sexta-feira, 28 janeiro 2022
Tags Posts tagged with "Luiz Caldas"

Luiz Caldas

Maria Bethânia por Uran Rodrigues

São 106 nomes, selecionados a partir dos 977 CDs e 101 DVDs inscritos na 26ª edição do Prêmio da Música Brasileira,  distribuídos em 16 categorias. A cerimônia, que este ano homenageia a santa-amarense Maria Bethânia, será realizada no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, nessa quarta(10), e marca o sexto ano de parceria com a Vale.  A apresentação será de Alexandre Nero e Dira Paes, com roteiro de Zélia Duncan e direção geral de José Maurício Machline, idealizador do Prêmio.

Este ano, Mônica Salmaso desponta como a recordista de indicações: quatro: Melhor Cantora e Melhor Disco, na categoria MPB. O CD ‘Corpo de Baile’ concorre ainda como Melhor Arranjador (Luca Raele) e Melhor Canção (‘Sedutora’, de Guinga e Paulo César Pinheiro).

A vice-liderança ficou com cinco artistas, com três indicações cada: Fernanda Takai: Melhor Cantora e Melhor Disco, na Categoria Canção Popular, pelo CD ‘Na Medida do impossível’, indicado ainda a Melhor Projeto Visual; Na Categoria Instrumental, Hamilton de Holanda concorre como Melhor Instrumentista, Melhor Grupo (Hamilton de Holanda Trio) e Melhor Álbum (‘Hamilton de Holanda Trio’).

Um dos destaques dessa edição foi o cantor Luiz Caldas, concorrendo em duas categorias, canção popular e regional, com dois discos diferentes. Luiz teve nada menos do que nove discos pré-selecionados este ano.

Ney Matogrosso está indicado como Melhor Cantor e Melhor Disco, na Categoria pop/rock/reggae/hip hop/funk, com ‘Atento aos sinais – ao vivo’, finalista ainda na Categoria DVD, onde concorre também Gilberto Gil, com ‘Gilbertos samba ao vivo’. O CD ‘Gilbertos samba’, está indicado a Melhor álbum de MPB e deu a Gil uma vaga entre os três finalistas na categoria, como Melhor Cantor.

Ganhaderias de Itapuã
Ganhaderias de Itapuã

O grupo baiano ‘As ganhadeiras de Itapuã’ também recebeu três indicações: Revelação, além de melhor Grupo e Melhor Álbum (‘As ganhadeiras de Itapuã’), na categoria Regional. O grupo conta com a participação de 10 crianças, seis músicos  – que tocam instrumentos de corda e percussão –  e mais 17 senhoras (Cantadeiras, Ganhadeiras, Lavadeiras).

A Bahia ocupa a terceira posição, com 11 indicações ao prêmio, ficando o Rio de Janeiro em primeiro lugar, como o estado com o maior número de indicações, 36, seguido por São Paulo, com 20.

A categoria revelação teve 170 artistas pré-selecionados e os finalistas foram: As ganhadeiras de Itapuã (BA), o violonista Jean Charnaux (RJ) e o pianista Luiz Guilherme Pozzi (PR). Já a categoria pop/rock/reggae/hip hop/funk teve o maior número de pré-selecionados: 145, seguida por MPB (com 86) e instrumental (com 73).

Os discos concorrentes podem ser ouvidos no site do Prêmio da Música (www.premiodemusica.com.br)

 

INDICADOS PRÊMIO DA MÚSICA BRASILEIRA 2015

CATEGORIA ARRANJADOR

ARRANJADOR

  • Francis Hime por ‘Navega Ilumina’  – Francis Hime
  • Luca Raele por ‘Corpo de Baile’ – Mônica Salmaso
  • Mario Adnet por ‘Dorival Caymmi Centenário’ – Vários

CATEGORIA CANÇÃO

MELHOR CANÇÃO

  • ‘Ano Bom’ de Arrigo Barnabé e Luiz Tatit –  intérpretes Arrigo Barnabé, Luiz Tatit e Lívia Nestrovski (CD ‘De nada mais a algo além’)
  • ‘Alguma voz’, de Dori Caymmi e Paulo César Pinheiro – intérprete Dori Caymmi (CD ‘Setenta anos’)
  • ‘Sedutora’, de Guinga e Paulo César Pinheiro – intérprete Mônica Salmaso (CD ‘Corpo de baile’)

CATEGORIA PROJETO VISUAL

ARTISTA

  • Erasmo Carlos, disco ‘Gigante gentil’ – Crama Design Estratégico
  • Fernanda Takai, disco ‘Na medida do impossível’ –  Hardy Design
  • Skank, disco ‘Velocia’ – Marcus Barão

CATEGORIA REVELAÇÃO

ARTISTA

  • As ganhadeiras de Itapuã, disco ‘As ganhadeiras de Itapuã’
  • Jean Charnaux, disco ‘Matrizes’
  • Luiz Guilherme Pozzi, disco ‘Brahms e Liszt: piano sonatas’

CATEGORIA CANÇÃO POPULAR

MELHOR ÁLBUM

  • ‘Abstraia, Baby’, de Luciano Salvador Bahia, produtor Luciano Salvador Bahia
  • ‘Matéria Estelar’, de Rhaissa Bittar, produtor Daniel Galli
  • ‘Na medida do impossível’, de Fernanda Takai, produtor John Ulhoa

MELHOR DUPLA

  • César Menotti e Fabiano (‘Memórias anos 80 e 90’)
  • Victor e Léo (‘Viva por mim’)
  • Zezé di Camargo & Luciano (‘Teorias de Raul’)

MELHOR GRUPO

  • Mustache e os apaches (‘Mustache e os apaches’)
  • Radiolaria (‘Vermelho’)
  • Saulo Duarte e a Unidade (‘Quente’)

MELHOR CANTOR

  • Johnny Hooker (‘Eu vou fazer uma macumba pra te amarrar, maldito!’)
  • José Augusto (‘Quantas luas’)
  • Luiz Caldas (‘Além da porta’)

MELHOR CANTORA

  • Carla Gomes (‘O tempo sou eu’)
  • Fernanda Takai (‘Na medida do impossível’)
  • Roberta Miranda (‘Roberta canta Roberto’)

CATEGORIA INSTRUMENTAL

MELHOR ÁLBUM

  • ‘Hamilton de Holanda trio’, de Hamilton de Holanda, produtores Hamilton de Holanda e Marcos Portinari
  • ‘O clássico violão popular brasileiro’, de Duo Assad – Sérgio e Odair Assad, produtores Sérgio Assad e Odair Assad
  • ‘Roendopinho’, de Guinga, produtor Luiz Carlos Pavan e Peter Finger

MELHOR SOLISTA

  • Hamilton de Holanda (‘Hamilton de Holanda trio’)
  • Lula Galvão (‘Saudade do futuro Futuro da saudade’)
  • Toninho Ferragutti (‘Comum de dois’)

MELHOR GRUPO

  • Hamilton de Holanda trio (‘Hamilton de Holanda trio’)
  • Jaques Morelenbaum e Cello samba trio (‘Saudade do futuro Futuro da saudade’)
  • Quarteto Maogani (‘Pairando – Maogani interpreta Nazareth’)

CATEGORIA MPB

MELHOR ÁLBUM

  • ‘Gilbertos sambas’, de ‘Gilberto Gil’ , produtores Bem Gil e Moreno Veloso
  • ‘Corpo de baile’, de Mônica Salmaso, produtor Teco Cardoso
  • ‘Valencianas’, de  Alceu Valença e Orquestra Ouro Preto, produtor Rodrigo Toffolo

MELHOR GRUPO

  • Casuarina (‘No passo de Caymmi’)
  • Clube do balanço (‘Menina da janela’)
  • ZR Trio (‘O Vento na madrugada soprou’)

MELHOR CANTOR

  • Caetano Veloso (‘Itunes session’)
  • Gilberto Gil (‘Gilbertos samba’)
  • Luiz Melodia (‘Zerima’)

MELHOR CANTORA

  • Leny Andrade (‘Iluminados’)
  • Mônica Salmaso (‘Corpo de baile’)
  • Nina Becker (‘Minha Dolores’)

CATEGORIA POP/ROCK/REGGAE/ HIPHOP/FUNK                                  

MELHOR ÁLBUM

  • ‘Atento aos sinais – ao vivo’ de Ney Matogrosso, produtores João Mário Linhares e Sacha Amback
  • ‘Multishow, ao vivo – 30 anos’, de Os Paralamas do Sucesso, produtor Leo Garrido
  • ‘Rainha dos raios’, de Alice Caymmi, produtor Diogo Strausz

MELHOR GRUPO

  • Nação Zumbi (‘Nação Zumbi’)
  • Os Paralamas do Sucesso (‘Multishow ao vivo – 30 anos’)
  • Skank (‘Velocia’)

MELHOR CANTOR

  • Erasmo Carlos (‘Gigante gentil’)
  • Ney Matogrosso (‘Atento aos sinais – ao vivo’)
  • Zeca Baleiro (Calma aí, coração’)

MELHOR CANTORA

  • Alice Caymmi (‘Rainha dos raios’)
  • Juçara Marçal (‘Encarnado’)
  • Marisa Monte (‘Verdade, uma ilusão tour 2012/2013’)

CATEGORIA REGIONAL

MELHOR ÁLBUM

  • ‘As ganhadeiras de Itapuã’, de As ganhadeiras de Itapuã, produtor Alê Siqueira
  • ‘Devoção’, de Carlos Farias e coral das lavadeiras, produtor Carlos Farias
  • ‘Dona Glorinha do Coco’, de Dona Glorinha do Coco, produtor Isa Melo

MELHOR DUPLA

  • César Oliveira e Rogério Melo (‘Cancioneiro do Rio Grande do Sul’)
  • Tião Reis e Zé Mineiro (‘Dieta do chá’)
  • Zé Mulato e Cassiano (‘Ciência matuta’)

MELHOR GRUPO

  • As ganhadeiras de Itapuã (‘As ganhadeiras de Itapuã’)
  • Carlos Farias e coral das lavadeiras (‘Devoção’)
  • Quinteto Violado (‘Eu disse freeevo!’)

MELHOR CANTOR

  • Alceu Valença (‘Amigo da arte’)
  • Luiz Caldas (‘Calundu’)
  • Mestrinho (‘Opinião’)

MELHOR CANTORA

  • Anastácia (’60 anos de forró e MPB’)
  • Dona Glorinha do Coco (‘Dona Glorinha do Coco’)
  • Marlui Miranda (‘Fala de bicho, fala de gente’)

CATEGORIA SAMBA

MELHOR ÁLBUM

  • ‘Beth Carvalho ao vivo no Parque Madureira’, de Beth Carvalho, produtores Beth Carvalho e Afonso Carvalho
  • ‘Grupo semente’, de Grupo semente, produtores Eduardo Neves e Grupo Semente
  • ‘Passado de glória – Monarco 80 anos’, de Monarco, produtor Mauro Diniz

MELHOR GRUPO

  • Demônios da garoa (‘Um samba diferente’)
  • Fundo de quintal (‘Só felicidade’)
  • Grupo semente (‘Grupo semente’)

MELHOR CANTOR

  • Arlindo Cruz (‘Herança popular’)
  • Martinho da Vila (‘Enredo’)
  • Monarco (‘Passado de glória – Monarco 80 anos’)

MELHOR CANTORA

  • Alcione (‘Eterna alegria – ao vivo’)
  • Beth Carvalho (‘Beth Carvalho ao vivo no Parque Madureira’)
  • Mariene de Castro (‘Colheita’)

FINALISTAS – ESPECIAIS                                   

DVD

  • Caetano Veloso / ‘Abraçaço’, diretores Paula Lavigne e Fernanda Young
  • Gilberto Gil / ‘Gilbertos samba ao vivo’, diretor Andrucha Waddington
  • Ney Matogrosso / ‘Atento aos sinais – ao vivo’, diretor Felipe Nepomuceno

ÁLBUM LINGUA ESTRANGEIRA

  • ‘Edith’ / Fábio Jorge, produtor Bruno Pompeu
  • ‘Mode human’ / Far from Alaska, produtor Pedro Garcia
  • ‘The Chico Buarque Experience’/ Vários, produtor O.J.Castro

ÁLBUM ERUDITO

  • ‘Presença de Villa-Lobos’ / Hugo Pilger e Lúcia Barrenechea, produtor Carlos de Andrade
  • ‘Prokofiev – Sinfonia n° 1, n° 2 e Sonhos ‘ / OSESP, produtor Ulrich Schneider
  • ‘Villa-Lobos – Sinfonia n° 10, Ameríndia’ / OSESP, produtor Ulrich Schneider

ÁLBUM INFANTIL

  • ‘Banda Mirim 10 anos – primeira cartilha e segunda cartilha’ / Banda Mirim, produtor Banda Mirim
  • ‘No ritmo da emboladinha’ / Caju e Castanha, produtores Caju, Castanha e João Marcelo Boscoli
  • ‘Zoró (bichos esquisitos) vol. 1’ /Zeca Baleiro, produtor Guilherme Kastrup

ÁLBUM PROJETO ESPECIAL

  • ‘Ballet de azul e vento’ / Alexandre Guerra, produtor Alexandre Guerra
  • ‘De nada mais a algo além’ / Arrigo Barnabé, Luiz Tatit e Lívia Nestrovski, produtor Mario Manga
  • ‘Dorival Caymmi Centenário’ / Vários, produtores Dori Caymmi e Mario Adnet

ÁLBUM ELETRÔNICO

  • ‘Abaporu’ / Gui Boratto, produtor Gui Boratto
  • ‘Mafagafo’ / Guga Machado, produtores Gabriel Triani e Renato Galozzi
  • ‘Zambê’ / Donatinho, produtores Donatinho e Alex Moreira

 

Uma turma descolada de turistas, artistas e habitués da paradisíaca Praia do Forte , litoral norte da Bahia, curtiu o glamour do réveillon Simplesmente Luxo. Animados pelo som dos cantores Jau, Luiz Caldas e do DJ Enrico Masiero, os presentes ainda contaram com a surpresa do cacique Carlinhos Brown, que prestigiou os amigos, dando uma canja no palco. Confira nos clicks de André Carvalho.

Luiz Caldas

A noite da virada na paradisíaca Praia do Forte, situado a pouco mais de uma hora e 80 quilômetros de Salvador, no município de Mata de São João, litoral norte da Bahia. tem um toque mais que especial na noite do dia 31 de dezembro. Os cantores Luiz Caldas e Jau cuidaram de todos os detalhes do show de réveillon. Com serviço top do chef Bartô, o Réveillon Simplesmente Luxo é um dos mais desejados, não só pelas lagostas e bebidas premium , mas por toda estrutura montada pela Forte Produções.

O cantor multi-instrumentista Luiz Caldas levará para a luxuosa festa toda mistura baiana de ritmos, que contagiam baianos e turistas desde os antigos carnavais até os dias de hoje. O pai do Axé Music apresentará um show com sucessos dos seus mais de 30 anos de carreira.

 

unnamed (6)
Jau

Com seu astral e musicalidade de raiz, o  cantor Jau, apresentará um show totalmente ligado à cultura baiana. Sucessos como ‘Já É’, ‘Café com Pão’, ‘Flores da Favela’ e muitos outros em seu tom singular, embalarão o público para a chegada do novo ano. Ainda a banda Faustão e as batidas eletrônicas do Dj Enrico Masiero somarão para a vibe positiva da virada.

O Simplesmente Luxo será realizado em um dos espaços mais ricos em história no Brasil, a Casa da Torre de Garcia d’Ávila.Tombada como Patrimônio Histórico Nacional, a também conhecida como Castelo de Garcia d’Ávila, Torre de Garcia d’Ávila, Forte de Garcia d’Ávila ou Casa da Torre; a construção é considerado a primeira edificação portuguesa de arquitetura residencial militar no Brasil, representado hoje por ruínas, exibindo características medievais, sendo a única construção do gênero em toda a América..

DSCN4412castelo-da-torre-de-garcia-d’avila_5917291

 

O Castelo Garcia D’Ávila fica á aproximadamente 4km da Vila de Praia do Forte. Pensando na comodidade e segurança a Forte Produções organizou um translado oficial gratuito para o evento. Os pontos de partida e chegada serão na entrada principal da Vila de Praia do Forte e os traslados começarão a partir das 21h30.

O trajeto será feito por vans que sairão a todo momento, fazendo o caminho de ida até o Castelo e de volta à Vila, ininterruptamente, sem pausa durante a festa. Para quem for de carro, terá um estacionamento gratuito e exclusivo em frente à guarita principal de Praia do Forte. Basta apresentar o convite do réveillon que o acesso será liberado.

SETOR LUXO: VALOR 1° LOTE R$ 790,00/PESSOA

Um espaço para quem quer curtir a festa à vontade. Decoração especial com redes, esteiras com almofadas e dosséis espalhados. CRIANÇA ATÉ 10 ANOS NÃO PAGA E DE 11 À 17 ANOS PAGA R$ 490,00. SERÁ OBRIGATÓRIA APRESENTAÇÃO DA IDENTIDADE. OS MENORES DEVERÃO ESTAR ACOMPANHADOS POR UM MAIOR RESPONSÁVEL.

 

SETOR MESAS: VALOR 1° LOTE R$ 890,00/PESSOA

Um espaço para quem quer curtir com mais conforto. Serão mesas com 08 cadeiras, podendo se estender ao máximo de 10 cadeiras. CRIANÇA ATÉ 10 ANOS NÃO PAGA E DE 11 À 17 ANOS PAGA R$ 890,00. SERÁ OBRIGATÓRIA APRESENTAÇÃO DA IDENTIDADE. OS MENORES DEVERÃO ESTAR ACOMPANHADOS POR UM MAIOR RESPONSÁVEL.

 

SETOR QUIOSQUES: VALOR 1° LOTE R$ 23.000,00/QUIOSQUE

Um espaço para quem quer curtir com conforte, privacidade e atendimento exclusivo. Serão quiosques com mesas, sofás e uma decoração diferenciada para o máximo de 20 pessoas.

 

SERVIÇO ALL INCLUSIVE

Em todos os setores constarão o serviço all inclusive com o buffet do renomado chef Bartô, do Restaurante Soho. Serão lagostas, sushis, sashimis, camarões, petit four, pratos quentes; um cardápio realmente sensacional. No serviço de bar teremos bebidas premium: WHISKY CHIVAS 12 ANOS, VODKA IMPORTADA ABSOLUT, CHAMPANHE, ENERGÉTICO RED BULL, CERVEJA HEINEKEN, REFRIGERANTE E ÁGUA.

VENDAS FORTE PRODUÇÕES

Rua Martins de Almeida, n. 58 – Jardim Apipema – SALVADOR

+55 71 3235-9486

 

Foto: Luiz Carlos Marauskas |Folhapress

Nesta segunda (17) acontece no Hotel Sheraton Bahia a comemoração pelos 15 anos da União Brasileira de Compositores – filial Bahia. Artistas de várias partes do país chegam a Salvador para este evento que contará com um bate-papo sobre Direitos Autorais. Na ocasião, Fernando Brant receberá convidados como Sandra de Sá, Manno Góes e o diretor de comunicação da UBC Ronaldo Bastos entre outros. A produção está a todo vapor e é assinada por Ginno Larry.

A noite promete ser movimentada! Uma homenagem será prestada ao sambista baiano Riachão, autor do sucesso “Cada Macaco no Seu Galho”. Também serão homenageados Luiz Caldas, Walter Queiroz, Alexandre Leão e Jorge Moreno.

 


SA Agência Digital