Curso de música africana movimenta Casa do Carnaval 

Curso de música africana movimenta Casa do Carnaval 

Estão abertas as inscrições para o curso Vivências em Músicas de M’bira, que promove três meses de imersão na musicalidade ancestral a partir do instrumento típico da África Austral.

As aulas têm como cenário a Casa do Carnaval (Pelourinho) e acontecem aos sábados, das 14h às 16h, entre julho e setembro. O investimento mensal é de R$ 80 e as inscrições podem ser feitas por meio do link ou a partir do perfil @mbira.brasil, onde o público encontra mais informações sobre o projeto.

Quem ministra as aulas é o músico baiano Thon Nascimêmtos, que acolheu o instrumento como tema de sua pesquisa de doutorado em Música, Cultura e Sociedade, em andamento na Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). A ancestralidade africana também foi sua inspiração em dois cursos de mestrado: Etnomusicologia, pela Ufba (Universidade Federal da Bahia) e Ensino em Relações Étnico-Raciais pela Uesb (Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia).

O conteúdo do curso inclui introdução à história da m’bira Nyunga Nyunga; características físicas e acústicas, afinação, e técnicas de execução; tablaturas da m’bira Nyunga Nyunga; aprendizado de canções tradicionais africanas e afro-brasileiras; experimentações sonoro-musicais; desenvolvimento criativo da musicalidade integral; e princípios teórico-musicais (harmônicos, estético-formais) da música de m’bira.

O curso Vivências em Músicas de M’bira é resultado do sucesso do projeto de mesmo nome, que, em maio deste ano, promoveu oficinas em espaços culturais que simbolizam a conexão entre África e Bahia. Além da própria Casa do Carnaval, a ação passou pelo Muncab (Museu Nacional da Cultura Afro-Brasileira) e pela Unilab (Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira), em São Francisco do Conde.

Registros históricos dão conta de que a m’bira (pronuncia-se “imbira”) foi o primeiro instrumento da família dos lamelofones criado na África, cerca de  1000 a.C. Desde então, a peça formada por teclas de metal fixadas a um suporte de madeira, incorporou particularidades ao migrar para outros países, dentro e fora do continente africano.  A tradição da fabricação e uso da m’bira é uma marca do povo shona, que vive no Zimbábue, Zâmbia e Moçambique e tem o instrumento como um meio de comunicação com o plano espiritual. 

SERVIÇO

O quê: Curso Vivências em Músicas de M’bira, com Thon Nascimêmtos

Local: Casa do Carnaval (Praça Ramos de Queirós, s/n – Pelourinho)

Período: Julho a Setembro; sábados, das 14h às 16h

Investimento: R$ 80 mensais

Inscrição: https://acesse.one/i5Ghj

Mais informações: @mbira.brasil / mbira.brasil@gmail.com / (71) 99288-3995