terça-feira, 4 outubro 2022
Carpe Diem Morro
Tags Posts tagged with "Rachel Reis"

Rachel Reis

Muita gente já se encantou com a voz da cantora e compositora Rachel Reis – mais novo expoente da música contemporânea brasileira – com o EP “*Encosta” e a potente faixa bônus “Maresia”.

Agora, a artista baiana se prepara para lançar seu primeiro álbum completo e o primeiro single, “*Lovezinho*”, com direito a clipe que exala arte e beleza dirigido por Lu Villaça. Com produção de Barro e Guilherme Assis, a faixa é lançada através dos selos Alá e Zelo, com distribuição da Altafonte.

“Lovezinho” traz um pop tropical com a cara da Bahia. Beat e instrumentos percussivos e uma letra com jeitão de sucesso. “Essa música foi mais uma forma que eu encontrei de falar sobre paixão de uma forma leve e desprendida, colocando a mulher numa narrativa diferente da convencional. A música fala de uma mulher apaixonada, que vive o sentimento intensamente, mas é perfeitamente capaz de ir embora quando quiser”, explica Rachel Reis.

O disco completo vai se chamar “Meu esquema” e chega em setembro recheado de uma mistura autêntica do pop, mpb, afrobeat, ijexá, arrocha. “Vai ter tudo o que me conectou à música da minha infância até aqui”, adianta a cantora. Além de Barro e Guilherme Assis, os músicos Cuper e Zamba colaboram na produção de outras duas faixas.

“Meu esquema” é um trabalho para consolidar de vez a carreira da artista que já mostrou pra que veio e tem em “Lovezinho”, um cartão de visitas potente. Não à toa, Rachel já é presença nos principais festivais do país e seu novo projeto está chegando para comprovar que o balanço bom da baiana veio pra ficar.

Com direção de arte impecável, assinada por Debora Pascotto e Milena Seta, o videoclipe traz uma mulher misteriosa e encantadora. Um encontro, uma dança, uma relação que se constrói unicamente pela movimentação dos corpos. Corpo, livre expressão e livre interpretação compõem o trabalho e dialogam com a sonoridade e a potência da música da Rachel.

“Parece um assunto cansado, mas muito infelizmente a falta de liberdade de expressão, sexual e emocional da mulher permeiam tudo. Vivemos o país da selvageria e quem é algemada de imediato é uma mulher com os seios de fora em uma praia. Vivemos um discurso de livre arbítrio, mas mulheres sofrem pressões emocionais muito cruéis a qualquer escolha que rompa expectativas de uma sociedade ultrapassada. É esperado que a mulher queira viver para coisas além dela e um verdadeira independência feminina ainda é um movimento de resistência”, contextualiza a diretora Lu Villaça.

OUÇA AQUI

 

As duas são maravilhosas. Talentosas para caramba, poderosas, gatas, sentimentais e românticas. Illy e Rachel se encontrarão nessa quinta, dia 19 de maio a partir das 19h no palco da Casa Natura Musical em Sampa.

As baianas retadas que já gravaram música e clipe de “Me Veja”, farão duas apresentações empolgantes e com muito suingue para o público paulistano.

A agenda da Casa Natura Musical está bombando. Na sexta, dia 20 quem sobe ao palco será a cantora Zélia Duncan comemorando 40 anos de carreira com show histórico.

Sábado, dia 21 o comando será da cantora Vanessa da Mata celebrando os 5 anos da Casa com show Às Yabás, tendo o domingo, dia 22 as queridas Tasha e Tracie dando a real em seus versos libres e identitários.

Siga @casanaturamusical para conferir a agenda do espaço e novidades .Ingressos no casanaturamusical.com.br.

Quem esteve na Bahia nos últimos meses provavelmente foi envolvido pelo suíngue e versos certeiros da música “Maresia”, lançada pela cantora e compositora Rachel Reis no EP Encosta.

A faixa produzida por Cuper e Zamba, com participação de Fredinho, o Louco, bateu forte nas pessoas e ajudou a catapultar Rachel para muitos cantos do Brasil, consolidando a jovem de Feira de Santana como um dos principais expoentes da novíssima cena.

“Maresia” viralizou, entrou em mais de dez mil playlists no Spotify, alcançou por diversas vezes a Top Viral Brasil e já soma mais de 3 milhões de plays. Agora, a faixa ganha clipe – dirigido por Maria Mango, da Marias Produtora, e Bruno Zambelli – e o resultado chegou hoje, dia 05 no canal da nova sensação da música baiana.

O filme marca o fechamento dos lançamentos de “Encosta”. Nas cenas, um homem, apaixonado pelo seu barco, vive as experiências e sensações do próprio estado de maresia numa mistura de embalo das águas, cheiro do mar, e serenidade. Em determinado momento ele chega num boteco típico do interior nordestino onde o arrocha come no centro sob o comando de Rachel.

“Eu não podia partir para um novo projeto sem fazer o clipe de uma música que ganhou tanto carinho das pessoas. Todo santo dia chega alguém nas minhas redes me pedindo por isso e agora o dia chegou”, comemora.

Ela conta que está em fase de finalização do seu primeiro álbum completo e pretende lançar o primeiro single no próximo mês. A artista já começa a ter cadeira cativa nos principais festivais do país e seus shows estão sempre lotados.

“Tem sido tudo bem rápido e ainda estou entendendo aos poucos o que está acontecendo, mas tudo isso tem me deixado muito feliz”, revela.

Rachel começou a carreira cantando em barzinhos em Feira. Filha de cantora, teve em casa a base musical fincada na MPB. Com uma caneta afiada, beats e timbres modernos apresentou sua sonoridade com os singles “Ventilador” e “Sossego”, seguido do EP “Encosta”. Fez “Me veja”, feat com Illy, dividiu palco com Céu e viu sua música ser elogiada e compartilhada por personalidades como Taís Araújo, Bruna Marquezine, Chay Sued e Carlinhos Maia.

Foto de Maria Mango

Rachel Reis lota Canto Sessions

Cantora apresentou suas canções em um rooftop lotado que cantava uníssono suas múscas

 

Este encontro já foi uma grande sorte. O trecho da canção Maresia de Rachel Reis pode definir a primeira apresentação da cantora baianaNo último domingo, dia 24, a atração inaugurou o rooftop do Canto e o projeto Canto Sessions, com ingressos esgotados. Produzido por Dudu Barros, uma vez por mês o espaço vai abrir para uma atração diferente. No repertório, estiveram canções que abordam a vida cotidiana e dilemas amorosos contemporâneos.

“Eu amo Rachel Reis. Sou apaixonado pelo som dela. Eu gosto de ouvir músicas novas, pesquiso muito sobre novos artistas, e numa dessas playlists apareceu a música 20h, a letra fala sobre um caso de amor que a pessoa encerrou correndo ali seu problema, porque ela tinha que ir pro carnaval, ver o Baianasystem, grupo isso sou eu. Risos. Depois fui além, e encontrei Maresia, que nem considero música, considero um desafio, impossível ouvir e não viciar”, contou o promoter Dudu Barros.

Redes Sociais
Instagram: https://instagram.com/dudubarros?utm_medium=copy_link

Facebook: https://www.facebook.com/dulucas

Baiana da cidade de Feira de Santana, a cantora e compositora Rachel Reis é um dos nomes mais requisitados dos principais festivais do Brasil.

Com o sucesso das suas canções, a artista tem ocupado espaço de destaque e realizado feats com grandes nomes da cena nacional, além de pipocar as playlists musicais com o seu love song.

Próximo domingo, dia 24 de abril a partir das 17h, O Canto Hotel no bairro do Rio Vermelho em Salvador, abrirá as portas para receber o show de Rachel, naquele clima gostoso do bairro mais boêmio de Salvador.

Mais informações e reservas manda direct @ocantohotel.

Foto Luara Olivia

Afrocidade

Neste sábado (19), a partir das 17h, acontece o Baile de Lev com shows de Afrocidade, Rachel Reis, Diggo, discotecagem de Gabi da Oxe e receptivo com uma fanfarra. O evento irá acontecer no Largo da Tieta, no Pelourinho. Os ingressos estão disponíveis no Sympla.

Com a promessa de reverberar a potência da nova cena musical baiana, o evento é uma parceria entre Alex Pinto e a Lev Hub Criativo, empresa criativa na produção de experiências culturais na cidade.

O Afrocidade é uma banda formada por Eric Mazzone (voz, bateria e direção musical), José Macedo (voz), Fernanda Maia (voz e percussão), Rafael Lima (percussão), Marley Lima (baixo), Sulivan Nunes (teclado), Fal Silva (Guitarra) e a dupla de bailarinos Ghuto Cabral e Deivite Marcel. Juntos formam uma Big Band com referências e musicalidades distintas que formam uma unidade. Atenta às diversas questões que surgem ao seu redor vividas no dia a dia, suas músicas trazem reflexões sobre a desigualdade e consciência negra, expressando sua ótica sobre o mundo.

Rachel Reis

Rachel Reis tem 25 anos e começou a sua trajetória ainda em 2016, cantando em barzinhos e eventos da sua cidade natal. Em 2021 lançou o EP Encosta, que já acumula mais de um milhão de plays só no Spotify, e a faixa bônus “Maresia” já soma mais de 1 milhão e 100 mil plays na mesma plataforma.

Diggo

O cantor Diggo, nascido e criado no Cabula, já conhecido no cenário baiano por suas composições que ganharam o Brasil e o mundo, acaba de lançar o seu segundo EP. Intitulado “Sem Filtro”, é o lançamento de uma das novas vozes da música baiana. Além disso, tem em seu currículo composições como “Abaixa Que É Tiro” e “O Pai Chegou” (Parangolé), “Teimosinha” (É o Tchan), “Hipnotizou” (Harmonia do Samba), dentre outros.

Gabi da Oxe

Já Gabi, tem 10 anos de atuação no mercado baiano. Publicitária, produtora cultural, gestora de projetos e DJ, Gabi da OXE se destaca em seus trabalhos desde a sua entrada na área de comunicação. Atualmente, sócia do BOMBAR – Rio Vermelho, divide seu tempo como empreendedora, DJ e conectora urbana na noite de Salvador.

O evento obedecerá todas as recomendações e protocolos dos órgãos em combate ao Covid-19, para ter acesso ao evento será necessário apresentar carteira de vacinação com pelo menos duas doses da vacina e o uso de máscara.

Serviço: Baile de Lev
Onde: Largo da Tieta (R. das Laranjeiras – Pelourinho)
Quando: 19 de fevereiro de 2022
Horário: 17h
Valor dos Ingressos: 3º Lote: $70  SYMPLA
Mais informações: Instagram @levhubcriativo

A Isé – Música Criativa promove o “Isé Session”, com intuito de estabelecer sessões de músicas potentes com os principais nomes da música criativa. A primeira edição do evento vai ocorrer no Largo da Tieta, no Pelourinho, no dia 07 de janeiro e os ingressos podem ser adquiridos pelo Sympla.

Em parceria com a produtora Marcela Silva, recentemente chegada na empresa, o Isé Session busca gerar uma equidade de palco, através de performances simultâneas que vão proporcionar um enriquecimento artístico entre os artistas que estão no palco e o público.

A primeira sessão terá como atrações: Cronista do Morro, Melly, Nêssa e Rachel Reis. Rachel tem 24 anos e começou a sua trajetória ainda em 2016 cantando em barzinhos e eventos da sua cidade natal. Em 2021 lançou o EP Encosta, que já acumula mais de meio milhão de plays só no Spotify e a faixa bônus “Maresia” já soma mais de 450 mil plays na mesma plataforma.

Já Melly, canta desde os 6 anos e hoje já acumula mais de 300 composições em português e inglês. Em 2021, lançou o EP Azul que mescla toques de R&B, Blues e Neo Soul com a sonoridade baiana, como o próprio samba-reggae. Recentemente participou junto com o duo paulista Deekapz no Afropunk Bahia.

Enquanto Nêssa, é a nova onda do momento na música pop e contemporânea da Bahia, e recentemente lançou o videoclipe “Senta Malvada”. Ainda esse ano foi finalista do concurso Skol Pagodão, projeto para revelar o novo nome do pagode baiano. No Spotify, a cantora conquistou a marca de 1 milhão de plays com a faixa “Aquele Swing”, parceria com ÀTTØØXXÁ e Yan Cloud. E ao todo já acumula mais de 3 milhões de plays na plataforma.

E por fim, Cronista do Morro, uma das principais promessas do cenário do hip hop soteropolitano, canta sobre sua realidade em versos potentes e impactantes. Recentemente participou junto com o duo paulista Deekapz no Afropunk Bahia e em 2021 lançou dois singles em parceria com Nêssa.

Serviço:

Isé Sessions
Onde: Largo da Tieta (R. das Laranjeiras – Pelourinho)
Quando: 07 de janeiro de 2022
Horário: 21h
Valor dos Ingressos: 1º Lote: $25 (meia); $50 (inteira)
Mais informações: Instagram @isemusicacriativa

SYMPLA

Afrocidade

Segunda, dia 27 de fevereiro vai rolar mais um ensaio do Cortejo Afro no Largo de Tieta, Centro Histórico de Salvador. A temporada de verão de um dos blocos carnavalescos mais tradicionais da folia baiana vai receber os convidados do baile O Pente.

Pivoman por Alfamor

Celebrando a irreverência e diversidade da comunidade preta, Uran Rodrigues, idealizador do baile, convidou quatro artistas da nova geração para apresentar seus talentos. Dj e produtor musical, Pivoman, mescla o melhor do ritmos afro diasporicos com aqueles oriundos das periferias das grandes metropoles pretas, mandando o som ideal para o bailarine Lucas Montty soltar o corpo em verdades livres.

Lucas Montty

A pista estará fervendo, quando então subirá ao palco Rachel Reis, cantora e compositora que tem bombado nas playlists com os hits Maresia, Saudade e 20h, sendo um dos novos nomes do R&B e pop nacional. Afrocidade completará o time, trazendo aquele swuingue identitário, com o melhor do pagode e batidas percussivas únicas em trocas com o ijexá do Cortejo Afro.

O baile O Pente já passou por espaços como Borracharia, Camarote Expresso 2222, Bombar e participou há dois anos de uma edição do ensaio do Cortejo, retornando ao projeto, levando arte através dos corpos e intervenções multiplas.

Veko Araujo/ Cortejo

Com repertório recheado de sucessos, a banda Cortejo Afro fará apresentação com direção artística de Alberto Pitta. Durante o show não vão faltar a batida percussiva e experiências estéticas, que unem dança, música e artes visuais em um mesmo espetáculo.

Este projeto é uma realização da Entidade Cultural Cortejo Afro em parceria com o Grupo San Sebastian, e conta com apoio do Pro-Cultura.

Cortejo Afro – Foi criado em 02 de julho de 1998, na comunidade de Pirajá. Sua origem dentro dos limites de um terreiro de candomblé, o Ilê Axé Oyá, sob a inspiração e orientação espiritual da Yalorixá Anizia da Rocha Pitta, Mãe Santinha, atesta toda a sua identidade, autenticidade e força. O Bloco foi idealizado pelo artista plástico Alberto Pitta, que há mais de 35 anos, desenvolve trabalhos ligados à estética e cultura africana. A entidade, envolvida com esta proposta, desenvolve trabalhos sociais junto à sua comunidade durante o ano inteiro.

PROTOCOLOS DE SAÚDE OBRIGATÓRIOS:
Para cumprimento do art. 3º do Decreto nº 20.658 de 20/08/2021, do Governo do Estado da Bahia, o certificado de ciclo de vacinação completo será cobrado na entrada (duas doses ou dose única da vacina) com, no mínimo, 15 dias de antecedência. É obrigatória a apresentação da Carteira de Vacinação (versão Impressa ou Digital).

Instagram @cortejoafro @opente_afesta

SERVIÇO

O QUE: Ensaio do Cortejo com O Pente, part Afrocidade, Rachel Reis, Lucas Montty e Pivoman

ONDE:Largo de Tieta, Pelourinho, Salvador

QUANDO: Dia 27 de janeiro, 20h

ONDE COMPRAR: San Folia e no local do evento

Rachel Reis

O final de ano na ilha de Boipeba na Bahia promete com a inauguração do Mirante do Divino. O novo point da região, será aberto ao público dia 27 de dezembro, contando com uma programação musical mista, valorizando a cena local, apresentando o que é tradição, conectando com o que mais tem bombado nas playlists.

Telefunksoul

A vista é de impressionar, aquele pôr do sol dos sonhos com direito a drinks autorais, comida identitária e shows que encantam. Logo na inauguração, a festa “AFLORE SEU OXE”, ditará a vibe da casa, apresentando dois grandes nomes do momento: TELEFUNKSOUL, dj e produtor musical, mandando os melhores songs do afrobeat e baianidades com aquele pop gostoso e MELLY, revelação do cena baiana, que lançou em 2021, o EP Azul que mescla toques de R&B, Blues e Neo Soul com a sonoridade baiana, como o próprio samba-reggae.

Cantando desde os 6 anos, hoje já acumula mais de 50 composições em português e inglês, recentemente Melly participou junto com o duo paulista Deekapz no Afropunk Bahia.

No #NATIVOS, segundo dia de festa, 28, será a vez de RACHEL REIS, que lançou o EP Encosta, acumulando mais de meio milhão de plays só no Spotify e a faixa bônus “Maresia” – sucesso da ilha de Boipeba com feat de Fredinho O Louco – já soma mais de 450 mil plays na mesma plataforma. Nas carrapetas, a dj ZaziLove, residente do Mirante será a responsável pelo fervo com as músicas que fazem todes balançarem.

Na quarta, dia 29 de dezembro, o Mirante do Divino vai receber toda a alegria de CISÃO, idealizador do Bloco carnavalesco carioca, Amigos da Onça, promovendo alegria e irreverência na ilha, tendo os beats perfeitos dos djs ZAZILOVE e GABRIEL no comando da pista na festa #BOIPADOS.

ZaziLove por Helbert Rodrigues

E dando as boas-vindas a 2022, o samba de roda raiz de DONA JANICE e RAIZES DO MANGUE junto ao grupo carioca DIVINA RODA com aquela feijoada esperta no SAMBA DO DIVINO, dia 02 de janeiro. Os ingressos estão disponíveis no SITE, link na bio do Instagram @mirantedodivino

SERVIÇO

ONDE: Mirante do Divino, Boipeba

27.12/ Aflore seu Oxe com Melly e Telefunksoul

28.12 / Nativos com Rachel Reis e Dj ZaziLove

29.12/ Boipados com Cissão do Bloco Amigos da Onça e Dj Gabriel e ZaziLove

02 de janeiro de 2022 Samba do Divino com Divina Roda, Janice e Raízes do Mangue

ONDE COMPRAR: https://partik.com.br

Instagram @mirantedodivino

Um ijexá moderno com versos chicletes, cheio de atitude e cantado por duas das vozes mais incensadas da música contemporânea baiana. Assim é “Me veja”, novo single de Rachel Reis que conta com a participação de Illy.

Nele as duas se jogam num romance de verão, pouco importando se ele vai durar um dia ou a vida inteira. O lançamento acontece através do selo Alá com distribuição da Altafonte e ganhou clipe dirigido por Maria Mango da Marias Filmes.

Nas cenas ambientadas nos anos 90, Rachel e Illy se aprontam para fazer valer o carnaval. Tudo com as cores e o suingue da Bahia, destacado no arranjo produzido por Cuper. Ele também é parceiro de Rachel (assim como Zamba) no primeiro EP da cantora, “Encosta”. Inclusive, “Maresia”, a última faixa lançada, já se tornou um sucesso na cena local.

Acho que ‘Me veja’ dialoga bastante com as faixas que já lancei. A ideia dela é falar sobre a importância de apreciar os momentos, mesmo os que passam logo”, afirma a cantora e compositora de Feira de Santana. “Tudo ficou com uma energia bem específica de Carnaval e eu fiquei feliz demais com o resultado”, opina.

Rachel afirma que a voz de Illy serviu para abrilhantar ainda mais “Me veja”. “Admiro muito o trabalho de Illy e a vibe musical que ela traz bate muito com a minha. Deu match!”, garante. Illy também diz estar muito feliz com o dueto. “Rachel tem tocado sem parar lá em casa. Ela é de fato uma das melhores coisas que estão acontecendo na cena baiana e cantar esta faixa ao lado dela me enche de alegria”, afirma.

 


SA Agência Digital