quinta-feira, 18 abril 2024
Racletto
Tags Posts tagged with "Melly"

Melly

A Isé – Música Criativa promove o “Isé Session”, com intuito de estabelecer sessões de músicas potentes com os principais nomes da música criativa. A primeira edição do evento vai ocorrer no Largo da Tieta, no Pelourinho, no dia 07 de janeiro e os ingressos podem ser adquiridos pelo Sympla.

Em parceria com a produtora Marcela Silva, recentemente chegada na empresa, o Isé Session busca gerar uma equidade de palco, através de performances simultâneas que vão proporcionar um enriquecimento artístico entre os artistas que estão no palco e o público.

A primeira sessão terá como atrações: Cronista do Morro, Melly, Nêssa e Rachel Reis. Rachel tem 24 anos e começou a sua trajetória ainda em 2016 cantando em barzinhos e eventos da sua cidade natal. Em 2021 lançou o EP Encosta, que já acumula mais de meio milhão de plays só no Spotify e a faixa bônus “Maresia” já soma mais de 450 mil plays na mesma plataforma.

Já Melly, canta desde os 6 anos e hoje já acumula mais de 300 composições em português e inglês. Em 2021, lançou o EP Azul que mescla toques de R&B, Blues e Neo Soul com a sonoridade baiana, como o próprio samba-reggae. Recentemente participou junto com o duo paulista Deekapz no Afropunk Bahia.

Enquanto Nêssa, é a nova onda do momento na música pop e contemporânea da Bahia, e recentemente lançou o videoclipe “Senta Malvada”. Ainda esse ano foi finalista do concurso Skol Pagodão, projeto para revelar o novo nome do pagode baiano. No Spotify, a cantora conquistou a marca de 1 milhão de plays com a faixa “Aquele Swing”, parceria com ÀTTØØXXÁ e Yan Cloud. E ao todo já acumula mais de 3 milhões de plays na plataforma.

E por fim, Cronista do Morro, uma das principais promessas do cenário do hip hop soteropolitano, canta sobre sua realidade em versos potentes e impactantes. Recentemente participou junto com o duo paulista Deekapz no Afropunk Bahia e em 2021 lançou dois singles em parceria com Nêssa.

Serviço:

Isé Sessions
Onde: Largo da Tieta (R. das Laranjeiras – Pelourinho)
Quando: 07 de janeiro de 2022
Horário: 21h
Valor dos Ingressos: 1º Lote: $25 (meia); $50 (inteira)
Mais informações: Instagram @isemusicacriativa

SYMPLA

Rachel Reis

O final de ano na ilha de Boipeba na Bahia promete com a inauguração do Mirante do Divino. O novo point da região, será aberto ao público dia 27 de dezembro, contando com uma programação musical mista, valorizando a cena local, apresentando o que é tradição, conectando com o que mais tem bombado nas playlists.

Telefunksoul

A vista é de impressionar, aquele pôr do sol dos sonhos com direito a drinks autorais, comida identitária e shows que encantam. Logo na inauguração, a festa “AFLORE SEU OXE”, ditará a vibe da casa, apresentando dois grandes nomes do momento: TELEFUNKSOUL, dj e produtor musical, mandando os melhores songs do afrobeat e baianidades com aquele pop gostoso e MELLY, revelação do cena baiana, que lançou em 2021, o EP Azul que mescla toques de R&B, Blues e Neo Soul com a sonoridade baiana, como o próprio samba-reggae.

Cantando desde os 6 anos, hoje já acumula mais de 50 composições em português e inglês, recentemente Melly participou junto com o duo paulista Deekapz no Afropunk Bahia.

No #NATIVOS, segundo dia de festa, 28, será a vez de RACHEL REIS, que lançou o EP Encosta, acumulando mais de meio milhão de plays só no Spotify e a faixa bônus “Maresia” – sucesso da ilha de Boipeba com feat de Fredinho O Louco – já soma mais de 450 mil plays na mesma plataforma. Nas carrapetas, a dj ZaziLove, residente do Mirante será a responsável pelo fervo com as músicas que fazem todes balançarem.

Na quarta, dia 29 de dezembro, o Mirante do Divino vai receber toda a alegria de CISÃO, idealizador do Bloco carnavalesco carioca, Amigos da Onça, promovendo alegria e irreverência na ilha, tendo os beats perfeitos dos djs ZAZILOVE e GABRIEL no comando da pista na festa #BOIPADOS.

ZaziLove por Helbert Rodrigues

E dando as boas-vindas a 2022, o samba de roda raiz de DONA JANICE e RAIZES DO MANGUE junto ao grupo carioca DIVINA RODA com aquela feijoada esperta no SAMBA DO DIVINO, dia 02 de janeiro. Os ingressos estão disponíveis no SITE, link na bio do Instagram @mirantedodivino

SERVIÇO

ONDE: Mirante do Divino, Boipeba

27.12/ Aflore seu Oxe com Melly e Telefunksoul

28.12 / Nativos com Rachel Reis e Dj ZaziLove

29.12/ Boipados com Cissão do Bloco Amigos da Onça e Dj Gabriel e ZaziLove

02 de janeiro de 2022 Samba do Divino com Divina Roda, Janice e Raízes do Mangue

ONDE COMPRAR: https://partik.com.br

Instagram @mirantedodivino

Clariana por Bruno Ricci

Nessa sexta, dia 17 de dezembro vai rolar encontro daqueles com duas musas da cena musical baiana no Hype em Salvador.

Primeiro, show de Melly, revelação do R&B e pop com composições que tem tocado em cheio no público apaixonado.

Em seguida, Clariana chegará grandona com o show do projeto Amy Reggae House, apresentando sua identidade e marca no show que cantará clássicos da musa Amy Winehouse.

Mais no @hypebar.salvador

Amores Sonoros e Marcela Silva apresentam pela primeira vez o Noites Sonoras, projeto que tem como objetivo reunir os novos talentos do cenário preto musical independente.

Rachel Reis por Lucas Raion

O encontro, que acontece no Hidden, projeto que une música e enogastronomia no Rio Vermelho, nessa sexta-feira (10), a partir das 16h30, promete ser uma experiência sonora que explora a nossa pluralidade cultural.

Nesta primeira edição do evento, Rachel Reis (Feira de Santana) e Melly (Salvador) vão se apresentar juntas num show especial que será aberto por Iuna Falcão. Rachel tem 24 anos e este ano lançou o EP Encosta, que já acumula mais de meio milhão de plays só no Spotify e a faixa bônus “Maresia” já soma mais de 450 mil plays na mesma plataforma.

Melly, canta desde os 6 anos e hoje já acumula mais de 50 composições em português e inglês. Em 2021, a artista lançou o EP Azul que mescla toques de R&B, Blues e Neo Soul com a sonoridade baiana, como o próprio samba-reggae. Recentemente participou junto com o duo paulista Deekapz no Afropunk Bahia.

Serviço:
Onde: Hidden Salvador (Rua Almirante Barroso, 149 – Rio Vermelho)

Quando:Sexta,10 de dezembro de 2021

Horas: a partir de 16h30

Mais informações e reservas: hiddenbrasil.com

“Azul” é uma passagem de voo direto para o fim de tarde em Salvador. Intenso, mas tranquilo e leve como os tons que pintam o mar. É a potência do gênero norte-americano com as batidas da musicalidade baiana.

Em quatro faixas autorais, a cantora Melly (pronúncia: Mê-lí), de apenas 19 anos, sonoriza lugares e sentimentos da Bahia no seu primeiro EP “Azul”. O lançamento será na sexta-feira (16/07), em todas as plataformas de música. O clipe da música que leva o nome do EP, sai no mesmo dia, em seu canal do Youtube.

Faça o PRE SAVE do EP “Azul”

Com inspirações no Soul, R&B e Trap, “ “Azul”, “Luv” “Feriado” e “Barril” contam histórias sobre a origem, os afetos e momentos vividos pela artista. Melly em “Luv” compara a sensação de se apaixonar com “encontrar acordes ‘de ouvido’”. “Azul” é descrito como uma explosão de sensações. “Feriado” é um feat com Victor Santos (@victorsantosmusic_) e traz um alerta: é preciso viver o agora. “Barril”, num feat com Murilo Chester (@murilochester), é a tradução das origens soteropolitanas de Melly.

“Esse é o meu primeiro EP. O primeiro trabalho pensado e construído com minha identidade. A primeira vez que misturo minhas influências, que migro do R&B já estabelecido e crio, junto com Manigga, meu próprio estilo. É a primeira vez que me arrisco. Saio da zona de conforto e apresento Melly como ela é”, disse Melly.

O EP “Azul” foi gravado no Estúdio A Lagoa Grande, por Paulinho Rocha, produção musical de Manigga e Sullivan (Afrocidade), guitarras de Pedro da Mota (B.A.G.U.M) e Chibatinha (Àttoxxá), sax de Celiva Sax, baixo de Alexandre Vieira e violão de Marcos Cupertino.

Sobre Melly, novo nome do R&B

Com 19 anos, a artista soteropolitana Melly já acumula mais de 50 composições escritas em português e em inglês. Se desenvolve musicalmente desde os 6 anos, quando começou a fazer aulas de piano, e hoje constrói um trabalho autoral baseado nos gêneros musicais Soul e RnB.

Nas plataformas de streaming, Melly tem sete faixas já publicadas, a exemplo de (In)Verdade, que acumula mais de 50 mil visualizações no YouTube. O clipe musical “Soul” lançado em parceria com o produtor musical Manigga, em 2 de julho, abriu caminhos para o lançamento do EP “Azul”.

Fotos por Marias Produtora

Um filme do premiado fotógrafo Edgar Azevedo, assinando a direção, edição e finalização de um projeto que fala sobre o amor. Um registro de toda fluidez e leveza da canção Soul, gravada no Estúdio A Lagoa Grande em Salvadorpor Paulo Rocha contando com a voz gostosa de Melly, tendo Manigga o primor da produção musical, mixagem e masterização.

Como está escrito no descritivo do Youtube: Soul é sobre vivências de amor e medo, ritmadas com a potência do gênero norte-americano e as batidas da musicalidade baiana. É recomeço, é alma. É a promessa de um R&B com B de Bahia.

Confira!

 


SA Agência Digital