segunda-feira, 4 março 2024
Mariposa Itaigara
Tags Posts tagged with "Casa MAR"

Casa MAR

Em celebração ao Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e ao Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra, a Casa MAR – hub de cultura, influência e tecnologias criativas, promove a live ‘Pretas no Poder’ nesse domingo, dia 25 de julho.

O evento idealizado e produzido por mulheres negras, será transmitido no Canal do BuzzFeed Brasil, no Youtube, a partir das 16h.

A live contará com a presença de mulheres proeminentes em diversas áreas, como a jornalista Val Benvindo, a atriz Jeniffer Dias, a empreendedora Tamila dos Santos, a advogada e mestra em Direito Público, Camila Garcez e mediação da historiadora e transativista, Giovanna Heliodoro.

A live ‘Pretas no Poder’, além de apresentar inspirações para o público, tem como foco debater o lugar das mulheres negras nos espaços de poder, como a arte, a comunicação, o ciberespaço, a justiça/direito e os negócios.

“Ser mulher negra é enfrentar diferentes opressões e ao mesmo tempo, encontrar mecanismos para superar as desigualdades. Nosso objetivo é inspirar mulheres negras, compartilhando as nossas vivências e as ferramentas que utilizamos para nos fortalecer”, destaca Tamila dos Santos, CEO da Afroimpacto.

A atriz Jeniffer Dias, afirma que embora tenham um longo caminho a percorrer, as mulheres negras, tem mostrado diariamente o seu papel na formação do Brasil. “Com sangue nos olhos, enfrentamos discriminações, violências que a nossa sociedade nos impõe, e ainda assim conquistamos espaços de poder. Nós não estamos para brincadeira! ”, frisa.

O encerramento da programação será ao som da rapper Cronista do Morro[foto destaque]. A artista e compositora, revelação do hip hop baiano, que apresentará um pocket show com seu repertório forte, impactante e com versos que falam sobre a luta pela liberdade e sobrevivência.

CAPACITAÇÃO

Como parte do conjunto de ações, a Casa MAR, promove o Curso de Capacitação Profissional para Trancistas, realizado pela Afroimpacto, nas modalidades online e presencial. As inscrições iniciam no dia 25 e serão realizadas por plataforma virtual, e são ofertadas 45 vagas.

Sendo 15 disponíveis para pessoas iniciantes, com aulas presenciais a tarde, na parte técnica das tranças, e online para ensinar como montar o seu negócio. Além de 30 vagas para profissionais que desejem estruturar o seu negócio a partir das técnicas de empreendedorismo, com aulas online.

O curso é Ministrado por Tamila dos Santos – Afroimpacto; Ana Carolina Pinto – Afroimpacto e MAP; Monique Viana e Adriane Santiago – Afro Odara; Catarina Lima e Valéria Lima – VC Penteado Afro; e Fau ferreira – Afroempreendendo. Para participar, as mulheres devem se autodeclarar negras, indicarem que possuem disponibilidade para participar das formações e preencherem o formulário de inscrição. Todas as aprovadas receberão um aviso de confirmação da inscrição via e-mail cadastrado.

Para inscrição na Capacitação de Trancistas, acesse o LINK.

SOBRE AS PALESTRANTE

Val Benvindo
Jornalista de formação e produtora executiva. De 2008 a 2019 exerceu essa função no Bloco Afro Ilê Aiyê, desenvolvendo papel estratégico em eventos como Noite da Beleza Negra, Semana da Mãe Preta e os desfiles carnavalescos, além de shows e viagens. Assinou a produção executiva no Troféu ‘Dodô & Osmar’, no Prêmio Braskem de Teatro e na reinauguração do Teatro Castro Alves (2016).
Em 2016, Val também dirigiu, produziu e roteirizou o curta ‘Outra Face’, que conta a história da noite da beleza negra. Em 2017 assumiu a produção da carreira da jornalista e digital influencer Tia Má. Além disso, produziu “Na Rédea Curta – A peça”, fruto do canal homônimo do YouTube que narra o cotidiano de mãe e filho, dentro do universo baiano. Desde 2017 Val passou a integrar o trio de apresentadores da ‘Noite da Beleza Negra do Ilê Aiyê’. Atualmente apresenta a coluna “Meu nome é Val” no programa ‘Band Mulher’, do canal Band Bahia.

Jeniffer Dias
Atriz em movimento: que canta, dança, produz e dirige; recentemente finalizou a sua participação na segunda temporada da premiada série ‘Segunda Chamada’ da TV Globo como a motogirl Antônia. Nascida em Niterói, ela é produtora e uma das idealizadoras do ‘Projeto 111’, um movimento de resistência cultural (@centoeonze.projeto). Formada pela Escola de Atores Wolf Maya e pela Escola Sesc de Teatro, começou a sua carreira no elenco do programa de TV ‘Esquenta’ da TV Globo, ao lado de Regina Casé.
Depois emendou trabalhos na ficção: deu vida a personagem “Dandara” em ‘Malhação Vidas Brasileiras’ e a Luana na novela ‘Novo Mundo’, ambas produções da TV Globo. Protagonizou o curta-metragem ‘Carne’, de Mariana Jaspe. Depois foi Kátia na comédia romântica ‘Ricos de Amor’ da Netflix. Durante a Quarentena (em casa): dirigiu, produziu e protagonizou um filme que está em fase de montagem.

Tamila Santos
Assistente Social (UFBA), Especialista em Gestão Social (Instituto Amani) e Mestranda em Design (CESAR). Trabalha com diversidade, inovação e liderança há 10 anos. É fundadora e CEO da AFROIMPACTO, uma Escola Online de Afroempreendedorismo que impulsiona pessoas e negócios pretos.

Giovanna Hiliodoro
Historiadora, comunicadora, produtora e colunista do BuzzFeed. Símbolo da luta a favor da igualdade de gênero, ela aborda assuntos atuais e sociais, levando debates para as suas redes. Além de acumular mais de 109 mil seguidores no Instagram, a mineira é apresentadora do canal ‘Trans Preta’, no Youtube. Nele, ela compartilha as suas vivências em meio a transição, discute questões sociais, raciais e sobretudo ligadas a gênero e sexualidade. Além desses, ela também fala sobre beleza, entretenimento e gastronomia.

Camila Garcez por Fernanda Maia

Camila Garcez
Camila Garcez, advogada, candomblecista, Mestre em Direito Público pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), sócia do escritório MFG Advogadas Associadas, membro da Comissão Especial de Combate à Intolerância Religiosa OAB-BA.

REALIZADORAS

Casa MAR
A Casa Mar é um hub de cultura, influência e tecnologias criativas que tem como principais objetivos potencializar criatives – com foco em pluralidade e protagonismo negro e LGBTQIA+, sendo um espaço de conexão entre realizadores, público, marcas e oportunidades de negócio.

A partir de seleções, criatives de diferentes áreas passarão por um processo de incubação na Casa Mar e por formações interdisciplinares, com o objetivo de alavancar seus projetos e potencializar os seus negócios.

Pensado como um espaço onde a inovação e a arte são vivenciadas, praticadas e propagadas, o térreo da Casa MAR – localizada no bairro do Rio Vermelho, abriga um estúdio de podcast e espaço paisagístico; o primeiro andar traz um estúdio musical e galeria de arte; enquanto o segundo andar abriga um bistrô, coworking e espaço multiuso.

Toda estrutura da Casa MAR foi pensada para receber de forma completa, festivais de música e cinema, estreias de teatro, espetáculos de dança e festivais de gastronomia com todo o suporte para que esses eventos aconteçam e cheguem aos mais diversos públicos.

SOLOS
O foco da SOLOS é mobilizar pessoas para transformar a cadeia dos resíduos em todo Brasil. A empresa faz isso através de operações que facilitem o descarte sustentável das embalagens pós-consumo e contam essas histórias com afeto para influenciar a mudança de comportamento e gerar impacto na vida das pessoas até das tartarugas marinhas.

A SOLOS foi fundada oficialmente no início de 2018, mas o trabalho da startup começou desde 2016, quando Saville Alves e Gabriela Tiemy desenvolveram um projeto e o submeteram para um edital de pré-aceleração de negócios de impacto (Triggers).

Das 500 iniciativas inscritas, a SOLOS foi a única do Norte/Nordeste selecionada e as duas tiveram que tomar a primeira grande decisão como sócias, mudaram para São Paulo onde, após 7 meses, foram finalistas do programa.  “Essa experiência foi fundamental para modelarmos o nosso negócio e ampliarmos a nossa visão de mercado, através do apoio de nossos mentores, grandes empresários e executivos do país”, conta Saville.

As duas jovens empreendedoras reconhecem que o universo das startups ainda é majoritariamente masculino, mas reforçam a expectativa para a transformação do mercado “Embora o mundo dos negócios ainda seja intimidador para nós mulheres, vemos a crescente presença das mulheres, especialmente como pequenas empreendedoras, pois o empreendedorismo nos permite ter flexibilidade e ocupar espaços de tomada de decisão”, comenta Gabriela.

Afroimpacto
Afroimpacto é um negócio social de educação que torna o empreendedorismo acessível para pessoas negras. Com o foco em orientar as marcas e empresas a construírem futuros inclusivos. Além de criar cursos e mentorias acessíveis para população negra.
Em dois anos, a Afroimpacto atendeu mais de 1158 pessoas de regiões diferentes do país. Além de ter produzido mais de 10 cursos e dois Festivais nacionais de Afro-empreendedorismo.

Para mais informações sobre live ‘Pretas do Poder’, curso de capacitação para trancistas, sugestões de pauta e entrevistas @casamar.art, @afroimpacto, @alimentosolos.

Em parceria com a Casa Mar e a Cooperguary, o projeto Alimente Solos lançou nessa quinta, dia 08 de julho o primeiro delivery de reciclados gratuito do Brasil: O projeto RODA.

O serviço embrionário será oferecido inicialmente para os moradores do bairro do Rio Vermelho em Salvador, contando com a coletiva seletiva de produtos secos e limpos para uma destinação apropriada.

Vidro, papel, alumínio, eletrônicos, plástico e eletrodomésticos serão recolhidos de forma gratuita e encaminhados para a cooperativa que conta hoje com cerca de 30 colaboradores diretos. Para obter o serviço, tanto pessoa física como os estabelecimentos comerciais, só é necessário agendar através do 71 98611 7004.

Aproveite para seguir @casamar.art e @alimentesolos.

Estão abertas as inscrições gratuitas para a oficina “Coloque Seu Negócio No Digital”, uma realização do hub Casa MAR, em parceria com a primeira cerveja brasileira, Bohemia Puro Malte.

Destina para a capacitação de 200 mulheres negras e empreendedoras, o objetivo do projeto é qualificar essas trabalhadoras que atuam no comércio informal, à utilização da internet e redes sociais como ferramentas de trabalho, ampliando suas possiblidades de vendas, lucro e novos negócios.

“Queremos apresentar conteúdos e ferramentas com uma linguagem simples para que possam crescer seus negócios, inseri-los no digital e torná-los cada dia mais sólidos”, explica Tamila dos Santos, Ceo da Afroimpacto e consultora de educação da Casa Mar.

Ao longo de quatro semanas de capacitação, serão realizadas oficinas virtuais via Youtube, acompanhado de um desafio a ser empreendido ao longo da semana. Quem participar das aulas e cumprir todos os desafios será premiada com uma contribuição especial para auxiliar o fluxo de caixa, e um cooler personalizado da primeira cerveja brasileira, Bohemia Puro Malte, que possibilitará manter a refrigeração dos materiais perecíveis de trabalho.

Atenta à importância da sustentabilidade como agente transformador da realidade social, a Casa MAR – hub de cultura, influência e tecnologias criativas, aposta em ações pautadas nos pilares da educação, empreendedorismo social, sustentabilidade, cultura e audiovisual.

Para participar, as empreendedoras precisam ser negras, de Salvador, trabalharem no ramo da alimentação com pequenos negócios, formalizados ou não e possuírem acesso à internet. As inscrições são através do telefone/WhatsApp 71 98397-4052

SOBRE A CASA MAR

A Casa Mar é um hub de cultura, influência e tecnologias criativas idealizado pela MAP Brasil e que tem como principais objetivos potencializar criatives – com foco em pluralidade e protagonismo negro e LGBTQIA+, sendo um espaço de conexão entre realizadores, público, marcas e oportunidades de negócio.

A partir de seleções, criatives de diferentes áreas passarão por um processo de incubação na Casa Mar e por formações interdisciplinares, com o objetivo de alavancar seus projetos e potencializar os seus negócios.

Pensado como um espaço onde a arte é vivenciada, praticada e propagada, o primeiro andar da Casa MAR – localizada no bairro do Rio Vermelho, abriga uma galeria para exposições de artes plásticas e fotografia; o segundo andar traz um espaço multiuso e palco para artes plásticas, cinema, teatro, dança, gastronomia e música; o terceiro andar apresenta um estúdio de produção musical – gerido pelo DJ e produtor baiano UBUNTU; enquanto o térreo revela um estúdio de podcast totalmente equipado.

Toda estrutura da Casa MAR foi pensada para receber de forma completa, festivais de música e cinema, estreias de teatro, espetáculos de dança e festivais de gastronomia com todo o suporte para que esses eventos aconteçam e cheguem aos mais diversos públicos.

Mais no Instagram @casamar.art

Val Benvindo, Mariana Jaspe e Dan Ferreira com o Ilê Aiyê

A Casa Mar, um projeto da MAP Brasil, é um espaço de pluralidade, conexão, protagonismo negro e LGBTQI+ que chega a Salvador, a partir deste mês de fevereiro, e traz o conceito de hub de cultura, influência e tecnologias criativas para um casarão que fica localizado no tradicional Largo de Santana, no bairro do Rio Vermelho.

O lançamento será com o Circuito MAR, que conta com apresentação de Val Benvindo, direção de Mariana Jaspe, Dan Ferreira e uma programação diversa e que traz artistas já conhecidos do público baiano para apresentações únicas no Carnaval.

Com o cancelamento da folia por conta da pandemia de Covid-19, o Circuito MAR promete manter a alegria do público que poderá curtir de casa. Além de ser um suporte para artistas e profissionais do carnaval que estão impossibilitados de exercer suas atividades no momento.

Os shows estarão disponíveis no canal da Casa MAR no YouTube, no sábado (13) e domingo (14) – final de semana oficinal da folia.

O Ilê Aiyê, primeiro bloco afro do Brasil, conhecido por sua tradicional saída no sábado de Carnaval, será a primeira atração do Circuito Mar e não deixará o dia tão importante passar em branco. A BATEKOO, movimento cultural de afirmação da negritude através da música, da dança e moda, fará uma participação no show, que traz sucessos já conhecidos do público.

“Ficamos muito felizes com o convite, principalmente por esta ser a nossa única apresentação durante esse carnaval tão diferente”, afirma Iracema Killiane, vocalista do bloco.

Já no domingo, dia do tapete branco passar pela Avenida, o Circuito Mar receberá os Filhos de Ghandy, com repertório que mescla cânticos de candomblé e clássicos da MPB. Logo depois é a vez do cantor e compositor Gerônimo convidar um dos grandes nomes da nova geração da música baiana, a cantora Nara Couto, fechando a grade de atrações.

“Não vamos desistir nunca, a cultura do Brasil é o nosso carnaval”, afirma o compositor de “É D’Oxum”.

O Circuito Mar vai ainda promover a única ação de sustentabilidade e inclusão socioeconômica para cooperativas de reciclagem neste período, através da realização de um circuito para coleta de embalagens em locais de grande geração, como bares e restaurantes.

“A ação dá continuidade ao trabalho que realizamos junto com a MAP, One Stop e as cooperativas no carnaval 2020, quando coletamos 162 toneladas de materiais recicláveis e promovemos a geração de R$ 1 milhão em renda”, explica Saville Alves, sócia da SOLOS, co-realizadora da iniciativa sustentável.

O projeto vai também doar resíduos têxteis para que costureiras, que chegam a ter 30% da renda familiar anual dependente do trabalho no carnaval, confeccionem bonecas, que serão entregues a crianças de creches e comunidades de Salvador.

SERVIÇO
O quê: Circuito MAR
Quando: 13 de fevereiro, às 21h – Ilê Aiyê recebe BATEKOO
14 de fevereiro, às 13h – Filhos de Gandhy
14 de fevereiro, às 19h – Gerônimo recebe Nara Couto

Onde: Canal da Casa MAR no YouTube


SA Agência Digital