terça-feira, 31 janeiro 2023
Jade Showroom
Tags Posts tagged with "joão falção"

joão falção

Clarice Falcao Foto: Nana Moraes/Divulgação

Composições brilhantes não dependem de arranjos brilhantes. Por mais que produções cuidadosas transformem boas ideias em canções inesquecíveis, a essência de uma faixa independe daquilo que a cobre. A espinha dorsal de uma música é a sua verdade, sua vulnerabilidade, o sentimento bruto de um artista entregue. E esse é pilar de “Voz e Guitarra e Mais Coisa”, o novo show que Clarice Falcão vai apresentar neste domingo, dia 15 de abril, às 18 horas, na sala principal do Teatro Castro Alves (clique e compre). Inédito, o espetáculo traz a artista acompanhada de somente um músico, o guitarrista João Erbetta, e reinventa o repertório autoral de Clarice com arranjos sucintos e rebuscados, dando uma nova luz às canções dela. Os ingressos estão à venda na bilheteria do TCA, nos SACs do Shopping Barra e do Shopping Bela Vista ou pelos canais da Ingresso Rápido. Os duzentos primeiros compradores vão ganhar CD exclusivo da artista.
Com direção geral do pai da cantora, o renomado diretor e roteirista João Falcão, e direção musical de João Erbetta, “Voz e Guitarra e Mais Coisa” é, em pouco mais de uma hora, o passado, o presente e o futuro musical de Clarice Falcão, revelada no grupo Porta dos Fundos, que reinventou o humor na internet. Despidas dos arranjos sofisticados de Monomania (2013), seu aclamado álbum de estreia, e da versatilidade sonora do sucessor Problema Meu (2016), as composições de Clarice reluzem ainda mais nos novos arranjos, construídos sob camadas de guitarras, elementos eletrônicos e, a cargo da própria Clarice, percussão.

Clarice Falcão e seu pai o diretor João Falcão Foto Nana Moraes/Divulgação

Dinâmico, o novo formato traz nitidez à esperteza confessional das canções de Clarice, conhecidas pelos versos ora tristes, ora bem-humorados, mas que sempre revelam novos sentidos e camadas narrativas a cada verso. Além das faixas já conhecidas, como “Monomania”, “Vagabunda” e “Eu Me Lembro”, o show ainda traz a estreia de três canções inéditas, escritas para o terceiro álbum de Clarice, que tem lançamento previsto para 2019. Densas e reflexivas, as novas composições mostram uma faceta ainda mais corajosa da Clarice-compositora, onde ela discorre sobre a própria intimidade em versos tocantes e doloridos. Uma das inéditas, ainda sem nome, é uma parceria dela com Tim Bernardes, líder do grupo paulistano O Terno, e um dos mais talentosos compositores dessa geração. Complementam o repertório do show versões de “Que Loucura”, clássico de Sérgio Sampaio, e “Marli”, frevo assinado por João Falcão. (Guilherme Guedes)

 

SERVIÇO
O que: Clarice Falcão no show “Voz e Guitarra e Mais Coisa”
Quando: 15 de abril (domingo), 18h
Onde: Sala Principal do Teatro Castro Alves
Quanto: R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia), das filas A a W
R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia), das filas X a Z11
Classificação: 12 anos

VENDAS
Os ingressos para o espetáculo podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro Castro Alves, nos SACs do Shopping Barra e do Shopping Bela Vista ou pelos canais da Ingresso Rápido (www.ingressorapido.com.br).

MEIA ENTRADA
Estejam atentos! O Teatro Castro Alves cumpre a Lei Federal 12.933 de 29/12/2013, que determina que a comprovação do benefício de meia-entrada é obrigatória para aqueles que gozam deste direito. Estudantes devem apresentar a Carteira de Identificação Estudantil (CIE), não sendo aceitos outros documentos.

Com a sala principal do Teatro Castro Alves lotada na última noite de sexta-feira (29), um feito e tanto para o teatro que tem se mentido apenas aos sábados e domingos, o musical Gonzagão, A Lenda, de João Falcão cumpre sua terceira temporada em solo baiano. A primeira vez, no Teatro Jorge Amado foi tão vitoriosa que eles retornaram pouco tempo depois para uma apresentação pública para quase 5 mil pessoas na Praça Dois de Julho, no Campo Grande. O público baiano tem a chance de ver ou rever o premiado musical hoje a amanhã, sábado às 21h e domingo, às 20h Os ingressos custam a partir de R$15. Imperdível.
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Há três anos e meio em cartaz, o espetáculo Gonzagão – A Lenda, conta com oito atores e uma atriz que se revezam em uma viagem musical pela trajetória do Rei do Baião. A montagem apresenta cerca de 40 canções. Sucessos “Cintura fina”, “O xote das meninas”, “Qui nem jiló”, “Baião”, “Pau-de-arara” e “Asa branca” estão no repertório. Não tem como não se emocionar com as histórias. Curtíssima temporada!

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

SERVIÇO
Espetáculo Gonzagão – A Lenda
Datas: 30 e 31 de Julho
Local: Teatro Castro Alves
Horário: sábado, 21h; domingo, 20h
Telefone: (71) 4003-1212
Valores: R$ 100/ R$ 50 – setores de  A a W
R$ 50/ R$ 25 – setores de X a Z3
R$ 30/ R$ 15 – setores de Z4 a Z11

A Virada Cultural, evento promovido pela Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, acontece no próximo sábado(20) à partir 18 horas, terminando domingo(21) no mesmo horário, em diversas praças, centros de culturais, teatros e palcos espalhados por toda cidade.

O Palco Princesa Isabel será o espaço destinado aos musicais que tem conquistado o público pelo Brasil como Rita Lee Mora ao Lado, protagonizado pela cantora e atriz Mel Lisboa e  o show do cantor Tiago Abravanel cantando Tim Maia. Mas , um dos destaques será o  musical “Gonzagão  – A Lenda“, com apresentação de encerramento no domingo às 16:30h.

Com texto e direção de João Falcão, o espetáculo faz uma viagem musical pela trajetória do Rei do Baião, Luiz Gonzaga (1912-1989), e foi vencedor do Prêmio Shell 2012 de Melhor Música e de Melhor Produção.

Na peça, João Falcão apresenta dois novos talentos ao público: Marcelo Mimoso, que narra a história de Gonzaga no palco e canta a maioria das músicas, e a cantora Larissa Luz, em seu primeiro papel como atriz.

Gonzagão - A Lenda
Gonzagão – A Lenda

 

A história é iniciada no sertão do Araripe e traz duas mulheres importantes na vida do músico com outros nomes: Nazarena (o primeiro amor) e Odaléa (mãe de Gonzaguinha) são Rosinha e Morena, respectivamente, nomes que aparecem em músicas do compositor. A liberdade poética de Falcão criou um encontro que nunca aconteceu, entre dois mitos nordestinos, Luiz Gonzaga e Lampião.

O espetáculo conta com cerca de 40 canções, como “Cintura Fina”, “O Xote das Meninas”, “Qui nem jiló”, “Baião”, “Pau-de-arara” e “Asa branca“.

Confira a programação completa da Virada.

SERVIÇO:

Virada Cultural / Palco Princesa Isabe

Musical “Gonzagão – A Lenda”

Quando: Domingo(21), às 16:30h

Onde: Palco Princesa Isabel, Praça Princesa Isabel, S/N São Paulo

Quanto: Gratuito

Classificação: Livre

 

Os estreantes Larissa Luz e Marcelo Mimoso dão um show musical à parte no musical Foto: Divulgação

Depois do enorme sucesso de público e crítica, o premiado musical Gonzagão, A Lenda, volta a Salvador para duas novas apresentações sexta e sábado (06 e 07), às 19hs, na Praça do Campo Grande. Serão duas noites de muita música e emoção. Considerado um dos melhores musicais brasileiros, eleito pela Folha de SP e pelo Estado de SP um dos cinco melhores do ano, o espetáculo está em cartaz há pouco mais de 02 anos e foi vencedor recentemente de quatro prêmios Bibi Ferreira (Musical brasileiro, direção, direção musical e roteiro original). Em 2012 arrebatou o Prêmio Shell de Teatro de Melhor Música; e o Prêmio Qualidade de Melhor Espetáculo, dente outros. O espetáculo é gratuito.

O ator e cantor Marcelo Mimoso foi descoberto pelo diretor João Falcão Foto: Divulgação
O ator e cantor Marcelo Mimoso foi descoberto pelo diretor João Falcão Foto: Divulgação

 

Nessa montagem, o talentoso e inquieto João Falcão apresenta dois novos talentos ao público: Marcelo Mimoso, que narra boa parte da história de Gonzaga no palco e canta a maioria das músicas, nunca tinha assistido a uma peça antes. Filho de sanfoneiro, Marcelo é taxista e também cantor de forró. Foi descoberto pelo diretor João Falcão numa noite em que se apresentava em um bar da Lapa. O único papel feminino do elenco é da baiana Larissa Luz, o primeiro de sua carreira já que a conhecemos muito bem que ela não era atriz, mas sim cantora. Descoberta por João, assim como Marcelo Mimoso, Larissa substituiu Tatau no AraKetu e esta foi sua estreia no teatro.

1973799_538493069604625_1319043567_o

No total, oito atores e Larissa, que tem papel de destaque na montagem, se revezam no palco em uma viagem musical pela trajetória do Rei do Baião. Como em qualquer história de homem que vira mito, a vida de Luiz Gonzaga tem passagens em que as versões de seus biógrafos não convergem, em que realidade e fantasia se confundem, e o autor e diretor João Falcão se sentiu livre para tratar mais do mito do que do homem. Por falar no diretor, não é exagerado dizer que o pernambucano foi o grande responsável por revelar talentos baianos em rede nacional. Caso de Lázaro Ramos e Wagner Moura, que protagonizaram o espetáculo “A Máquina”,  adaptação de João Falcão do livro escrito por sua esposa Adriana Falcão. Em Gonzagão, A Lenda a história se repetiu. Outra atriz baiana Laila Garin, após algumas apresentações, deixou o papel para Larissa, para brilhar em Elis – A Musical.

O pernambucano João Falcão responsável por revelar talentos baianos Foto: Reprodução
O pernambucano João Falcão responsável por revelar talentos baianos em rede nacional  Foto: Reprodução

No espetáculo são executadas, ao vivo, cerca de 40 canções. Dentre elas, sucessos como “Cintura fina”, “O xote das meninas”, “Qui nem jiló”, “Baião”, “Pau-de-arara” e sua mais célebre criação, “Asa branca” fazem parte do repetrório. O musical foi apresentado em fevereiro deste ano, com sessões lotadas a preços populares no Teatro Jorge Amado. A procura do público foi tão grande que o espetáculo parte em nova turnê por oito cidades, começando por Salvador. Um grande privilégio para o público baiano conferir essa excelente montagem sobre o Rei do Baião.

 

 

Serviço

O que: Musical Gonzagão, a Lenda

Quando: Dias 06 e 07 de dezembro  (sábado e domingo)

Horário? 19hs

Local? Praça do Campo Grande

Entrada gratuita


SA Agência Digital