segunda-feira, 26 julho 2021
Tags Posts tagged with "Sergio Laurentino"

Sergio Laurentino

Foto: Caique Bouzas/Divulgação
Estreia nesta sexta-feira (13), às 19h, no Solar Boa Vista, no bairro do Engenho Velho de Brotas, o espetáculo solo “Se Deus Fosse Preto – O Legado de LOID”. A montagem, que terá ainda mais duas apresentações, nos dias 19 e 20 de janeiro, é protagonizada pelo ator Sérgio Laurentino, do Bando de Teatro Olodum. O enredo parte de reflexões sobre a vida, a fé e a humaniade, culminando em uma situação hipotética: “Como seria se o Deus cristão, ocidental, cultuado pela maior parte das religiões, desaparecesse? No lugar dele, um Deus negro, com outros valores, outra doutrina e outro templo”. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).
Serviço
O QUÊ: “Se Deus Fosse Preto – O Legado de LOID”
QUANDO: 13, 19 e 20 de janeiro, às 19h
ONDE: Solar Boa Vista
VALOR: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)

Como seria se o deus cristão, ocidental, cultuado pela maior parte das religiões, desaparecesse? No lugar dele, um deus negro, com outros valores, outra doutrina e outro templo. O espetáculo “Se Deus Fosse Preto”, primeiro monólogo do ator Sergio Laurentino, estreia no Teatro Vila Velha, em Salvador.

O ator já conhecido por sua performance no Bando de Teatro Olodum, faz apenas duas apresentações nos dias 24(Sábado) e 25(Domingo), às 20h, no Cabaré dos Novos, percorrendo sua interpretação, inúmeras reflexões sobre a vida, a fé, a humanidade e culmina nessa situação hipotética.

 O espetáculo tem como personagem central Loid, homem negro preso injustamente pelo assassinato de sua filha e de sua esposa. Durante o tempo no cárcere, ele escreve textos que, após a sua morte, se revelarão como base para a criação de um novo paradigma mundial. Em pouco tempo, as ideias de Loid ganham repercussão absurda e tornam-se a nova religião universal. Com elementos de ficção científica, o texto faz um percurso até os anos 3.000, revelando surpresas de um mundo que viu a queda das religiões vigentes e o surgimento de um novo Messias.

Com texto e atuação de Sergio Laurentino, a peça marca também a estreia do ator Jean Pedro (Câncer, Por que Hécuba, Hamlet) como diretor.

SERVIÇO:

O QUE : Se Deus Fosse Preto com Sergio Laurentino

ONDE: Cabaré dos Novos – Teatro Vila Velha

QUANDO: 24 e 25 de outubro às 20h

QUANTO: R$ 20 (inteira) e 10 (meia)

 


SA Agência Digital