Balé Folclórico da Bahia prepara turnê e busca patrocínio para lançar livro...

Balé Folclórico da Bahia prepara turnê e busca patrocínio para lançar livro histórico

Joseilton Santos e Nildinha Fonseca do Balé Folclórico da Bahia por Andrew Eccles

Sucesso nos quatro cantos do mundo, o Balé Folclórico da Bahia , acaba de retornar de uma incrível temporada de apresentações nos Estados Unidos, na  cidade de Nova Iorque no Brooklyn Academy of Music – BAM e já divulgou as novas datas dos espetáculos no Brasil.

Segundo o diretor geral da companhia, Vavá Botelho, muitas novidades tem sido preparadas pelo grupo que completa 27 anos de atuação na dança em agosto de 2015, levando a cultura afro-brasileira por onde passa ,  tendo no currículo o título por três vezes como melhor grupo de dança pelo Ministério da Cultura do Brasil, além de honrarias nos Estados Unidos, como a dada pela prefeitura de Atlanta, oficializando o dia 1º de novembro como o Dia do Balé Folclórico da Bahia no calendário oficial da cidade, nome de avenida no Tobo, pais no oeste africano e considerado pela Associação Mundial de Críticos de Arte como a melhor Cia de dança folclórica do mundo.

Entre as news, está o lançamento do livro “Patrimônio Cultural do Brasil, 25 anos do Balé Folclórico da Bahia“, com 280 páginas, a obra bilíngue contém textos de Vavá e dos escritores Gustavo Falcon e Lia Robatto , apresentando através de registros fotográficos e com amplo conteúdo de pesquisa sobre a a história da dança popular na Bahia e Brasil e a toda a trajetória do grupo.

Vavá Botelho
Vavá Botelho, Diretor Geral do Balé Folclórico por Uran Rodrigues

O livro está pronto, só que devido a conjuntura econômica do Brasil e a alta do dólar,  a verba que recebemos ficou inviável para a execução do mesmo. Pretendemos lançar inicialmente 3 mil exemplares do livro em escolas de danças, universidades, espaços culturais. Tenho certeza que o livro é um dos melhores que já pode ser visto no segmento de dança já produzidos, tanto pela qualidade do material, conteúdo , tamanho e importância artística. Estamos agora buscando novos apoiadores, O primeiro exemplar já chegou da China, agora só nos resta patrocinadores” confessou Vavá em conversa com o site UR.

Ed Cruz

Sobre a turnê “Herança Sagrada”, os bailarinos reproduzem com fidelidade sequências de movimentos de alguns dos mais importantes rituais do Candomblé, numa coreografia baseada em danças do culto afro-brasileiro. No palco, 26 bailarinos, músicos e cantores apresentam movimentos vibrantes e sonoridade arrebatadora. A segunda parte do espetáculo reúne coreografias clássicas do repertório do Balé, que traduzem as mais importantes manifestações folclóricas baianas, em “Puxada de Rede”, “Capoeira” e “Samba de Roda”, além de “Afixirê”, coreografia inspirada na influência dos escravos africanos na cultura brasileira.

Joseilton Santos , Nildinha Fonseca e Ed Cruz

O espetáculo, que já foi aplaudido por mais de 500 mil pessoas nos Estados Unidos, Europa, Caribe, África e nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, conta com direção geral de Vavá Botelho e direção artística de José Carlos Santos (Zebrinha) e tem 90 minutos de duração.

10407164_995688110471162_1508709162049174713_n
O Bailarino Ed Cruz

A turnê pelo Brasil só será possível, graças ao patrocínio de O Boticário na Dança. Dessa vez o público de Curitiba, Porto Alegre , Novo Hamburgo e Salvador poderá desfrutar do espetáculo “Herança Sagrada”.

Confira : Porto Alegre – Teatro do SESI, dia 16 de agosto às 20 horas; Novo Hamburgo – Teatro Feevale, dia 18 de agosto às 21 horas e Curitiba – Teatro Positivo, dia 20 de agosto às 21 horas.  Em Salvador será no dia 04 de setembro, no TCA. Apresentação única.