quinta-feira, 28 outubro 2021
Tags Posts tagged with "Elza Soares"

Elza Soares

Elza Soares

A CAIXA Cultural Salvador apresenta, a cantora Elza Soares em ‘A Voz e a Máquina’. Inédito na capital baiana, o show é uma parceria com os DJs Ricardo Muralha e Bruno Queiroz e mistura samba, jazz e batidas da música eletrônica. Serão três apresentações que acontecem sexta-feira (13) e sábado (14), às 20h, e domingo, às 19h.

Diva consagrada da música popular brasileira, Elza Soares mostra nesse show que está conectada com as novas tendências da música e empresta sua voz inconfundível a arranjos inusitados de canções bastante conhecidas pelo público.

 

No repertório, músicas como “Cálice”, Chico Buarque e Gilberto Gil, “Chega de Saudade”, de Vinicius de Moraes e Tom Jobim, “A Cidade”, de Chico Science e “W/Brasil”, de Jorge Benjor são executadas em arranjos que, além de samba e jazz, passam por gêneros eletrônicos como Drum & Bass, House e Techno.

Em um formato não convencional de apresentação, os DJs Bruno Queiroz e Ricardo Muralha, utilizam pads, tablets, teclados e outras ferramentas eletrônicas, misturando voz e máquinas em um espetáculo musical que surpreende. Os ingressos serão vendidos a R$ 5 e R$ 10, a partir das 9h da sexta-feira (13), para todas as apresentações, na bilheteria da própria CAIXA Cultural Salvador, que fica na Rua Carlos Gomes, 57, Centro, Salvador.

SERVIÇO:

O QUE: Elza Soares – A Voz e a Máquina

ONDE: CAIXA Cultural Salvador – Rua Carlos Gomes, 57, Centro

QUANDO: 13, 14 e 15 de janeiro (sexta-feira a domingo)

HORARIO: sexta-feira e sábado, às 20h; domingo, às 19h.

QUANTO: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia)

INFORMAÇÕES: (71) 3421-4200

CLASSIFICAÇÃO: livre

CONVENIÊNCIA: estacionamento gratuito ao lado

Terça(08), Dia Internacional da Mulher , a cantora Elza Soares sobe ao Palco Principal do TCA, às 20h, para a primeira edição do projeto “Mulher com a Palavra“, uma ação que busca discutir o empoderamento feminino por meio da arte.

Elza Soares, “A Mulher do Fim do Mundo” (título do premiado disco lançado por Elza em 2015) que tem mobilizado ainda mais a atenção das mulheres com a música “Maria da Vila Matilde”, vai soltar a voz no palco do teatro, mas dessa vez não será pelo canto, e sim numa conversa sobre a atual situação das mulheres e como ela se reinventou através da arte.

A história da mulher negra que sofreu com a pobreza nos anos de 1940 e foi declarada “cantora do milênio” pela BBC de Londres em 2015 será o ponto central para falar de gênero e conquista de espaços.

Ser negra, mulher e brasileira é para mim um grande orgulho e minha maior missão. Que todas as mulheres sejam homenageadas. Somos a grande força do mundo e nosso caminhar é sagrado”, declara Elza. Ela é a mulher do fim do mundo que veio do planeta fome, como a própria se define, e por isso tem muito a nos dizer. “Sua fala forte faz uma releitura da sua própria vida, buscando fortalecer outras mulheres que ainda não conseguiram se libertar“, declara a Secretária de Política para as Mulheres Olívia Santana, que também participará do evento. Quem mediará a conversa será a jornalista Malu Fontes.

O projeto é uma iniciativa da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Bahia e da Maré Produções Culturais, conta com o apoio da Companhia de Gás da Bahia –  Bahiagás . Os ingressos para o evento estão esgotados.

O último ensaio do Cortejo Afro desta temporada acontece nesta segunda (1º) e traz como convidada especial a cantora e atriz Larissa Luz que acabou de lançar seu ótimo trabalho batizado de “Território Conquistado”, segundo solo da carreira da cantora que ficou conhecida por liderar a banda Araketu. O ensaio do Cortejo Afro, um dos mais concorridos do verão, acontece partir das 21hs, no Largo Pedro Archanjo, no Pelourinho. No total, foram 10 edições com a praça sempre lotada e grandes participações convidadas pela banda Cortejo Afro como vem acontecendo há 18 anos. Além de Larissa, a banda O Quadro também leva suas suas batidas de hip-hop misturadas a outros gêneros musicais e provocam novas sonoridades.

Clique e ouça Território Conquistado de Larissa Luz com participação de Elza Soares

 

Serviço

O quê: Ensaio do Cortejo Afro com Larissa Luz e O Quadro

Quando: Nesta segunda dia 1º de fevereiro, às 21h

Onde: Largo de Pedro Archanjo – Pelourinho

Quanto: R$60/R$30

 

 

 

Finalmente chegou a hora de Salvador conhecer o mais recente álbum da cantora Elza Soares. No disco, “A Mulher do Fim do Mundo, a cantora dá mais um salto ao se unir à vanguarda musical paulistana, no primeiro trabalho de sua trajetória composto somente por canções inéditas. No dia 23 de janeiro de 2016 (sábado), às 21h, na Sala Principal do TCA a cantora faz o show de lançamento deste novo projeto para o público baiano.

A inovação se evidencia na sonoridade do novo disco – o 34º de uma carreira que já ultrapassa a marca de seis décadas –, proporcionada por um time de músicos idealizado e montado especialmente para a ocasião pelo produtor e baterista Guilherme Kastrup. Com o núcleo criativo formado por Kiko Dinucci(guitarra), Marcelo Cabral (baixo), Rodrigo Campos (guitarra), Celso Sim (direção artística) e Rômulo Fróes (direção artística), nomes conhecidos da cena paulista, o projeto traz onze faixas que transitam por gêneros diversos, como samba, rock, rap e eletrônico, em arranjos sobrepostos por timbres arrojados, ruídos, distorções e dissonâncias.

Gravado no Red Bull Studios São Paulo, em 2015,o álbum tinha o samba como ponto de partida, mas, acima de qualquer limite de gênero, os pilares fundamentais eram a liberdade de criação e de expressão. Confeccionadas sob medida para a voz de Elza, as canções levam a assinatura tanto de integrantes da banda quanto de outros compositores incensados da cidade, como José Miguel Wisnik, Cacá Machado, Clima, Douglas Germano e Alice Coutinho. São letras críticas, mais do que atuais, que jogam luz sobre a vida urbana de São Paulo, a partir de temas como transsexualidade, violência doméstica, narcodependência, a crise da água e a morte.

SERVIÇO:

 

O QUE: Show Elza Soares

QUANDO: 23 de Janeiro às 21h

ONDE: Teatro Castro Alves

QUANTO:  R$ 120 / R$ 60

ONDE COMPRAR: Bilheteria do teatro, SAC dos Shoppings Barra e Bela Vista e site Ingresso Rápido (www.ingressorapido.com.br).

 

Djs Leandro Vitrola Telefunksoul Raiz e Uran Rodrigues ao centro por Alex Dantas da Diferente Imagens

A primeira edição do baile “Qual é o Pente que Penteia?, chega com gás e vontade de ser a melhor festa do mundo. É o desejo de fazer um encontro de tribos, onde todos possam dançar sem limites, libertar as amarras e deixar o som conduzir os “nortes”, linhas e formas do corpo.

Tem coisa melhor do que ir a uma festa e poder dançar do inicio ao fim? Não gosto quando em um determinado momento da balada, o DJ toca uma música que foge ao clima do agito e faz o público diminuir o ritmo a ponto de parar e cansar. Adoro a energia musical que segue o fluxo da pista. Dançar uma música gostosa, que toca na alma e nos faz atingir estágios sublimes” Foi com esse pensamento e desejo que pensei em todos os detalhes do baile, que garanto ser um dos melhores que já produzi, com conceito e versatilidade, privilegiando a black music e a música dançante.

Djs Leandro Vitrola Telefunksoul e Raiz por Alex Dantas da Diferente Imagens2

 

Qual é o pente que te penteia? é muito mais que um cabelo arrumadinho, é um mix de grooves dançantes que vão deixar a galera, literalmente, de cabelo em pé! No line up, três djs de peso na cena  brasileira : Mauro Telefunksoul, Leandro Vitrola e Raíz – ambos com uma vasta bagagem de discotecagem – e muita black music, bahiabass, samba, rap, soul, funk, rasteirinha, kuduro, Raggamuffin e etc. Eles vão ferver a pista ao som de Elza Soares, Tim Maia, BaianaSystem, Seu Jorge, Saulo, Carlinhos Brown, Bob Marley, Joss Stones, Johnny Hooker, Cazuza, Emicida, Gaby Amaranto, dentre tantos outros.

No decorrer da noite, convidados darão para canjas super especiais. O DJ Mauro receberá Adelmo Casé. DJ Raíz  os angolanos dos grupo Os Nos Kuió Bwé e o MC kudurista Fábio Lima e ainda o rapper Afro Jhow. O Dj Leandro Vitrola receberá o músico Japa System.

A Commons Studio Bar, localizada na bairro do Rio Vermelho, em Salvador, foi o local escolhido, para o grande evento e celebrará 1 ano do site www.uranrodrigues.com, um veículo preocupado com o bem informar, com conteúdo, clareza e vida. Os ingressos estão a venda nas lojas Limits do Shopping Salvador e Shopping Barra e Ellus do Shopping da Bahia, patrocinador oficial do evento. 

Mauro Telefunksoul por Alex Dantas da Diferente Imagens

Ir a fundo em cada som, sem medo da inovação nem da mistura. O conselho é bom, e o DJ e produtor musical Mauro Telefunksoul sabe bem disto: com mais de 20 anos dedicados à atividade de djing, ele tem levado seu nome a lugares cada vez mais distantes graças a um trabalho incansável e destemido de pesquisa musical.

Atualmente, Telefunksoul é um dos maiores divulgadores do Bahia Bass (Gênero musical eletrônico que tem como principal característica a mistura da bass music mundial com o repertório musical e cultural da Bahia. ) novo ritmo baiano que vem conquistando novos adeptos a cada dia. Tanto é que uma das mais recentes aparições de seu trabalho foi em programas em rádios mundiais, como a rádio BBC 1’s Stories e A Tropical Beats  ambas de Londres, a Luso Fm da Alemanha, entre outras. O DJ é o curador da coletânea Bahia Bass vol 1 , um lançamento do selo Braza Music (SP), e tem outras tracks lançadas pelos selos Kafundó Records de Chicago (USA), Hy Brazil e Putz rec ambas cariocas. Lançou recentemente o EP AfroxéBa$$ pelo selo Usina Videos dedicado ao Bahia Bass.

Telefunksoul tem no currículo passagens nas maiores casas de música eletrônica do país, como as paulistas LOV.E, Overnight, Secreto Bar, Skol Beats Factory, Club Glass, Club 688 em Porto Alegre, Orbita Bar e Mucuripe em Fortaleza e a Casa da Matriz, no Rio de Janeiro. Em festivais como: Novas Frequencias –RJ, Invasão Baiana- CCBB RJ, Eletronika – BH, Festival Sangue Novo Globo FM, Festival de Verão Salvador e de Aracajú, Festival de Inverno de Vit. da Conquista, F/W Eletronic em Fortaleza e Techtronic em Brasilia. Já tocou ao lado de nomes como Benny Benassi, Nedu Lopes, Zegon, DJ Murphy, DJ Marky, Elza Soares, dentre outros muitos. Foi finalista na etapa nacional do Campeonato Mundial da RedBull Thre3style, e trabalha ainda compondo trilhas sonoras para desfiles e eventos de marcas como Maria Bonita Extra, Adidas e Tommy Hilfiger.

Atualmente, Mauro Telefunksoul é residente e co-produtor da festa Bass Down Low e é um dos artistas do selo paulista Braza Music e do selo carioca Putz Records, e faz parte do coletivo de DJs Pragatecno e Crokant. Por onde quer que passe, seu nome é sinônimo de versatilidade, pesquisa e muita vontade de ir além nos sons, sem medo de ousar.

Dj Leandro Vitrola por Alex Dantas da Diferente Imagens

 

O currículo do Dj Leandro surpreende pela simplicidade e originalidade do começo de sua carreira mantendo-se viva até hoje. Ao passar dos anos foi evoluindo e a cada dia se remodelando, porém nunca deixando de ser ele mesmo. De uma forma ou de outra o “maestro” está sempre presente contribuindo com sua arte para o melhor desenvolvimento dos trabalhos realizados mantendo e aumentando a cada dia o nível da música produzida em nosso estado.

Foram diversos grupos que o mesmo já colaborou, projetos que encabeçou e participou tendo como exemplo clássicos como Atitude Presente, Júri Nacional, Fúria Consciente e Afrogueto, bem como contribuindo com a safra nova da música local produzindo remixes de artistas locais como Magary Lord, Tonho Matéria, Margareth Menezes entre outros. O DJ Leandro Vitrola conseguiu ao longo dos anos, agregar e contribuir diretamente para com diversos estilos musicais e com diversos artistas.

Atualmente Dj Leandro se dedica aos trabalhos no estúdio Freedomsoulrec, onde grava e produz suas músicas. Faz parte do Vitrola71, atuando também no Coletivo Crokant ao lado do Dj Maurotelefunksoul e Dj Raiz,  acompanha o Mr. Armeng e faz várias participações  com os artistas locais sempre solícito e disposto a agregar com seu talento o bom rap produzido por essas bandas. Outros Projetos: SANTO 7 (DJ) e MEU PRETO (DJ).

Dj Raiz por Alex Dantas da Diferente Imagens

DJ Raíz é um dos percussores da Cultura Sound System na Bahia, integrante da equipe de som do Ministereo Público, do grupo Bemba Trio e do Coletivo Crokant. Tem como suas principais influências a música brasileira, africana e caribenha. Atualmente discoteca músicas eletrônicas e orgânicas dos guetos no mundo.

Além das diversas cidades da Bahia, Raíz já se apresentou em São Paulo, Rio de Janeiro, Manaus, Belém, Fortaleza, Canoa Quebrada, Recife, Olinda, Petrolina, Aracajú, Porto (Portugal) e Londres.
Em sua trajetória dividiu palco com Mano Chao, Lazzo Matumbi, Zion Train, BNegão, Eek-Mouse, Mv Bill, Mad Professor, Racionais, YT, Facção Central, Talib Kweli, Ceú , Martin Campbell, Earl 16, Massilia Sound System, The Congos, Midnite, Channel One Sound System, Million Stylez, Alika, Stylo G. Participou no álbum “Tamboreira” de Zé Paulo, na muśica Feijão com Arroz; No disco do projeto Salvador Negro Amor, na muśica Brilho e Beleza juntamente com Ninha e Margareth Menezes e Produziu o album “Sistema de Som Perambulante” do Ministério Público, lançado pela Red Bull.

SERVIÇO

Shopping da Bahia apresenta Baile Qual é o pente que te penteia? com DJs Mauro Telefunksoul, Leandro Vitrola e Raíz

Convidados: as cantoras Viviane Trípodi, o cantor Adelmo Casé, o grupo angolano Os Nos Kuió Bwé, o MC kudurista Flávio Lima, o rapper Afro Jhow, e o percussionista Japa System.

ONDE: Commons Studio Bar, Rio Vermelho

QUANDO: 29/10, às 23h

QUANTO: R$ 25,00 Antecipado

R$ 30,00 Lista (Porém não garante entrada ao evento/sujeito a lotação da casa)

R$ 35,00 no dia do evento

Vendas:  Ellus do Shopping da Bahia e Lojas Limits do Salvador Shopping e Shopping Barra, a partir dessa sexta.

Larissa Luz e Elza Soares
A cantora e atriz baiana Larissa Luz não esconde a felicidade de contar no seu mais novo single, com  a participação de uma das mais importantes “entidades” da Música Popular Brasileira , Elza Soares. O primeiro single do disco de Larissa, que tem como título Território Conquistado, tem previsão de lançamento para novembro pela Natura Musical.
Felicidade intensa, imensa… Não dá pra falar de mulher negra de força sem pensar nela! Elza é a personificação da resistência! Ela é gigante, um touro, é pressão e muito sentimento! É emoção vindo em avalanches sonoras! Elza, vc me representa!!!! Estou de alma lavada! Me sinto soltar raios de eletricidade! TERRITÓRIO CONQUISTADO! “A única coisa que separa a mulher negra de qualquer outra pessoa é a oportunidade” . Ocupamos nosso espaço, cada passo um pedaço.. Grito de entranhas, ímpeto feroz! Sigamos! Pra cima do algoz! Livre da sina e da obsessão .. cabelo pra cima, alma solta, fogo no olhar! AVANTE! Obrigada Elza soares por fazer de mim mais eu, mais poder, mais mulher!”pontou em seu face Larissa.
A música, que dará nome ao disco, tem letra e música de Larissa, e o álbum, com produção musical de Jr Tostoi e Pedro Tie, fala sobre mulheres negras e sua sexualidade, estética, fé, literatura e conquista de espaço, misturando hip-hop, samba, funk e soul. Elza Soares, que acaba de lançar o single “Maria da Vila Matilde”, sobre violência contra mulheres, lança em outubro o álbum A Mulher do Fim do Mundo.
Homenagearei algumas mulheres relevantes nesse processo, como Bell Hooks, Makota Valdina, Carolina de Jesus, Chimamanda Ngozi Adichie, Nina Simone. Escrevi as canções pensando nelas e dedicarei cada uma a uma delas. Quando penso em mulher negra de força na nossa música, não me vem outro nome na cabeça: Elza Soares. Ela é uma grande inspiração! Me sinto de alma lavada em poder dividir arte com ela.” contou Larissa ao site da Natura Musical

Elza Soares e nova geração da música

Com uma voz e timbre inconfundíveis, seus ruídos e marcas próprias, a cantora Elza Soares se preparada para lançar um novo trabalho intitulado A Mulher do Fim do Mundo, nome de uma das  faixas do álbum, com previsão de saída em outubro. .

A cantora se reuniu no mês de maio no Red Bull Studio em São Paulo, com um grupo de músicos expoentes da nova geração paulistana:  “São músicos maravilhosos, cada um melhor que o outro, quando junta todo mundo fica um Butantã. Ninguém sabe qual a melhor cobra que tem ali.” disse Elza em nota publicada no site do estúdio.

É o primeiro disco produzido inteiramente com músicas inéditas, feito pela artista, tendo no projeto os compositores e instrumentistas Kiko Dinucci, Rodrigo Campos, Marcelo Cabral, Romulo Fróes e Celso Sim, que, com o produtor Guilherme Kastrup, são responsáveis pela criação e estética do novo álbum.

Considerada pela rádio britânica BBC como a voz do milênio, Elza carrega desde os 13 anos, quando venceu o programa de calouros de Ary Barroso a força do povo negro, da nação brasileira na alma. “Sou uma mulher vencedora, sou uma guerreira” afirma. Uma vencedora que continua na batalha. “Eu canto para as mulheres, para os negros, para os gays. Desde o primeiro sutiã rasgado até agora falta muita coisa. Falta rasgar muita calcinha”.​ comentou Elza.

Confira toda a força dessa guerreira na interpretação da música A Carne, composta Seu Jorge, Marcelo Yuca e Wilson Capellette.

 

Marcia Castro

Com o sucesso da temporada de 2014 do projeto Pipoca Moderna no Clube Fantoches, Centro de Salvador, a cantora Marcia Castro acaba de divulgar os primeiros convidados da edição 2015, que será realizada dia 04 de fevereiro no Largo Pedro Archanjo, Pelourinho, Centro Histórico.

Saulo, Elza Soares e Edson Gomes foram os escolhidos da cantora, que busca promover encontros de artistas de diferentes estilos e gerações  no mesmo palco. O cantor Edson Gomes tem um “que” a mais para esse primeiro ensaio. O fato, é que Marcia acaba de lançar um EP nas plataformas digitais, contendo a regravação de Malandrinha, música composta por Edson em seu primeiro álbum (Reggae resistência, 1988, EMI-Odeon).

Malandrinha gravada por Marcia foi produzida por Kassin, com os teclados de Marcelo Jeneci, a bateria de Stephane San Juan e a percussão de Michelle ABU.  .

 

Pipoca Carioca

Marcia, que mora no Rio, estreia hoje (15) em solo carioca a temporada da Pipoca Carioca recebendo no palco os amigos Baby do Brasil, Pedro Luis e Teresa Cristina. Com shows todas as quintas, até o dia 05 de fevereiro no Aqua, casa de shows recém inaugura, localizada na tradicional esquina da Farme de Amoedo com Prudente de Moraes, em Ipanema, o projeto da Pipoca(Moderna e Carioca) contará com o agito do DJ Tutu Moraes, idealizador da tradicional Festa do Santo Forte. “O Pipoca Moderna nasce do desejo de levar para o palco essas “conexões” fundamentais e tão características da música brasileira. Todos os artistas convidados são figuras que participaram do meu processo musical, direta ou indiretamente, e pelos quais tenho uma forte admiração”, explica Marcia Castro.

 

SERVIÇO

O quê? PIPOCA MORERNA

Quem? Marcia Castro recebe Saulo, Elza Soares e Edson Gomes. Abertura Dj Tutu Moraes

Onde? Largo Pedro Archanjo, Pelourinho, Salvador, Bahia

Quando? 04 de fevereiro a partir das 21hs

Onde comprar? TicketMix 4003 1212

 

O quê? PIPOCA CARIOCA

Quem? Marcia Castro recebe Baby do Brasil, Pedro Luís e Teresa Cristina. Abertura Dj Tutu Moraes

Onde? Aqua, Prudente de Moraes , 416 Ipaneme , Rio de Janeiro

Quando? 15 de janeiro a partir das 21hs

Valor : Ingresso R$ 70,00 e Meia/Lista r$ 35,00 listapipocacarioca@gmail.com

 

 


SA Agência Digital