#Inauguração: Cultura #Underground em foco na Berlim Salvador , no Rio Vermelho

#Inauguração: Cultura #Underground em foco na Berlim Salvador , no Rio Vermelho

Jeronimo Sodré

Com inspiração no movimento underground nascido na cidade alemã de Berlim, o bairro do Rio Vermelho em Salvador, ganha a partir dessa quinta(30), um novo espaço que leva o nome da metrópole berço da multicultura.

“Não é uma boate, é cultura under, é o novo, é o diferente, essa é a nossa ideia” pontua a Dj Paula Rocha que cuidará da direção artística da casa que terá em suas paredes elementos que representarão os marcos da cidade, como muro de Berlim, com arte nas paredes feitas por artistas locais selecionadas através de um concurso nas redes sociais e as linhas de metrô, símbolo da mobilidade urbana da megalópole.

A primeira festa, Metro, já marca a inauguração para imprensa e convidados a partir das 21h dessa quinta(30), com o som dos djs Jeronimo, Roger N Roll e Paula Rocha, dj que carrega no currículo selos de responsa como Sollaris e a festa Apartamento 31.

No dia seguinte, sexta, dia 01 de julho, a casa abre ao público com sessões de música eletrônica, na festa “Berlim Sessions”, que traz o Dj e Produtor Gabriel Boni, um dos maiores nomes do cenário brasileiro e na lista dos principais da Revista House Mag. Já no sábado(02), a Berlim vem com seu projeto “Garage” com a banda “Vivendo do Ócio”, referência do movimento rock da Bahia e que ganhou destaque no sul do país, além do show de abertura da banda Oahu e discotecagem de Camilo Fróes. 

Vivendo do Ócio
Vivendo do Ócio

Além das festas que levam a assinatura da casa, a “Berlim é um espaço cultural, é um espaço para expor ideias novas, estamos com as portas abertas para projetos que fujam do casual” reitera Paula. Outros selos de produtores independentes de variados estilos, como rap, bass music, jazz, música brasileira serão brevemente apresentados ao público, afinal a Berlim é cultura underground em movimento.