segunda-feira, 17 junho 2024
Bombar
Tags Posts tagged with "Marina Sena"

Marina Sena

Foto de Fernanda Tine

Faixa que viralizou no Tik Tok ganha clipe com velocidade e sensualidade com a capital paulista de cenário

Marina Sena está exuberante e dona de si (como sempre) no clipe de “Que tal”, um dos hits de seu aclamado álbum “Vício Inerente”. Dirigido por Gabriel Caviness, o filme traz a popstar norte-mineira brigando com o dono de uma casa de shows, dispensando dinheiro e partindo num carrão conversível para a noite de São Paulo.

No caminho, a artista dá carona ao rapper Fleezus, participação especial da faixa. A tensão sexual acaba se tornando uma personagem importante na trama, que faz eles voarem pela cidade. O clipe permanece na identidade de “Vício Inerente”. É noturno com a capital paulista como cenário e com uma sensualidade enfeitiçadora.

Inclusive, a faixa “Que tal” já ultrapassa os 7 milhões de plays só no Spotify e a coreografia, criada pela dançarina Nicole Vieira “Nics” viralizou no tiktok e ampliou o número de pedidos pelo clipe que chega hoje através da Sony Music.

Foto de Luiz Mendes

Um dos maiores hits da carreira de Marina Sena, antes mesmo dela virar um fenômeno pop, ganhou beat de piseiro e chega oficialmente hoje  nos aplicativos de música. O remix “Ombrim (aí que delícia o verão”) com Marina, Chicão do Piseiro e MTS do Beat já é um sucesso nas redes e agora ganha clipe dirigido por Felipe Pinto Renata Monte.

As cenas foram gravadas na Praia Sabiaguaba no Ceará e a capa do single faz alusão à do álbum Índia, de Gal Costa, a maior referência da cantora e compositora mineira. Eu amei ter uma música minha em piseiro, que é um ritmo que eu amo e representa tanto o Brasil.“ comemora.

Vi que ela tava cantando no show e me chamou atenção a forma que era feita a guitarra. Fiz uma guia, entrei em contato com MTS, ele deu a ideia de chamar Chicão do Piseiro, que aceitou na hora. A gente soltou, deu um boom, Marina adorou e tudo fluiu da maneira mais bonita possível”, lembra Roni.

A cantora mineira Marina Sena chega mais pop, mais ousada e estourada, para seu primeiro show na Concha Acústica do Teatro Castro Alves. A turnê do segundo álbum “Vício Inerente”, desembarca em Salvador no dia 15 de julho, às 19h.

Ela que chamou a atenção no cenário nacional em 2021 com o single “Por Supuesto”, está de volta com uma explosão de sensualidade, ginga, carisma e atitude. Na apresentação, os fãs podem esperar para cantar em coro hits do novo álbum que já estreou quente.

O espetáculo tem direção geral, cênica e coreográfica de Fernanda Fiuza, com direção musical de Iuri Branco. A banda é formada por Janluska (guitarra), Levi Santiago (baixo) e Miguel Freitas (bateria).

Os ingressos estão à venda pelo site Sympla (www.sympla.com.br) ou na bilheteria do Teatro Castro Alves, com preços que variam entre R$45 e R$ 400.

SERVIÇO:

Marina Sena – Vício Inerente

Quando: 15 de julho de 2023 (sábado), 19h

Onde: Concha Acústica do TCA

Quanto: 

Arquibancada:
1º lote: R$ 90 (inteira) e R$ 45 (meia)
2º lote: R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia)
3º lote: R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia)
4º lote: R$ 140 (inteira) e R$ 70 (meia)
Camarote:1º lote: R$ 200 (inteira) e R$ 100 (meia)
2º lote: R$ 260 (inteira) e R$ 130 (meia)
3º lote: R$ 340 (inteira) e R$ 170 (meia)
4º lote: R$ 400 (inteira) e R$ 200 (meia)

Ingressos: https://bileto.sympla.com.br/event/83242/d/196488?fbclid=PAAaapkqcWa3BRnkixEJIxZ_SSye3oiej3osLf5JBFR8m8KYP48nZ6_Tdcgjs

Classificação indicativa: 18 anos

Faixa é música de trabalho do elogiado segundo disco da cantora e compositora mineira

Marina Sena é uma felina, cheia de coragem no clipe de “Olho no gato”. A faixa faz parte do seu recém lançado álbum “Vício Inerente”, que emplacou dez faixas no top 200 do Spotify e ficou por mais de 24 horas nos assuntos mais comentados do Twitter. Dirigido por Vito Soares e com apoio da “Quem Disse, Berenice?”, que assina a beleza da cantora no clipe com produtos da marca, o filme traz cenas com a cantora enfrentando seus medos e indo atrás do seu objetivo.

Velocidade, cabelo voando, força. Assim como na letra da música, Marina segue sem medo, mesmo sendo um alvo constante. Uma performance de “Krump” – dança de movimentos de estilo livre e expressivos – feita pelo bailarino intérprete Bruno Duarte traz através da fúria a mais perfeita sincronia estética com a cantora.

Assim como no álbum, as cores e texturas da cidade de São Paulo se sobressaem no clipe. A imagem é urbana e o preto e o prata sempre presentes. A direção de movimento e cênica é de Fernanda Fiuza e a produção geral da IMMIGRANT.

Fernando Tomaz

Com doze faixas produzidas por Iuri Rio Branco e participação de Fleezus, disco é aposta certeira para consolidar a mineira como uma das mais importantes vozes da cena contemporânea

A explosão de sensualidade, ginga, carisma e atitude de Marina Sena está de volta. Agora no seu segundo álbum, “Vício Inerente”, que chega hoje, às 21h, aos aplicativos de música através da Sony Music. Produzido por Iuri Rio Branco, o disco vem para consolidar de vez a carreira da artista do Norte de Minas que fez o Brasil e o mundo deitarem no seu sorriso com sua estreia em “De primeira”. São Paulo (Áudio) e Rio de Janeiro (Vivo Rio) recebem os shows de estreia da tour nos dias 5 e 6 de maio.

“Vício Inerente” é um álbum pop, moderno, que parece ter sido feito no ano de 2050. Ali tem trap, pagotrap, reggaeton, drill, R&B, Triphop, Soul, e a já conhecida influência da MPB que Marina traz em suas composições. É impactante, forte, elegante. Traz a mesma assinatura autêntica e arrojada já conhecida da cantora. A mixagem foi feita nos estúdios “The Hive” e “NRG” por Daniel Pampuri e Marcelinho Ferraz. Tudo caprichosamente feito, assim como o videoclipe da faixa foco “Olho no gato”, que acompanha o lançamento e chega no próximo domingo.

O disco já começa quente com “Dano sarrada”, mostrando que a mineira vem ainda mais pop e mais pra frente. A segunda faixa, “Olho no gato”, traz uma estranheza apaixonante, bem ao estilo Marina Sena. Depois, o hit “Tudo pra amar você”, lançado como single, dá sequência ao álbum.

A esta altura é difícil já não estar totalmente dependente do “Vício inerente” que Marina acaba de trazer para nossas vidas. “Tudo seu”, a quarta faixa, só aumenta a necessidade de se jogar neste mundo sem querer que o disco acabe. A quinta música, “Mande um sinal”, na maneira de compor remete aqueles clássicos de Cassiano , que arrebenta os corações.

Difícil apostar qual música será o maior sucesso de “Vício Inerente”, mas sem dúvidas, “Me ganhar” sexta canção, é uma forte candidata pelo tema, pelo arranjo e pelo balanço que traz. Marina segue inspirada e apaixonada em “Que tal” – que traz participação de Fleezus. Já em “Meu paraíso sou eu” e “Partiu capoeira” é o amor próprio quem é exaltado.

A décima faixa, “Mais de mil” é pura ousadia e rima. Um conto ardente com o beat certeiro. E essa vibe continua em “Sonho bom”, mostrando mais uma vez que a caneta afiada de Marina se casa perfeitamente com as produções de Iuri Rio Branco. “Vício Inerente” termina com “Pra ficar comigo” e a certeza de que felizmente a história da música brasileira não vai ficar sem a potência que é Marina Sena. O som dela é pra quem é viciado em música (da boa!).

Sobre Marina Sena

Desde o lançamento do seu primeiro single em carreira solo, Marina Sena já mostrou a que veio. Depois, seu álbum de estreia teve título profético: “De primeira”. E foi exatamente assim que aconteceu… O Brasil, logo de cara, deitou no sorriso da cantora e compositora vinda do Norte de Minas já no seu debut no mercado fonográfico. A caneta afiada e o timbre inconfundível se encontraram com a estética perfeita e sensualidade estonteante de Marina Sena. O resultado foi arrebatador. Shows lotados, capas de revistas, premiações, programas de TV e turnês internacionais viraram rotina na vida da artista que desde criança já sabia que seu destino era mesmo ser uma popstar.

Cantora sensação do mundo pop lança single e clipe da nova fase que considera a mais importante da carreira

Ela está de volta. Após o estrondoso sucesso com seu álbum de estreia, “De primeira”, Marina Sena lança hoje “Tudo pra amar você”, single que apresenta seu segundo disco, com lançamento previsto ainda para este primeiro semestre. Composta pela norte-mineira em parceria com Iuri Rio Branco – também produtor da faixa – a canção comprova que Marina Sena tem um jeito autêntico de fazer música pop e por isso tem se destacado de forma tão enfática na cena contemporânea. Um videoclipe dirigido por Vito Soares, acompanha o lançamento. Uma super produção com muita dança, flerte, jogatina e cenas quentes. 

A capa, o clipe, o vídeo de assinatura com a nova gravadora Sony Music e o figurino dos shows de Carnaval. Toda estética, desenvolvida pela diretoria criativa formada por Fernanda Fiuza e Vito Soares e pelo stylist Leandro Porto envolve o baralho, a mais nova paixão da cantora e compositora nascida em Taiobeiras. O som está ainda mais pop e internacional com um afrobeat cheio de malemolência. 

“É o início de uma fase muito importante da minha carreira. Casa nova, disco novo e composições nascidas de vivências totalmente diferentes”, afirma Marina. “ Acho que este single é uma dose bem gostosa de muita coisa boa que está por vir”, completa. O clipe também é motivo de empolgação para a artista. “Ficou tudo tão lindo, com uma narrativa bem ao meu estilo. Muita sensualidade, movimento, tensão sexual, um casting só com gente linda, e eu sendo gostosa e curtindo a vida, do jeito que eu gosto.” comemora. 

O álbum ainda não vai ter o nome revelado, mas a artista está certa que trará ainda mais conceito e prestígio para sua carreira, iniciada há dois anos e recheada de conquistas. “Por supuesto”, seu maior hit até agora, esteve no topo da lista das músicas mais viralizadas do mundo e soma mais de 100 milhões de plays só no Spotify. Ela ganhou três categorias do Prêmio Multishow, foi indicada ao Grammy Latino, cantou no Lollapalooza, Rock in Rio e nos outros principais festivais do Brasil. Sem falar nas idas à Europa, incluindo os importantes festivais Roskilde na Dinamarca e Sines em Portugal. 

Marina Sena quer conquistar o mundo e “Tudo pra amar você” é mais um passo para que isso aconteça. E de forma rápida.

Illy e Marina Sena estão juntas no single e clipe “Quente e colorido”. A canção faz parte do terceiro álbum de estúdio da cantora baiana, “O que me cabe”, com previsão de lançamento para fevereiro. A faixa produzida por Iuri Rio Branco e composta por Marina é pop com células do reggae. O arranjo e a harmonia entre as vozes das cantoras trazem um resultado especial para este encontro que chega com direito a clipe rodado na Bahia e dirigido por Dauto Galli.

As cenas foram rodadas no histórico e abandonado Cine Jandaia e num casarão no Santo Antônio Além do Carmo. “Marina é uma das maiores artistas do Brasil e o primeiro disco dela veio para provar isso. A gente se conheceu no Samba de Fraldas de meu filho, Martim e notei ali que além de uma cantora fantástica ela era alto astral”, conta Illy. “Antes disso, eu já tinha me apaixonado também pela compositora que ela é. Rimas fáceis, versos modernos e um jeito especial de falar sobre relações”, opina.

O encontro artístico entre as duas iria acontecer em 2020, num show de Illy em Belo Horizonte com participação de Marina que foi adiado por conta da pandemia. A relação continuou e em busca de repertório pro seu álbum, a baiana se encantou por “Quente e colorido”. “Illy é chique demais. Uma cantora super interessante e fiquei feliz quando ela falou que ia gravar minha música no disco. Acho legal que as pessoas me vejam também como compositora”, afirma Marina.

“Depois, fiquei ainda mais feliz quando ela me convidou pra cantar junto. Gravamos as vozes e filmamos o clipe numa vibe deliciosa e ainda passamos dias inesquecíveis em Salvador”, lembra. O resultado deste encontro acaba de chegar às plataformas de música através do selo Alá com distribuição da Altafonte.

 

Com direção de Mauricio Sacramento, o clipe da “Te Vi na Rua” já está disponível no youtube.

Silva, Marina Sena e RDD apresentaram a música do verão brasileiro, quente, colorida e vibrante como tem que ser.

Uma galera colou na gravação que teve a praia do Solar do Unhão e os arcos da comunidade como locação. Tertuliana, A Paulilo, Tia  Carol e mais uma galera estilosa e livre. Confira !

O burburinho na rede essa semana, foi sem sombra de dúvidas, a divulgação do novo single dos cantores Silva, Marina Sena e RDD.

O feat que chega às plataformas digitais nessa quinta, dia 16 às 21h, promete aquecer ainda mais a temperatura nesse verão escaldante.

”Te Vi Na Rua” chegará com clipe, tendo como um dos sets a praia do Solar do Unhão na Avenida Contorno na capital baiana,  metro quadrado mais disputado pelo banho gostoso, encontros e a mais bela vista da Baía de Todos os Santos.

 

Marina Sena vive uma noiva abandonada que todos vão querer casar no clipe de “Por Supuesto”. A música que conquistou o Brasil e o mundo, alcançando o primeiro lugar no Top Viral Global do Spotify acaba de ganhar filme dirigido por Vito Soares. Nele, a nova popstar brasileira canta, dança e sensualiza para um salão vazio, onde ela é a única grande estrela.

Algumas cenas foram inspiradas no filme “Beleza Americana” de Sam Mendes e traz Marina, como sempre, linda e dona de si. Aliás, a beleza é protagonista neste clipe apoiado pela “Quem disse, Berenice?”. Esta é a primeira produção que a cantora e compositora do Norte de Minas lança após o estrondoso sucesso do seu álbum de estreia, “*De primeira*”, produzido por Iuri Rio Branco.

“Acho que este clipe é para brindar a vitória de uma mulher, artista independente que está conquistando um lugar muito importante na história da música brasileira”, afirma Marina. “A gente já esperava que o disco, por ter sido feito com muita verdade, ia conquistar as pessoas e por isso coloquei o nome “De primeira”. Mas, tudo tem acontecido de forma ainda mais surpreendente”, comemora.

Marina Sena começou sua carreira há seis anos e desde então cantou nos grupos “A outra banda da lua” e “Rosa Neon”. Em janeiro, ela apresentou seu primeiro single solo, “Me toca” e já começou a dar sinais de que o sucesso estava por vir. Em junho, o segundo single, “Voltei pra mim”, arrebatou outros muitos corações e a promissora carreira da nova diva pop nacional teve seu ápice com o lançamento do álbum completo em agosto.

Seu rosto ficou estampado nas ruas de Nova York, São Paulo e Rio de Janeiro algumas vezes, através dos programas Spotify Radar e YouTube Foundry. Mês passado, “Por Supuesto” viralizou no TikTok sendo reproduzida mais de 200 mil vezes. Hoje a faixa ultrapassa os 20 milhões de plays só no Spotify.

Confira o clipe!


SA Agência Digital