terça-feira, 18 junho 2024
Faccia Cure
Tags Posts tagged with "Teatro Gamboa Nova"

Teatro Gamboa Nova

A ator baiano Rafa Bulhões volta aos palcos do Teatro Gamboa Nova em Salvador, nos dias 4 e 5 de setembro próximos, abrindo o mês que pauta a visibilidade LGBTQIA+ com seu espetáculo solo Devir Gazela.

A história permeia lembranças e memórias um pouco violentas e questões existenciais vividas por Rafael, que performa sua própria existência; ele conta poesias de textos contemporâneos; é um trabalho sobre a presença do artista, seu material auto-biográfico, composição de teatro-dança e agora experimento cênico devido ao formato online adotado pelo Teatro Gamboa Nova para o cenário pandemico, que mantém uma programação online regular.

A performance retorna aos palcos pela primeira vez desde que foi decretada a Pandemia. Devir Gazela teve temporada interrompida por decreto estadual do Rio de Janeiro de fechamento dos teatros e museus em março de 2020. Este retorno marca um novo momento para o teatro, com ausência de público na plateia mas sem fronteiras por conta da transmissão feita pelo próprio Teatro Gamboa Nova.

O que: Teatro, performance Devir Gazela
Onde: www.teatrogamboaonline.com.br
Quando: 4 de setembro, sábado 19h | 5 de setembro, domingo 17h /2021
Quanto: R$20 inteira | R$10 meia

Foto Nanai Dió

Leandro Santolli, , Eduardo Viana e Ana Carolina Alves

Dez inserções curtas que falam sobre o amor e a complexidade dos desejos aos 20 anos. Esta é a proposta dos atores Leandro Santolli, Ana Carolina Alves e Eduardo Viana, que estreiam Relatos Sentimentais para Corações Juvenis, no Teatro Gamboa Nova, em Salvador.

Intercalando monólogos, nos quais discorrem sobre sentimentos amorosos como paixão, desilusão, perdas e frustrações, os atores relatam uma série de situações cotidianas vividas por cada um , num jogo onde ficção e realidade se misturam na ciranda de relações dos jovens corações. Ana Carolina sofre porque foi abandonada, já Eduardo quer se apaixonar e Leandro, seu melhor amigo, está apaixonado por ele.

O espetáculo é inspirado no texto de Rafael Gomes, que conta com cenografia de Bianca Tourinho e marca mais uma parceria da Dona Maria Produções Artísticas com o Teatro Gamboa Nova.

SERVIÇO :

O QUE: Relatos Sentimentais para Corações Juvenis 

ONDE: Teatro Gamboa Nova, Salvador

QUANDO:  15, 16 e 17 de março às 20:00h/ 18(Sábado) às 17:00h e às 20:00h/(Domingo) 19/03 às 17:00h

QUANTOInteira – R$ 20,00 || Meia – R$10,00

Ficha Técnica
Adaptação: Leandro Santolli
Elenco: Ana Carolina Alves, Eduardo Viana, Leandro Santolli
Cenografia: Bianca Tourinho / Será que Ornô
Iluminação: Maria Carla
Figurino: Leandro Santolli
Produção e Coordenação de produção: Dona Maria Produtora Artística / Leandro Santolli
Assessoria de imprensa: Lindete Souza
Operação de som : Bárbara Láis
Preparação Vocal : Lia Gondim
Direção de movimento : Leandro de Oliveira

Foto: Andrea Magnoni/Divulgação

Quem ainda não foi ao Teatro Gamboa Nova para conhecer o projeto multilinguagens Isto Não É Uma Mulata que conta com monólogo-manifesto da atriz baiana Mônica Santana e exposição de seus desenhos e poemas tem só até este fim de semana. São duas apresentações diárias, às 18h e 20h, sexta e sábado, dias 20 e 21, datas que coincidem com a celebração pelo Dia da Consciência Negra, o que não se trata de uma mera coincidência. Para completar o trabalho da jornalista e pesquisadora, a fotógrafa Andrea Magnoni, que se debruça nas temáticas ligadas à diversidade, apresenta um ensaio fotográfico do projeto. Isto Não É Uma Mulata questiona a problemática da mulher negra a partir de discursos sacralizados.

Partindo da famosa frase proferida por Gilberto Freyre “Branca para casar. Mulata para  fornicar. Negra para trabalhar”, a artista tece obras que questionam as formas de representação da mulher negra: seja a mestiça hipersexualizada, de formas exuberantes e sempre disponível para o sexo, seja a negra escura para o serviço braçal. É com o ponto de partida de ironizar a imagem canonizada da mulher negra nas artes e na mídia, visitando diferentes referências e criando novos discursos que a performer, atriz e educomunicadora Mônica Santana desenvolve o projeto multilinguagens Isto Não é Uma Mulata, contando com a produção da Gameleira Artes Integradas. O termo “mulata” é altamente debatido e repudiado por movimentos de consciência negra por tratar-se de animal sem identidade.

Transitando entre a performance e teatro, o solo passeia numa zona de ironia, visitando clichês na representação da mulher negra, por vezes, reduzida ao trabalho doméstico, à sensualidade da passista carnavalesca, ao corpo exuberante. Também entram em cena, referências da cultura pop, da música, criando novas estratégias para um exercício de teatro político, onde o movimento, a dança e o paradoxo são recursos explorados, sem empregar didatismo. O projeto conta com a produção da Gameleira Artes Integradas e traz a direção musical de André Oliveira, figurinos de Cássio Caiazzo, soluções cenográficas de Deilton José, maquiagem de Nayara Homem e iluminação de Luiz Guimarães.

 

SERVIÇO

O QUE: Isto Não É Uma Mulata – Solo Peformático e Exposição

QUANDO: Último fim de semana, sexta e sábado, sempre em duas sessões, às 18h e às 20h

ONDE: Teatro Gamboa Nova

QUANTO: R$20 (inteira) e R$10 (meia entrada)

A exposição fica em cartaz até dezembro na Galeria Jayme Figura, no Teatro Gamboa Nova.


SA Agência Digital