segunda-feira, 15 agosto 2022
Tags Posts tagged with "Targino Gondim"

Targino Gondim

Sabe aquela canção que sempre a gente ouve quando vai a uma seresta, um barzinho ou boteco. Pensando neste repertório Targino Gondim lança no próximo dia 22 seu novo CD.

Batizado de “Boteco do Ginô”, o projeto traz sucessos de Peninha, Zé Ramalho, Roberto Carlos, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Benito di Paula e do próprio sanfoneiro. “Ginô é um apelido que segue gerações. É do meu pai, meu e do meu filho”, disse o artista sobre o nome do projeto.

Dono de uma versatilidade artística e do projeto Targino Sem Limites, no qual cantava ritmos diferentes do forró, agora o artista apresenta ainda mais sua pluralidade. Ao todo são 17 canções entre elas: Tortura de Amor interpretada por Waldick Soriano, Gostoso Demais e Só quero um Xodô, eternizadas por Dominguinhos, Cabecinha no Ombro e Ainda Ontem Chorei de Saudades, que foi sucesso na voz de Moacyr Franco, Esotérico (Gilberto Gil) e Leãozinho (Caetano Veloso), Detalhes e Caminhoneiro de Roberto Carlos, Charlie Brown e Retalhos De Cetim de Benito Di Paula.

De Gondim duas canções inéditas. Amor Estranho e Vai Chorar Por Mim. “O projeto surgiu na pandemia, fizemos duas lives, canções que eu escolhi para cantar com a minha sanfona e interpretação, uma seleção que eu gosto para quem quer passar momentos com os amigos e tomar uma boa cerveja”, disse Targino.

Este ano o forrozeiro foi um dos concorrentes do Grammy Latino pelo Melhor Álbum de Música de Raízes com Targino Sem Limites, depois de 19 anos de vencer o Oscar da Música com a canção Esperando na Janela. Um dos nomes de maior destaque da música nordestina, Targino Gondim é dono de uma voz melódica e um jeito doce de tocar. Mesmo com a chancela de grandes nomes do ritmo, a exemplo de Gilberto Gil, Fagner, Elba Ramalho, Geraldo Azevedo, Alceu Valença e Dominguinhos, o artista não se limitou apenas a fazer show.
Empreendedor tem tocado eventos como Festival Internacional da Sanfona (Juazeiro-BA), que já é o maior evento de acordeon da América Latina, Festival de Forró da Chapada (Mucugê-BA), Conecta Chapada (Andaraí-BA), e Festival de Forró de Itacaré (Itacaré-BA).

Comemorando mais de 20 anos de carreira, desde 2018 toca o *projeto Targino sem Limites*. O artista em 2009 apresentou o projeto Canções de Luiz, trabalho que lhe rendeu o prêmio de Melhor Cantor no 21º Prêmio da Música Brasileira 2010 (antigo Prêmio Tim de Música) e em 2015, Canções Divinas incluindo música de sua autoria em homenagem ao Papa: “O Papa Francisco”, recebendo uma carta de agradecimento do Pontífice.

Targino por Henrique Alvares

Mais uma vez Targino Gondim figura entre os concorrentes do Grammy Latino. 19 anos depois de vencer o Oscar da Música com a canção Esperando na Janela, que também ganhou a voz de Gilberto Gil e deu ao artista espaço no longa brasileiro, “Eu, Tu, Eles”, em 2020 é a vez do artista concorrer pelo Melhor Álbum de Música de Raízes com Targino Sem Limites.

A indicação saiu nesta terça feira, dia 29 de setembro por meio do site oficial da premiação, que divulgou a lista dos 53 indicados. No álbum, cinco canções com nomes da música nacional, Ivete Sangalo, Zeca Baleiro, Saulo, Bell Marques e Carlinhos Brown. O EP está em todas as plataformas digitais. “Para um artista uma indicação como esta é uma realização, agora é torcer”, disse o artista entusiasmado.

Com Saulo o sanfoneiro gravou Simplesmente Assim. Composta por Targino Gondim e Otoniel Gondim (seu irmão) esta é uma canção de amor. Culpa do meu coração é o título da música gravada com Ivete Sangalo. Já com Bell Marques o naturalizado juazeirense apresenta As Mangas do Nosso Amor, composta por Targino e Carlinhos Brown.

Lá Fora Tá Chovendo é a canção gravada por Targino Gondim com participação de Zeca Baleiro. A canção foi composta por Targino, Zeca e Carlinho Brown. Depois de várias canções juntos gravadas por diversos nomes da MPB, Targino e Carlinhos Brown cantam juntos Até Ficar Neném.

Um dos nomes de maior destaque da música nordestina, Targino Gondim é classificado pelo sanfoneiro como World Music. “Neste projeto, mostro meu gosto musical, meu relacionamento e parcerias com amigos queridos de estilos musicais. Mostrou a força da nossa música, da nossa sanfona, da nossa gente”, completa. As músicas ganharam clipes que podem ser vistos no youtube targinogondimoficial.


Dono de uma voz melódica e um jeito doce de tocar poderia ser mais um nome no forró, mas fez diferente. Mesmo com a chancela de grandes nomes do ritmo, a exemplo de Gilberto Gil, Fagner, Elba Ramalho, Geraldo Azevedo, Alceu Valença e Dominguinhos, o artista não se limitou apenas a fazer show.

Empreendedor tem tocado eventos como Festival Internacional da Sanfona (Juazeiro-BA), que já é o maior evento de acordeon da América Latina, Festival de Forró da Chapada (Mucugê-BA), Conecta Chapada (Andaraí-BA), e Festival de Forró de Itacaré (Itacaré-BA).

Comemorando mais de 20 anos de carreira, desde 2018 toca o projeto Targino sem Limites. “Ainda vou gravar com outros nomes da música brasileira e lançar um novo EP”, revela o artista que em 2009 apresentou o projeto Canções de Luiz, trabalho que lhe rendeu o prêmio de Melhor Cantor no 21º Prêmio da Música Brasileira 2010 (antigo Prêmio Tim de Música) e em 2015, Canções Divinas incluindo música de sua autoria em homenagem ao Papa: “O Papa Francisco”, recebendo uma carta de agradecimento do Pontífice.

Mais no Instagram @targinogondimoficial
Crédito das Fotos: Henriqueta Alvares

Elba Ramalho

“De volta pro aconchego”, “Bate coração”, “Gostoso demais” e “Folia Brasileira”, estas são alguns dos grandes clássicos do repertório da paraibana Elba Ramalho que serão tocados no dia 18 de julho, a partir das 19 horas, no encerramento do III Festival Internacional da Sanfona. O evento acontece na Orla Nova de Juazeiro e no mesmo dia da paraibana se apresentam nomes como Flávio Baião, Oswaldinho do Acordeon, Alexander Hrustevich (Ucrânia), Beto Hortis, Targino Gondim e Raimundinho do Acordeon.

Dentre os diversos títulos de Elba, destaque para os dois  Grammy Latino nos álbuns “Qual o Assunto Que Mais lhe Interessa?”, lançado em 2008 e “Balaio de Amor”, 2009, na categoria Melhor Álbum de Raízes Brasileiras: Regional e Tropical. No momento a artista trabalha o CD “Do meu olhar pra fora”, que contém quatro canções com a assinatura de Dominguinhos.

Targino Godim
Targino Gondim

Sob a curadoria do cantor, sanfoneiro e compositor Targino Gondim e direção geral de Celso de Carvalho, o evento começou nessa teça(14) e segue até sábado(18), com oficinas, workshops, concurso, exposição, concertos musicais e shows abertos na Orla Nova de Juazeiro e na Concha Acústica de Petrolina.

Grandes instrumentistas oriundos das cinco regiões do país e também do exterior já estão confirmados na programação que homenageia dois grandes mestres da sanfona brasileira: o mato-grossense Dino Rocha e o pernambucano Mestre Camarão, que faleceu recentemente.

SERVIÇO

O QUE: Elba Ramalho no III Festival Internacional da Sanfona

QUANDO: 18 de julho, a partir das 19 horas

ONDE: Orla Nova de Juazeiro

EVENTO GRATUITO

 

Targino Gondim apresenta o show Sala de Reboco

A poeira vai levantar na noite desta quinta (28), no Pelourinho. A partir das 21h, vai rolar na Praça Teresa Batista, o forrozão de  Targino Gondim, com seu show “Sala de Reboco”. E, para ficar ainda melhor, ele receberá no palco o cantor e compositor Edu Casanova. Juntos, apresentarão algumas composições feitas em parcerias, a exemplo de “Cante comigo”, gravada no ultimo Cd de Targino, com participação de Durval Lélis, “Que seja lindo este amor”, de Edu Casanova, Tenison Del Rey e Targino Gondim, e “o Encanto do beija-flor”, resultado de uma parceria entre Edu, Targino e o ator Fabio Lago.

Edu Forró
Edu Casanova participa do show de Targino Gondim

 


SA Agência Digital