sexta-feira, 7 outubro 2022
Carpe Diem Morro
Tags Posts tagged with "Ravi Lobo"

Ravi Lobo

Após uma trajetória de 12 anos frente ao grupo Rap Nova Era, onde lançou três discos e dezenas de audiovisuais, o rapper baiano Ravi Lobo busca novas expressões musicais dentro da cultura hip hop.

O artista acaba de lançar, em todas as plataformas digitais, seu primeiro EP solo SHAKESPEARE DO GUETO, que reúne feats com Baco Exu do Blues*, Diomedes Chinaski, Suiky, Migas 49 (nascido em Cabo Verde e criado em Portugal), além de Cronista do Morro, que já tinha sido revelada no clipe de Manda Buscar.

Neste novo trabalho, Ravi optou por dropar no drill, gênero em alta em nosso país, que se moldou perfeitamente com o flow agressivo do MC. O disco traz beats do JLZ em sua maioria e uma faixa do grande Raonir Braz e uma parceria entre JLZ e Nath. É com essa trupe e numa parceria inédita entre a UGangue e a 999 (Baco Exu do Blues), que Shakespeare do Gueto (2022) chegou às plataformas digitais nessa quinta, dia 11 de agosto.

Para tanto, Ravi Lobo contou com o apoio e a consultoria de Baco Exu do Blues para a confecção deste novo trabalho solo. Baco, que é hoje um dos artistas de maior nome do cenário nacional, conhece a caminhada e o talento do artista com quem divide a faixa “Uber Black” – juntamente com Suiky, um dos novos nomes de expressão do rico cenário baiano.

UM PROJETO VENCEDOR

Para startar o processo da carreira solo, Ravi lançou dois audiovisuais pesados das faixas “Manda Buscar” feat Cronista do Morro e da música homônima “Shakespeare do Gueto”. Este segundo clipe, com direção de Iury Tailan, ganhou o prêmio de melhor videoclipe envolvendo diversidade e inclusão no MVF (Music Video Festival) no ano passado.

A segunda faixa escolhida como single e que já conta com milhares de views no youtube foi a pesada “Manda Buscar” (prod. Raonir Braz), onde Ravi convidou Cronista do Morro, uma artista que vem conquistando bastante espaço no cenário e que é sua vizinha de bairro.

A ampla experiência que suas vivências na rua e o seu passado conturbado lhe imprimiram, são transformadas em uma lírica que luta contra todas as formas de opressão do Estado. É nesse sentido que Ravi Lobo nomeia a sua estréia de Shakespeare do Gueto (2022), um MC das periferias de Salvador que através da cultura hip hop e do rap escreveu uma outra história de vida através da arte mas que não cessa de querer “jogar a corda” para puxar os seus.

Longe de qualquer visão individualista, o MC que é parte fundamental do coletivo UGangue, utiliza a urgência dos beats na chave do drill para embalar suas rimas com flows diferenciados e com uma organicidade que transmite a veracidade das ideias! Em uma indústria cultural que não para de invisibilizar produções nordestinas, Ravi Lobo escolheu apenas artistas nordestinos em sua estreia, e uma participação internacional.

Através das redes sociais, Ravi entrou em contato com o jovem talento Migas 49 (radicado em Portugal) e junto com o renomado Diomedes Chinaski se juntaram na faixa “Fábrica de Reis”, uma das faixas de maior destaque deste novo trabalho. Ainda podemos chamar atenção também a participação da família seja com a pequena e bela Lis, sua filhinha que divide com ele os vocais na premiada “Shakespeare do Gueto”, ou a menção aos seus pais em “Bruxa do Gueto”.

Quente e provocativa, o EP fecha os trabalhos com a música “Sonho com Você” onde o MC dialoga com a vivência e com referências às produções do pagodão baiano, em uma produção feita numa parceria entre JLZ e Nath. Em sua estreia solo, Ravi Lobo apresenta um trabalho coeso estéticamente e contracorrente do que está na moda. Em um período onde os MC ‘s precisam repetir jargões como ice, drip, swag etc, Ravi Lobo traz um trabalho maduro no esteticamente, conciso e agressivo nas ideias e com uma sonoridade moderna.

Por fim, mais não menos importante, a capa fruto do trabalho do artista Raphael Brito que retrabalhou uma fotografia da Lane Silva, inserindo diversas referências da vida e da arte de Ravi Lobo, é o embrulho perfeito e uma excelente introdução ao trabalho. A mix e a master do trabalho foram muito bem executadas pelo experiente Dactes.

SOBRE RAVI LOBO

Se dependesse das leis do estado, certamente Ravi Lobo teria sido perdido pela cultura hip hop e seria mais um número nas estatísticas. Foi o seu amigo Moreno (Rap Nova Era) quem lhe insuflou o desejo de fazer rap, reconhecendo ali uma jóia bruta. E porque não, o ajudou a se transformar em um verdadeiro mestre de cerimônia, que através de toda mudança em sua vida, entendeu o hip hop como uma cultura de resgate;

São diversas as ações que enquanto militante da cultura Ravi e o Rap Nova Era empreenderam na valorização dos 5 elementos, em eventos em sua quebrada, a Linha 8 no bairro da Liberdade em Salvador, Bahia.


SA Agência Digital