domingo, 1 agosto 2021
Tags Posts tagged with "Oscar"

Oscar

Birdman - O filme do ano. Foto: divulgação

A cerimônia do Oscar, realizada na noite de domingo (22) no Dolby Theatre, em Hollywood, consagrou Birdman como o melhor filme do ano em 2014 e deu o que falar. Como sempre, o maior evento do cinema mundial arranca aplausos, gritos e choros de alegria pelas indicações e pela premiação e, em alguns casos, tristeza e frustração.

Os looks no Red Carpet é a parte off Oscar que mais ganha destaque, basta uma rápida olhada nos sites de humor na internet. Portanto, vamos voltar às nossas atenções para as películas. Quem está em Salvador e não viu alguns dos filmes concorrentes e ganhadores ainda tem chances. Salas como o complexo de cinema Sala de Arte ainda exibem alguns deles.

Apenas O Grande Hotel Budapeste, ganhador de quatro estatuetas (figurino, cabelo e maquiagem, design de produção e trilha sonora), não está em cartaz, mas a gente torce que, com tantos prêmios, volte a ser exibido na cidade. Existe, no entanto, a opção de ver o DVD, mas para àqueles que preferem a telona à telinha, e não abrem mão do ritual de ir ao um cinema, confiram as salas.

BIRDMAN – A INESPERADA VIRTUDE DA IGNORÂNCIA – Melhor filme de 2014, diretor, roteiro e fotografia – O melhor filme de 2014, levou, ainda, duas importantes estatuetas: melhor diretor para Alejandro Gonzáles Iñárritu  e melhor roteiro adaptado. O filme traz o veterano Michael Keaton, na pele de Riggan Thomson, interpretando o Birdman, um super-herói que se tornou um ícone cultural. Entretanto, desde que se recusou a estrelar o quarto filme com o personagem sua carreira começou a decair. Sala de Arte Cinema da UFBA (Vale do Canela. Ao lado das Faculdades de Educação e Administração) – Às 20:40. 

A Teoria de Tudo
A Teoria de Tudo

A TEORIA DE TUDO (THE THEORY OF EVERYTHING) – Melhor ator – O filme acompanha a história do jovem astrofísico Stephen Hawking, desde o seu romance com a aluna de Cambridge até a descoberta de sua grave doença, com apenas 21 anos. Sala de Arte Cinema da UFBA- Às 18h25 | Cinépolis Bela Vista – Às 22h40 | Cinemark Salvador Shopping – Às 13h10; 16h10; 18h50 e 21h50

Whiplash
Whiplash

WHIPLASH – EM BUSCA DA PERFEIÇÃO (WHIPLASH) – Melhor ator coadjuvante, melhor mixagem de som e melhor montagem – O solitário Andrew (Miles Teller) é um jovem baterista que sonha em ser o melhor de sua geração e marcar seu nome na música americana como fez Buddy Rich, seu maior ídolo na bateria. Após chamar a atenção do reverenciado e impiedoso mestre do jazz Terence Fletcher (JK Simmons), Andrew entra para a orquestra principal do conservatório de Shaffer, a melhor escola de música dos Estados. Sala de Arte Cinema da UFBA- Às 13:30

Boyhood
Boyhood

BOYHOOD – DA INFÂNCIA À JUVENTUDE (BOYHOOD) – Melhor atriz coadjuvante – O filme conta a história de um casal de pais divorciados (Ethan Hawke e Patricia Arquette) que tenta criar seu filho Mason (Ellar Coltrane). A narrativa percorre a vida do menino durante um período de doze anos, da infância à juventude, e analisa sua relação com os pais conforme ele vai amadurecendo. Sala de Arte Cinema da UFBA- Às 15h30

Sniper Americano
Sniper Americano

SNIPER AMERICANO – Melhor edição de som – História real de Chris Kyle, um atirador de elite das forças especiais da marinha americana. Durante cerca de dez anos, ele matou mais de 150 pessoas, tendo recebido diversas condecorações por sua atuação. Shopping Barra – Às 14:50; 17:40; 20:30 | Cinemark Salvador Shopping – Às 11:40; 14:30; 17:20; 20:40 | Cinépolis Bela Vista – Às 13:10; 16:00; 19:10; 22:20 | Espaço Itaú de Cinema, na Praça Castro Alves – Centro – Às 18h30 e 21h00 | UCI Orient Iguatemi – Às 13h10, 15h50, 18h30 e 21h10 

Ida, filme polonês que desbancou o argentino Relatos Selvagem.
Ida, filme polonês que desbancou o argentino Relatos Selvagem.

IDA – Melhor filme de língua estrangeira – Melhor filme estrangeiro, que desbancou o excelente Relatos Selvagem, da Argentina. Conta a história da jovem noviça Anna (Agata Trzebuchowska) que está pronta para prestar seus votos e se tornar freira, só que antes disso, por insistência da Madre Superiora (Halina Skoczynska), vai visitar a única familiar restante: tia Wanda (Agata Kulesza), uma mulher cínica e mundana, defensora do Partido Comunista, que revela segredos sobre o seu passado. Sala de Arte Cinema do Museu, no Corredor da Vitória – Às 17h15 | Espaço Itaú de Cinema, na Praça Castro Alves – Centro – Às 21h

LEVIATÃ (LEVIATHAN) – Indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro – Numa península do Mar de Barents, no Ártico, um pai de família (Aleksey Serebryakov) luta contra os desmandos de um prefeito corrupto. Para enfrentar o político, que tenta desalojá-lo, ele recorre a um colega de Moscou. Sala de Arte Cine Vivo, no Shopping Paseo Itaigara – Às 16:20 (com exceção sábado e domingo)

TIMBUKTU (TIMBUKTU ) – Indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro – Timbuktu está mergulhada em silêncio, portas fechadas e ruas desertas. Extremistas religiosos espalham o terror pela região. Longe do caos, nas dunas, Kidane leva uma vida tranquila com a mulher e sua a filha. A tranquilidade acaba quando Kidane mata um homem acidentalmente. Sala de Arte Cine Vivo, no Shopping Paseo Itaigara – Às 16:20 (somente aos sábado e domingo)

Foto: Reprodução

O baiano Lázaro Ramos está se preparando para uma nova estreia na TV. Desta vez como comentarista do Oscar pela TV Globo, que vai ao ar neste domingo (22). A emissora informou que a exibição será “parcialmente ao vivo”. O lugar foi ocupado após a morte do ator José Wilker, há anos consolidado como analista da premiação. Os jornalistas Maria Beltrão e Arthur Xexéu acompanham o ator na cobertura do evento mais prestigiado de cinema do mundo. Em um inusitado vídeo postado no Youtube, Ramos convoca o público para seu début na avaliação da premiação.

Fotos: Divulgação

A Academia de Hollywood divulgou a lista dos filmes que ainda podem ser indicados ao Oscar 2015 de melhor filme estrangeiro na premiação do ano que vem. O brasileiro “Hoje eu quero voltar sozinho” uma das esperanças de indicação do país, não vai aparecer na tela da premiação que acontece em fevereiro do ano que vem, pois está fora da disputa.

O Brasil havia indicado o filme “Hoje eu quero voltar sozinho”, do diretor Daniel Ribeiro, como o representante do país a tentar uma vaga no Oscar. O longa, que teve excelente repercussão no país, aborda a história de um garoto deficiente visual e homossexual, Leonardo, interpretado por Guilherme Lobo. Na trama, o protagonista tenta fugir da superproteção da mãe e ainda tem de lidar com as descobertas da adolescência. Um dos temas é justamente um romance jovem gay entre o protagonista e Gabriel, um colega de classe vivido pelo ator Fabio Audi.

hoje-eu-quero-voltar-sozinho

 

Entre os filmes que seguem na corrida pela estatueta se destacam o argentino “Relatos selvagens”, que tem ganhado críticas elogiosas (se configurando como um forte concorrente) e o polonês “Ida”.
A última vez que o Brasil teve um filme indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro foi em 1999, com “Central do Brasil”. Também concorreram prêmio “O Pagador de Promessas” (1963), “O Quatrilho” (1998) e “O Que É Isso Companheiro?” (1998).


SA Agência Digital