segunda-feira, 26 julho 2021
Tags Posts tagged with "negros"

negros

Os saberes seculares e a herança gastronômica que os escravos legou à Bahia serão alguns dos temas abordados na Feira de Cultura Afro-brasileira do Iguape, nos dias 28 e 29 de novembro acontece na comunidade quilombola de Santiago do Iguape, localizada a 15 km do centro da cidade de Cachoeira, no Recôncavo Baiano. Além de celebrar o turismo sustentável, a feira tem como grande homenageadas as Marisqueiras, as catadoras de frutos do mar, que são importantes figuras na representação social do papel das chefes de família da região.

Foto: Caroline Moraes/Divulgação
Foto: Caroline Moraes/Divulgação

A estimativa da organização da feira é que sejam servidos mais de 100 quilos das iguarias locais, como catados de siri, sururu, camarão, chumbinho, caranguejo e muitos outros. O valor de cada prato será simbólico. Ou seja, o visitante é que vai decidir quanto vai pagar pelo que está comendo.

1465155_445504652238626_1084212511_n

Em sua sexta edição, os destaques da feira vão também, para os elementos que representam a cultura da região do Vale do Iguape como artesanatos, música tradicional ijexá, oficinas de percussão para visitantes, exposição de artistas locais, manifestações culturais como o Nego Fugido e a festa embalada por água de cheiro na Lavagem Sou Negro que percorre as ruas de Santiago.

 

O feriado hoje (20) é comemorado em memória às lutas contra a escravidão. A data foi escolhida por coincidir com o dia da morte do líder do Quilombo dos Palmares, Zumbi, que defendia o a população que ali vivia no século XVII contra as expedições militares que pretendiam resgatar os negros fugidos para novamente serem escravizados.  A data, entretanto, deve servir  como uma reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. O dia em que não precisarmos de uma data especial para lembrar da luta dos negros na construção da nossa identidade nacional soltaremos fogos. Por isso, a luta continua.

Recentes casos de racismo ocorridos na Bahia e no Brasil provam que somos uma sociedade que ainda precisa evoluir muito. Alguém aí esqueceu da torcedora do Grêmio que chamou o goleiro Aranha de macaco? E as bananas jogadas para o baiano Daniel Alves? E a estudante da UFBA, Ana Paula Bispo, que sofreu discriminação e injúria racial em uma loja de departamentos em um grande shopping da cidade… Os casos se amontoam. Alguns ganham visibilidade. Outros, permanecem na escuridão. É preciso ter respeito. É preciso ter coragem. É preciso ter orgulho. E nossa galeria de fotos está repleta de personalidades orgulhosas da sua cor e da sua consciência negra. Valeu Zumbi!!

Confira uma galeria de fotos com negros de estilo e entrevista exclusiva com duas mulheres de garra e determinação, que sabem bem o que desejam e lutam por seus ideais:

A força expressiva de Negra Jhô

Rita Batista – Talento baiano de reconhecimento nacional

 

Mauro Telefunksoul por Ana Shiokawa
Mauro Telefunksoul por Ana Shiokawa
Foto: Luiz Carlos Marauskas |Folhapress
Foto: Luiz Carlos Marauskas |Folhapress
DUDU NOBRE_em alta_fotoChristian Gaul (14)
Dudu Nobre
NJ
Negra Jhô por Alex Dantas da Diferente Imagens
Rita Batista e Edson Novack
Rita Batista e Edson Novack
Denny
Denny da Timbalada
maga
Margareth Menezes – cantora
Psirico-04
Márcio Victor – cantor
Naiara e Léo Santana
Naiara e Léo Santana – cantor
Marcelo Nascimento
Marcelo Nascimento – Agência Flair
Maga Moura
Maga Moura
Magary Lord - divulgação (1)
Magary Lord – cantor

modelos- ramirez allender- rita batista- suzanne massena - suzanna massena - negra jhô, priscila santiago
Suzanne Massena , Ramirez Allender. Negra Jhô, Aladio Marques, Suzanna Massena , Priscila Santiago , Uran Rodrigues e Rita Batista por Alex Dantas /Diferente Imagens

Seja na gastronomia, arte, design, moda, beleza, arquitetura… A Bahia sempre será referência de pesquisa e observação para o resto do Brasil. Aqui a miscigenação se fez mais forte. Negros, brancos e índios num caldeirão eclético em constante ebulição até os dias atuais. É como um líquido trifásico que vez por outra se mistura, mas que em outros momentos se distinguem. É nesse cenário de distinção que surgem e se consolidam personalidades da cidade.

Produzimos ensaios fotográficos com os negros que, por força do seu trabalho, ganharam visibilidade e notoriedade na cidade. Muitos deles extrapolaram os limites e brilham mundo afora na sua área de atuação. Os ensaios são acompanhados de uma deliciosa entrevista em que eles contam “como chegaram lá, e os novos caminhos a percorrer”. Sim, porque há sempre um degrau acima. E eles buscam o topo!

Nomes como a apresentadora Rita Batista, a beauty artist Negra Jhô, o estilista Aládio Marques, as modelos gêmeas Suzanne e Suzanna Massena estão entre eles. Pra iniciar nossa série de ensaios e entrevistas nos debruçamos sobre a beleza. Os escolhidos? A linda miss Bahia de 2012 Priscila Santiago e o modelo Ramirez Allender. Dois símbolos de perfeição. Aliás, ninguém dúvida disso. Priscila e Allender levam na pele de Ébano a Bahia para o mundo. Estamos muito bem representados, não acham? Confiram na sessão “Entrevista” o ensaio por Alex Dantas, da Diferente Imagens.

 

Clique e leia:

Priscila Santiago: Pérola negra made in Bahia

Ramirez Allender: Muso baiano nas passarelas do mundo

 

 


SA Agência Digital