sexta-feira, 19 abril 2024
O Pente - Sampa

Arquivos

Nesta quinta (07), às 20h, em meio a construção de uma agenda que busca justiça racial e econômica, tendo a difusão da cultura como um de seus eixos de atuação, Vírus leva seu som potente a segunda edição do “Rima e Rap” música, poesia e atitude “marginal”.

Com convidades e repertório especial
rememorando os “velhos tempos”, como destaca o próprio artista, o show será uma simbologia a coletividade.

“Fico feliz em ver cada um seguindo
sua carreira solo e independente. A ideia é
também, lembrar de onde partimos!”, contou o artista.

A apresentação acontece no encerramento da
Conferência Internacional Iniciativa Negra por
Direitos, Reparação e Justiça (5 a 7 de dezembro).

O Festival visa a promoção de uma cultura de paz, do debate sobre Segurança Pública e a prática do autocuidado radical. O encontro será realizado na Biblioteca Central do Estado da Bahia, a primeira biblioteca pública do Brasil.

Atualmente, Vírus segue em processo criativo para elaboração de novo álbum e produção de videoclipes, ambos autorais. Nos palcos e festivais, circula com o Show SANKOFA, à exemplo da 19a edição do Aldeia do Velho Chico (PE), do projeto “Quinta da Casa”, no Teatro Cambará da Casa Rosa (BA) e Salvador Capital Afro (BA).

O que: Vírus, DJ DMT, Cabokaji e Cronista do Morro no Festival de Rima e Rap – 2a edição;
Quando:Quinta, 07 de dezembro a partir das 17h;
Local: Biblioteca Central do Estado da Bahia – Rua General Labatut, 27 – Barris; Quanto: gratuito;
Mais sobre o evento/ingressos: 2o Festival de Rima e Rap da Iniciativa Negra (Sympla)

Foto Caio Lirio


SA Agência Digital