sábado, 16 outubro 2021
Tags Posts tagged with "Russo Passapusso"

Russo Passapusso

Fotos Felipe Miranda

A trajetória do músico Sebastián Piracés-Ugarte tem como a coletividade como marca. Muito disso se deve à história que ele construiu ao lado dos demais integrantes da banda Francisco, el Hombre. Agora, ele se desvencilha de tal modelo para mostrar todo o caos artístico que habita nele.

A sua estreia solo chega por meio do disco Sebastianismos. Este, inclusive, é o vulgo que o artista adota nesta jornada, que, por mais que seja individual, está longe de ser solitária.

O trabalho, que acaba de chegar aos aplicativos de streaming, vai do reggaeton ao punk rock, de músicas de amorzinho e putaria até posicionamentos políticos. Para isso, ele conta com as participações especiais Russo Passapusso(BaianaSystem), Malfeitona, Jaloo e  Luê.

“Boa parte do processo do disco foi feita em segredo”, conta Sebastián, que foi criando tudo em meio às turnês e viagens da banda pela América Latina e enquanto fazia a trilha para um espetáculo da São Paulo Companhia de Dança. “Foi um trabalho terapêutico, de sonhar e de fazer do sonho meta; e encarar os desafios até realizar o que eu queria: me sentir bem comigo mesmo, ser fã de mim mesmo”, lembra.

As sementes foram sendo jogadas ao mundo aos poucos. Quatro das faixas de Sebastianismos chegaram em formato de singles. São elas: “Culto Al Culo”, que traz um elogio bem humorado a todas as bundas do planeta e passa a mensagem de um jeito leve, criativo e  dançante. “Calma”, com a participação de Jaloo; e “Sexo de Manhã” e “Fudeu”,  ambas produzidas ao lado de Lucas Silveira, da banda Fresno.

Com refrão chiclete e roupagem latina (a sonoridade tem elementos de bachata, gênero oriundo da República Dominicana), “Fala Que Me Quer” surgiu como trilha do namoro à distância de Sebastián com a artista baiana Malfeitona. Relacionamento este que, hoje, deixou para trás empecilhos geográficos. Com isso, ela participa de “Ai Meu Coração” (Malfeitona gravou a voz de dentro do armário da casa deles). “Ela é a grande responsável por eu ter começado a escrever músicas românticas nesse disco, então não poderia ficar de fora. Improvisei versos em espanhol e português em cima de uma base de dancehall, mas ainda sentia falta de algo: a voz dela”, comenta Sebastián.

Malfeitona e Sebastianismos

Com participação da cantora paraense Luê, “Ouvidinho” teve como ponto de partida as antigas músicas do Skank. Além de ter contado com a produção de Dudu Marote, responsável por trabalhos icônicos da banda mineira, como Calango (1994) e Samba Poconé (1996), a faixa teve o baixo gravado pelo baixista do Skank: Lelo Zaneti.

O artista abusa da sensualidade em “Tu Sexo Es Mi Medicina”. Para ele, “é pura hipocrisia amor sem putaria”. Em “Click Click Click”, por sua vez, Sebastián aborda a dependência que a sociedade tem das redes sociais, criando um espiral sonoro dessa relação nada saudável.

Sebastianismos e Russo

Faixa mais política de Sebastianismos,“Kontrasistema” surgiu como um grito em um momento em que as manifestações no Chile alarmavam sobre a desigualdade social e também exigiam a implementação de reformas sociais profundas, sem falar na situação social e política vigente no Brasil. A voz de Russo Passapusso, da banda BaianaSystem, agrega para o tom urgente de “Kontrasistema”.

Letra de kontrasistema

Filho de pai chileno e mãe mexicana, Sebastián, que nasceu no México e tem fortes laços com a América Latina, deixou mais duas faixas do trabalho serem influenciadas pela situação do Chile: “Todo Esta Normal” e, por fim, “Renuncia”. “Eu sou chileno também. Ver 1 milhão de pessoas do meu povo vibrando junto, me inspirou. Decidi escrever esse poema para manifestar o meu apoio”, finaliza.

Acompanhe tudo no Instagram @sebastianismos

Tracklist:

1. Sexo de Manhã

2. Fala que Me Quer

3. Ai Meu Coração (feat. Malfeitona)

4. Ouvidinho (feat. Luê)

5. Culto al culo

6. Calma (feat. Jaloo)

7. Fudeu

8. Tu Sexo es Mi Medicina

9. Click click Click

10. Kontrasistema (feat. Russo Passapusso)

11. Todo Está Normal

12. Renúncia

Ficha técnica:

SEBASTIANISMOS

Produção Musical: Sebastianismos, Lucas Silveira, Dudu Marote,  Góbi, Jan Luska e Lucs Romero

Arranjos: Sebastianismos

Direção Artística:  Sebastianismos

Produção Executiva:  Sebastianismos e Difusa Fronteira

Managment: Felipe França Gonzalez

Composições: Sebastianismos e Russo Passapusso (em Kontrasistema)

Feats:  Jaloo, Russo Passapusso, Luê e Malfeitona

Participações nos arranjos: Andrei Kozyreff, Helena Papini, Lelo Skank, Lele e Pedro Lobo.

Mixagem: Guigo Berger ,Tiago Abrahão e Dudu Marote

Master: Felipe Tichauer e Icy Sasaki (em Ouvidinho)

Selo: Antikontra

Identidade Visual: Leo Lucena

Distribuição: ONErpm

Editora: Difusa Fronteira

Assessoria de Imprensa: Trovoa Comunicação

Assessoria de Web: Alice Brondani e Patrick Ghidotti

Quando falamos da música baiana, é muito fácil ter o axé como primeira lembrança. Mas a Bahia não é monotemática. Em entrevista ao canal Papo de Música, comandado pela jornalista Fabiane Pereira, o cantor e compositor Russo Passapusso, vocalista do BaianaSystem (principal manifestação artística do Brasil contemporâneo), faz uma leitura da produção musical do Estado e fala dos processos, bastidores e expectativas que giram em torno do grupo e da sua carreira-solo.

“A Bahia tem muita ligação com a praia, mas também tem ‘as ruas de trás’, que são bem amplas, em que tudo aflora. É de lá que vem novas fontes musicais”, analisa ele. “Por mais que eu fale que existem essas ruas de trás, elas vão pro mar. O mar banha tudo e ele tem o seu próprio tempo”, divaga.
Russo Passapusso vê o sucesso do BaianaSystem como resultado de experimentações. “Existia uma insegurança no começo, nós não estávamos satisfeitos com os formatos pré-determinados da indústria musical”, ele revela. Isso impactou diretamente no formato de construção e composição do grupo, que contabiliza os aclamados Duas Cidades (2016) e O Futuro Não Demora (2019) em sua discografia – ambos produzidos por Daniel Ganjaman. “Com Ganjaman ao nosso lado, veio a segurança que nos faltava no começo. Ele é entusiasta e entendeu a gente. É um elo de comunicação”, conta.
Mesmo com a boa receptividade aos trabalhos anteriores, Russo entrega ao Papo de Música: “Não tem apego, não… Eu já quero é fazer um novo disco”.

Sobre o canal Papo de Música

O Papo de Música é um dos raros espaços no YouTube que tem a música como protagonista. Comandado pela jornalista Fabiane Pereira e dirigido pelo videomaker Vitor Souza Lima, o canal traz, semanalmente (toda terça-feira, ao meio-dia), uma entrevista inédita com algum cantor ou cantora. Com um tom íntimo e pessoal, o Papo de Música não se restringe a nenhum nicho musical e diversidade é uma das suas principais características. Em um ano e meio de existência, o canal lista mais de 70 entrevistas. Passaram por ele nomes como Erasmo Carlos, Criolo, Adriana Calcanhotto, Pabllo Vittar, Daniela Mercury, Djonga, Xande de Pilares, Tuyo e Duda Beat.

Foto de Sérgio Carvalho

Russo Passapusso por Leco de Souza

Uma parceria do Banco do Brasil  com o Governo do Estado, o Festival Sai da Rede acontece em Salvador neste sábado, dia 28 de outubro, a partir das 17h, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves, com apresentações musicais de Liniker e os Caramelows, Russo Passapusso e Criolo.

O evento será em benefício dos hospitais Martagão Gesteira e Aristides Maltez.

No show, Liniker e os Caramelows vão mostrar ao público canções como “Zero”, “Tua” e outras. Já Russo Passapusso, apresenta pela primeira vez na Concha Acústica seu disco solo “Paraíso da Miragem”. E Criolo estreia na capital o show do recém lançado álbum todo dedicado ao repertório de sambas.

Em tempo: os ingressos para o evento já estão esgotados.
SERVIÇO

O QUE: Show beneficente em prol dos hospitais Aristides Maltez e Martagão Gesteira

QUANDO: 28 de outubro a partir 17h

ONDE: Concha Acústica do Teatro Castro Alves

Texto by Luize Lopes

Russo Passapusso e BNegão

São 12 anos de resistência em prol da boa música, na busca da batida perfeita que aproxima os extremos. O Ministereo Público, coletivo formado pelos djs e produtores musicais Raíz e Pureza junto ao técnico de som Regivan, está na estrada desde 2005 tendo no reggae e na essência da cultura jamaicana a base sonora que motivou o aprofundamento das pesquisas e consequentemente firmamento das estruturas do Sound System, protagonizando o Bahia Bass.

A valorização do vinil e as canções que falam da realidade dos guetos é ponto alto do Sound System, que celebrará na próxima quinta(02) na Varanda do Kaos no Rio Vermelho, o encontro dos maiores representantes do movimento: o baiano Russo Passapusso, líder da banda BaianaSystem, o carioca BNegão e o estourado DJ Magrão.

Ministereo Público
Ministereo Público

A “guigue” vai rolar na rua, em clima super democrático, mas quem desejar saborear uma feijoada e um serviço diferenciado pode colar no Kaos que contará com um espaço reservado e open bar de vodka, cerveja, refrigerante, chopp e água no Sexy Yemanjá. O Kaos fica localizado na Praia da Paciência no Rio Vermelho em Salvador. News no instagram @kaoscomk.

SERVIÇO:

O QUE: Sexy Iemanjá com Ministereo Público e participação de Russo Passapusso, BNegão e Dj Magrão

ONDE: Kaos, Praia da Paciência, Rio Vermelho , Salvador

QUANDO: Quinta(02) a partir das 13h

QUANTO: R$ 100 (Primeiro Lote)

 

O Clube Fantoches, no Largo Dois de Julho, um dos espaços mais históricos e tradicionais do centro de Salvador, vai sediar a temporada de verão 2017 da Quinta Sem Salto. O promoter Dudu Barros, criador da label, convidou a banda Psirico para ser a atração principal dessa primeira edição da festa, que vai acontecer no dia 15 de dezembro(quinta-feira), a partir das 20h.

Os cantores Russo Passapusso, da banda BaianaSystem, e Vandal, são atrações confirmadas e o DJ Mauro TelefunkSoul também integra o line up do agito. “Vamos realizar neste verão três edições da festa, em dezembro, janeiro e fevereiro, que serão verdadeiros esquentas para o carnaval”, conta Dudu.

A Quinta Sem Salto já se tornou um dos principais eventos do calendário festivo da cidade e sempre acontece em locais inusitados e irreverentes. Seu diferencial é contar com atrações ecléticas, que fazem sucesso com diversos ritmos musicais, do pagode ao funk, do eletrônico ao pop.

 

SERVIÇO:

O QUE: Quinta Sem Salto de Verão com Psirico e participação de Russo Passapusso e Vandal

QUANDO: 15 de dezembro (quinta-feira), 20h

ONDE: Clube Fantoches – Rua Democrata, 10 – Largo 2 de Julho

QUANTO: A partir de R$ 30

ONDE COMPRAR: SYMPLA

 

A música será a trilha da diversão e da alegria na principal cidade da Chapada da Diamantina. Um dos principais eventos do interior da Bahia, o Festival de Lençóis volta a reunir artistas consagrados e da região, de 13 a 15 de outubro, na Praça Horácio de Mattos, em Lençóis. Nesta 18ª edição, a programação musical será aberta, na sexta-feira, com shows de Mart’nália, Russo Passapusso, Délcio Luiz e Cidade Liberal (de Mucugê), encerrando no sábado com as apresentações do Baile do Bem (Sandra de SáSérgio Loroza e Negra Li), Ju MoraesFamília Grão de Luiz e Griô e Zion (local). A entrada é franca.

O evento será aberto oficialmente na quinta-feira (13/10), com o lançamento da exposição e do livro Unidades de Conservação da Bahia e show de Lazzo MatumbiLuciano Silva e Natália Cunha e Bateia de Renda (local), no Palco Unidades de Conservação, montado ao lado da Prefeitura Municipal. Produzido pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente, a proposta do livro é apresentar às Unidades de Conservação, através de imagens registradas com a sensibilidade e a estética do olhar dos fotógrafos Ruy Rezende Sérgio Cedraz. Trata-se de um grande ensaio fotográfico, que contempla diversas manifestações da natureza, como rios, lagos, cachoeiras, a fauna e a flora.

Ruy Rezende
Ruy Rezende

Este ano, o festival volta a promover a campanha Bahia Sem Fogo, ação da Secretaria do Meio Ambiente, contra as queimadas que atingem a Região da Chapada da Diamantina. Durante suas apresentações, todos os artistas irão mobilizar a comunidade e convocar o público para ter muita atenção em jogar pontas de cigarros e utilizar velas e outros materiais inflamáveis perto da vegetação.

O Festival de Lençóis é produzido e realizado pela Pau Viola, com o patrocínio do Governo do Estado da Bahia e apoio da Prefeitura Municipal de Lençóis. Confira a grade completa com a data e o horário das atrações.

 

PROGRAMAÇÃO

QUINTA-FEIRA (13/10)

18 horas:    Luciano Silva (sax)

19 horas:    Natália Cunha e Bateia de Renda

20 horas:    Lazzo Matumbi

SEXTA-FEIRA (14/10)

20 horas:    Cidade Liberal

21h30:        Russo Passapusso

23 horas:    Mart´nália

01 horas:    Délcio Luiz

SÁBADO (15/10)

20 horas:    Família Grãos de Luz e Griô

21h30:        Ju Moraes

23 horas:    Baile do Bem (Sandra de Sá, Sejão Loroza e Negra Li)

01 horas:     Zion  

*No dia 15/10 haverá apresentação das Fanmul Fanfarra Musical de Lençóis e Fanmut Fanfarra Musical de Tanquinho.

SERVIÇO

O QUE: 18° FESTIVAL DE LENÇÓIS com  Mart´nália, Baile do Bem (Sandra de Sá, Sejão Loroza e Negra Li), Ju Moraes, Lazzo Matumbi, Russo Passapusso, Luciano Silva, Délcio Luiz, Zion, Família Grão de Luz e Griô, Natália Cunha e Bateia de Renda e Cidade Liberal.

QUANDO: 13 a partir das 18h e  14 e 15 de outubro a partir das 20 horas

ONDE: Lençóis – Chapada da Diamantina – Bahia

Entrada franca

Apaixonado pelos palcos baianos, o cantor Emicida retorna a Salvador para apresentar o seu show em homenagem ao continente africano, “Sobre Crianças, Quadris, Pesadelos e Lições de Casa” no palco da Concha Acústica do Teatro Castro Alves no dia 04 de setembro. A noite será de celebração familiar, pois o rap paulista abriu espaço para o show de abertura do seu empresário e irmão, Evandro Fióti, conhecido como Fióti, lançando o seu primeiro EP “Gente Bonita”.

No álbum que traz composições realizadas em parceria com Emicida, Fióti conta com participações nas seis faixas, dos parceiros Rodrigo Campos, Thiago França, Curumin, Anelis Assumpção, Juçara Marçal, Mauricio Fleury, Zé Nigro, entre outros, apresentando no EP sua faceta de compositor, violonista e cantor.

O show traz músicas em francês, crioulo caboverdiano, inglês e português. Além de cantar, Fióti se divide entre violão, guitarra e percussão em quase todas as canções. A banda é composta por Sivuca (bateria), Carlos Café (percussão), Rodrigo “Digão” (baixo), Louise Wolley (teclado), Mônica Agena (guitarra), Ana Eliza (sax), Edy (trombone) e Richard Fermino (trompete). Fióti também assina a direção artística da turnê e, com Fejuca, a produção musical . Os arranjos de metais são de Edy Trombone e o figurino de João Pimenta.

Já Emicida, o anfitrião da noite, contará com as participações dos cantores Russo Passapusso, líder do BaianaSystem e Móbbiu. O repertório, centrado em “Sobre Crianças”, tem também novas interpretações para canções do disco “O Glorioso Retorno de Quem Nunca Esteve Aqui” e das mixtapes desde o início da carreira, além de surpresas que o artista escolhe a cada show.

No palco, a banda é formada por Doni Jr. (cavaco/violão), Anna Trea (guitarra/percussão), Carlos Café (percussão), Samuel Bueno (baixo), DJ Nyack e Sivuca (percussão). Xuxa Levy, produtor de “Sobre Crianças…”, assina a direção musical do espetáculo. O figurino é de João Pimenta.

A realização é da Isé Música Criativa e da Laboratório Fantasma, com apoio de Globo FM, Afreeka Store e Shopping da Bahia.Os ingressos estão à venda na bilheteria do TCA, nos SACs Barra e Bela Vista e no site  e custam R$80 (inteira) e R$40 (meia); para o camarote, o preço é R$150 (inteira) e R$75 (meia).

 

SERVIÇO:

O QUE: Emicida & Banda, com participação de Russo Passapusso e Móbbiu/ Abertura: Fióti

QUANDO: 04 de setembro, 17h

ONDE: Concha Acústica do Teatro Castro Alves, Salvador

QUANTO: R$80 (inteira) e R$40 (meia entrada); R$150 (inteira camarote) e R$75 (meia entrada camarote).

ONDE COMPRAR: INGRESSO RAPIDO / Bilheteria do TCA(Horário de Funcionamento: De segunda a sábado, das 10h às 22h; domingo, das 9h às 21h)/ SAC do Shopping Barra(Horário de Funcionamento: de segunda a sexta, das 10h às 17h; sábado, das 8h às 12h)/ SAC do Shopping Bela Vista(Horário de Funcionamento: de segunda a sexta, das 10h às 17h; sábado, das 8h às 12h)

INFORMAÇÕES: (71) 3535-0600

2 de Julho, Dia da Independência da Bahia será o marco também na cena musical de Salvador. A Zero – Pirâmide Rio Vermelho, abrirá as suas portas dando as boas vindas ao público soteropolitano ávido por música boa e livre de rótulos. A casa chega para somar na noite do bairro mais boêmio da cidade, com uma programação diversificada, agradando a todos os públicos e estilos.

Com capacidade para 500 pessoas, o espaço contará com serviço de qualidade, levando selo master das melhores produtoras da capital baiana. O cantor Russo Passapusso, que na sexta(01) estará em Sampa apresentando o seu CD solo “Paraíso da Miragem” no Sesc Vila Mariana, marca presença no sábado(02) na Zero ao lado do rapper Vandal, para um live sossegado com os Dj Drácula e Mahal Pita na festa que marca a inauguração oficial da mais nova balada de city.

A ZERO fica localizada na Rua Conselheiro Pedro Luiz, 113, Pirâmide Rio Vermelh, Rio Vermelho. Os ingressos custam R$ 30 + R$ 3 de taxa e podem ser retirados no site SYMPLA.

Natural da cidade de Feira de Santana, sudoeste da Bahia, foi em Salvador que o cantor e compositor Russo Passapusso desenvolveu a originalidade do seu som, mesclando em seus projetos como na BaianaSystem e Bemba Trio, o melhor do samba, do pop, rap à cultura popular.

Em seu trabalho de carreira solo, lançado em 2014 com apoio da Natura Musical, Russo mostra  em Paraíso da Miragem, outra vertente do seu fazer artístico, com um lado mais saudosista, concentrado e pausado. O projeto conta as participações de B Negão, Edgard Scandurra, Anelis Assumpção e Marcelo Jeneci, já passando por São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e Salvador,sendo realizado novamente na capital baiana,em espaço maior, na Praça Tereza Batista no Pelourinho.

O show acontece nessa quarta(20), a partir das 20 horas, sendo  Russo acompanhado pelos músicos do projeto: Curumin (bateria) Lucas Martins (baixo) Zé Nigro ( teclados) Saulo Duarte (guitarra) Maurício Badé (percussão) e Edy Trombone (trombone). 

A abertura fica por conta do Dj Opreto,  idealizador e produtor da Festa NozMoskada. A festa conta ainda com as participações especiais de Curumin e Saulo Duarte que farão blocos especiais com músicas dos seus projetos pessoais.

SERVIÇO:

O QUE: Show Russo Passapusso e o Paraíso da Miragem

QUANDO: Quarta(20), a partir das 20h

ONDE: Praça Tereza Batista –  Pelourinho, Salvador

QUANTO: 40  (inteira) e 20 (meia) a venda nos Balcões Ticketmix ( Barra, Shopping da Bahia e Salvador Shopping), no site www.centralblack.com.br e no local no dia do evento.

Russo Passapusso por Fabio Bitão

O projeto musical mensal JØNGØ acontece mais uma vez no Amsterdam Pop Club, no Largo dos Aflitos, nesta sexta-feira, 6 de novembro, a partir das 23h. Nesta edição da festa, cujo nome de origem africana faz referência a ritual de batuque ou samba com acompanhamento de tambores e solista no centro, os convidados são Russo Passapusso e Mahal Pita, integrantes da aclamada BaianaSystem.

No sábado, 7 de novembro, o ritmo muda um pouco na casa mais moderninha da cidade. A noite é de muito POP em mais uma edição da festa FREAK. No bar, Catuaba dobrada a noite, além de opções diversas de drinks. Na pista de dança, muita luz negra e acessórios neon colorindo a noite, que começa às 22h30 com performance de Aimée Lumière e da Drag DJ DesiRée Beck.

 

SERVIÇO:

JØNGØ

6 de novembro (sexta-feira), 23h

Convidados: Russo Passapusso e Mahal Pita (Baiana System)

Ingressos: R$ 25 (Pista) e R$ 60 (Camarote Open Bar)

Vendas: http://www.sympla.com.br/Amsterdam e no local

 

FREAK

7 de novembro (sábado), 22h30

DJs: Caco, DesiRée Beck, Izabela Ruas e Raiane Borges

Ingressos: R$ 35 (Pista) e R$ 80 (Camarote Open Bar)

Vendas: http://www.sympla.com.br/Amsterdam e no local


SA Agência Digital