Ilê Aiyê participa pela primeira vez do Mercado de Artes Cênicas Africanas...

Ilê Aiyê participa pela primeira vez do Mercado de Artes Cênicas Africanas na Costa do Marfim

Banda Aiyê

Mais antigo bloco afro do Brasil, o Ilê Aiyê embarca, no próximo mês, para uma viagem internacional a destino da Costa do Marfim, no continente africano. De 05 a 12 de março, a Band’Aiyê e dirigentes da entidade, dentre eles o seu presidente, Vovô, participam da 9ª edição do Mercado de Artes Cênicas Africanas (MASA).

O convite para participar do MASA surgiu durante uma visita do diretor do evento, Yacouba Konate, à Senzala do Barro Preto, na Liberdade, em agosto do ano passado. Impressionado com o trabalho realizado pelo Ilê Aiyê, Konate não titubeou e convocou a Band’Aiyê para fazer apresentações na abertura e no encerramento do festival. Apesar de ser a primeira vez que integrantes do bloco afro visitam a Costa do Marfim, o Ilê já esteve em outros países africanos, como Senegal, Angola e Benin.

Nesta edição, o MASA – que é realizado a cada dois anos em Abidjan, na maior cidade do país africano – traz como tema Reinventando a Arte do espetáculo. Mais de dois mil participantes, divididos em 100 grupos da África, América, Ásia e Europa, irão se apresentar nas cinco áreas artísticas do evento: dança, música, teatro, conto e comédia.

O Ilê Aiyê leva na bagagem toda sua história, tradição e beleza e irá mostrar, por meio do seu canto, dança e estética, toda sua luta pela valorização e inclusão da população afrodescendente, causa que, desde 1974, vem inspirando a criação de muitos outros grupos culturais no Brasil e no mundo. Além do Ilê Aiyê, o cantor e compositor Saulo representa a Bahia neste grande encontro, que é um dos mais prestigiados acontecimentos artísticos do continente.