uma amiga carioca que me acompanhava nessa maravilhosa experiência soltou: “Todo mundo aqui é Beyoncé, é?”. Pelo comentário, você consegue ter uma ideiazinha do nível do baile, que, por acaso, estremece quando toca músicas de Beyoncé.

Com um serviço diferenciado, o bar do local, não tem um cardápio fixo. Você escolhe o que quer beber e como quer. Eu escolhi uma tradicional caipiroska de morango, que estava morrendo de saudade. A estilosa bastender me serviu uma versão americanizada, acrescentou alguns ingredientes por conta dela e ficou uma delícia. Imperdível, não?

 

Red Rooster/Ginny’s Supper Club. Endereço: 310 Lenox Avenue, New York.


SA Agência Digital