sábado, 13 julho 2024
Jade Showroom
Tags Posts tagged with "IZA"

IZA

Depois de um grandioso evento no início deste ano, ao promover encontros inéditos e multigeracionais entre artistas dos mais variados gêneros musicais, o Festival de Verão Salvador realizará a sua 23ª edição no Parque de Exposições, nos dias 27 e 28 de janeiro de 2024. O projeto apresenta o seu cartão de visita – antes mesmo de anunciar a programação completa – com os shows previamente confirmados das cantoras Iza e Daniela Mercury. Organizado pela Bahia Eventos e mais uma vez sob direção artística de Zé Ricardo, o maior festival do verão brasileiro terá como mote “Viva de novo esses encontros”.

Após três anos de espera, o Festival de Verão Salvador voltou em 2023 com força total e já anunciou os primeiros nomes confirmados na sua próxima edição. Ao fim da noite de abertura do evento, neste sábado (28/01), que recebeu 40 mil pessoas no Parque de Exposições, a cantora Iza, um dos maiores nomes do pop nacional, informou nos telões a sua participação em 2024. Em seguida, foi a vez de Daniela Mercury, uma das mais importantes vozes da música baiana, aparecer nos painéis de led comunicando a sua presença no ano que vem, logo antes de fazer um pocket show surpresa em um palco paralelo do evento.

“A primeira noite marcou o novo momento do FV. Foi uma noite linda e em 2024 vai ser ainda mais incrível. Será uma honra ter a Iza e Daniela no FV24”, afirma Gabriela Gaspari, head da Bahia Eventos, empresa que organiza do Festival de Verão Salvador. 

A noite deste sábado contou ainda com encontros inéditos e multigeracionais, encabeçados por atrações de diversos gêneros sonoros, que se revezaram nos dois palcos principais (Cais e Ponte), além de apresentações de DJs locais na tenda eletrônicae uma série de opções de entretenimento para o público, proporcionadas pelas marcas apoiadoras desta edição. 

A banda Quabales, projeto social apoiado pelo FV23, abriu a programação com um show de 20 minutos, antes do rapper carioca Felipe Ret subir ao palco em apresentação que contou com a participação do conterrâneo Caio Luccas. O gênero musical continuou em cena com o trap do também carioca Orochi, que convidou ao palco o mineiro Djonga. Em seguida,Criolo emendou alguns de seus sucessos, antes de anunciar a participação de Ney Matogrosso, com quem cantou sucessos dos Secos e Molhados, além de outras canções eternizadas pelo artista. 

A nova ministra da cultura, Margareth Menezes, embalou o público com sucessos de sua trajetória e fez, cm Majur e Larissa Luz, uma homenagem a Elza Soares. As três soteropolitanas cantaram juntas “A Mulher do Fim do Mundo”, um dos grandes sucessos da última fase da trajetória da artista carioca, morta em 2022. 

Na sequência, Gilberto Gil abriu o seu baú de hits ao lado da banda composta por familiares e convidou ao palco o amigo de longa data Caetano Veloso. Os baianos octogenários, com vigor juvenil, cantaram juntos sucessos de ambas as carreiras, como “Odara”, “Toda Menina Baiana” e “Sem Samba não dá”, além de “São Salvador”, de Dorival Caymmi, e “Divino Maravilhoso”, de autoria da dupla, numa homenagem à amiga e parceira musical Gal Costa, cuja voz imortalizou ambas as canções. 

Depois foi a vez de Carlinhos Brown convidar ao palco a banda Àttooxxá e a cantora pernambucana Duda Beat, antes do intervalo em que foi anunciada a participação de Iza e Daniela Mercury na edição de 2024. A cantora baiana Ivete Sangalo deu sequência à programação, em show com participação da conterrânea Luedji Luna, e o pagode de Ferrugem encerrou a noite em um dueto com Xande de Pilares. 

O Festival de Verão Salvador é realizado pela Bahia Eventos, empresa de entretenimento da Rede Bahia, e tem a correalização da Salvador Produções e da Luan Promoções.

PROGRAMAÇÃO DE DOMINGO (29/01)

ABERTURA DOS PORTÕES: 15h

HORÁRIO DO PRIMEIRO SHOW: 16h

Quabales (show de abertura)

Xamã convida Gilsons

Saulo convida Marina Sena

Jão convida Pitty

Luisa Sonza convida Alcione

Bell Marques 

Baiana System e Olodum (Olodumbaiana)

Léo Santana 

Momento Devassa

Ludmilla convida Glória Groove

COKE STUDIO ELETROARENA

Domingo – 29/01 

Belle + Nai Kiese

LA + Naylson Carvalho

Jerônimo Sodré + Ubuntu

Karmaleoa + Lucio K

SERVIÇO

Festival de Verão Salvador 2023

Quando: 28 e 29 de janeiro de 2023

Onde: Parque de Exposições (Av. Luís Viana Filho, 1590 – Itapuã)

Vendas: Na plataforma Sympla ou nas Lojas South dos shoppings Salvador, Paralela, Lapa e Bahia

Ingressos esgotados

Thelminha, Viola Davis e Djamila Ribeiro

Formado em Fisioterapia, mas seu talento que gera engajamento na internet, está com as ilustrações que realiza de musas da música internacional.

Tudo começou quando em um momento de depressão há aproximadamente 10 anos, o jovem Átila Barros resolveu brincar com a foto de uma das musas do pop mundial, Rihanna.

“Eu tenho um instagram com edições somente de Rihanna. Foi lá que tudo começou. Tipo eu tava em uma fase bem complicada da minha vida, psicologicamente falando. Uma depressão bizarra que estava querendo tomar conta .. sabe?!” contou o designer que já teve duas fotos curtidas pela diva.

Com a página com mais de 80 mil seguidores no Instagram, Átila tem bombado na rede com as brincadeiras sensatas nas fotos das cantoras Ludmilla, Pabllo Vittar, Pepita, a escritora Djamila Ribeiro, a médica Thelminha e a atriz Taís Araújo.

Conheça alguns dos trabalhos do artista.

Rihanna

Pabllo

“A Pabllo com certeza é a artista brasileira que eu me sinto mais inspirado pra fazer criação. Ela além das poses e figurinos, as fotos sempre tem muita qualidade”

Thelminha, Viola Davis e Djamila Ribeiro

“Essa imagem das meninas foi apenas um crossover. Todas as três foram capas de revista esse mês e eu juntei as três em uma imagem só. A representatividade de cada uma é algo essencial e necessário. Então trouxe as três potências pra apenas uma arte. Eu quis mostrar o poder e a visibilidade que a mulher preta tá ganhando e principalmente enaltecer o cabelo afro/crespo que ainda é motivo de deboche hoje em dia”

 

Karol Conka

“O estilo visual e musical da Karol não passa despercebido em lugar nenhum. Ela realmente chega pra tombar. Associei esse estilo punk ao da Ororo Munroe dos X-men em um período que ela ficou mais radical, porém não deixou de continuar sendo uma rainha que protege e representa seu povo”.

Margareth Menezes

”Falar da Maga e não lembrar da musica “Faraó” é inevitável. Fui pesquisar sobre artes feitas pra ela e achei pouquíssimas. Ao contrário das outras cantoras de axé que são brancas. Então resolvi fazer essa arte para homenagear nossa querida Maga. Transformando ela no que ela sempre cantou: Uma Divindade do Egito”.

Tia Má

”Eu já faço edições com Tia tem mtoooo tempo. E essa dela grávida pra mim foi especial pq ela tá esperando um menina. A Ayanna. A mulher preta mais empoderada que eu conheço grávida de uma menina. Então nessa edição tentei juntar tudo que ela representa. Força de ser uma mulher negra protegendo sua filha e sendo guiada pelo seu orixá. E fiz isso em um cenário que lembra a África, pq lá nós éramos Reis e Rainhas”

Ludmilla

”Essa da Lud eu me inspirei em um photoshoot da Rihanna.
A nova música dela Cobra Venenosa, a letra fala sobre uma rivalidade, porém o videoclipe mostra outra coisa. Então associei a Lud a Medusa. Muitos tem a Medusa como vilã mas ela n é. Ela foi castigada por algo que n fez. Elá era inocente e foi castigada. Porém tornou-se uma criatura forte e poderosa” 🐍

Iza

“Eu só posso dizer: REPRESENTATIVIDADE. Iza é necessária. As meninas pretas precisam ver ela na Tv, cantando, usando cabelo afro, liso, tranças e turbantes. Ela faz sempre questão de exaltar nossa beleza preta. Então fiz uma edição com um look que ainda n foi usado por ela. Tentei transformar ela numa mulher tribal”

Teresa Cristina

“Teresa é uma potência que finalmente tá sendo reconhecida.
Nessa arte eu tive como inspiração a música A Borboleta e o passarinho” e acabou que depois de pronta, eu descobri que ela ama borboletas” 🦋

Taís Araújo e Lázaro Ramos

“Meu casal favorito. Tais tá no meu top 3 das favoritas para edição. Fazer o Lázaro foi uma experiência nova pra mim pq não estou habituado e não me sinto inspirado em fazer essas artes com homens. Mas fiz essa pro dia dos namorados. Tais representando Tempestade e Lázaro o T’Challa. Pantera Negra e Tempestade, um dos casais mais poderosos dos quadrinhos. Enquanto a Tais e o Lázaro representam um dos casais mais poderosos da vida real. Realeza que fala né? ”

Mais no Instagram @atilabrittoo

Após o sucesso de “Culpa”, sua atual música de trabalho, Jeanne Lima lança nessa segunda-feira (18), seu mais novo projeto de carreira, “Xote das Meninas”.

A novidade foi uma ideia da própria artista em homenagear grandes cantoras/intérpretes da música popular brasileira, com um toque de xote moderno.

Jeanne lançará 5 clipes gravados em estúdio, no seu canal oficial no YouTube, semanalmente, e promete surpreender o público, tendo entre as homenageadas as cantoras  Iza, Ivete Sangalo, Marisa Monte, Maria Bethânia e Paula Toller.

O primeiro clipe já está disponível  com a interpretação da música “Meu Talismã”, sucesso consagrado na voz de Iza.

“Sou fã dessas artistas e mulheres. Me considero representada por todas elas e me inspiro em suas carreiras. Nada mais justo que homenagea-las com um toque do xote e um forrózinho danado de bom. Fiquei muito feliz com o resultado final desse projeto. O Xote das Meninas é um filho que acaba de nascer e certamente dará muitos frutos. Tenho certeza que as pessoas vão gostar muito!”, contou Jeanne.

Siga a artista no Instagram @jeannelimaoficial.

Conhecida pelas redes sociais, a mais nova queridinha da Warner Music é escrito em letras maiúsculas – IZA. Com o seu canal do youtube lançado em 6 de julho de 2014, a carioca Isabela Lima de 25 anos, que apresentou gosto musical desde cedo, quando criança, cantando em festas familiares e posteriormente na igreja, é a mais nova aposta da gravadora que tem em seu casting, artistas como Anitta, Duduzinho, MC Guimé, Lucy Alves e Ludmilla.

IZA de Animale para o Caderno Ela / O Globo
IZA de Animale para o Caderno Ela / O Globo

Descoberta na rede, hoje o canal da artista no youtube possui mais de 33 mil inscritos e mais de um milhão de visualizações dos videos- agora com 16 postados- onde apresenta de forma espontânea, mashups de clássicos de grandes nomes do pop internacional como “Hello” de Adele, “Flawless” Beyoncé, “Rude boy” de Rihanna, “Stay with me” de Sam Smith, além de Drake, Miley Cyrus, entre outros.

IZA é dona de uma voz poderosa que carrega no  “gogó”, o grito da mulher negra empoderada, com estilo influenciado pelo R&B de Brian McKnight e nomes como Diana Ross, Tina Turner, Stevie Wonder e muitos outros. Seu primeiro single já caiu no gosto popular, “Quem sabe sou eu”, presente na trilha musical do folhetim da rede Globo – Rock Story, ganhando lyric video cheio de atitude, com fotografia e produção primeira, conquistando em pouco mais de uma semana mais de 80 mil visualizações no canal da gravadora.

É bastante complicado ter uma opinião e personalidade nesse meio. Mas quem disse que seria simples? É loucura um artista não refletir os problemas de seu tempo. Se você não faz isso, qual é a razão de estar na TV? Claro que é legal levar a sua música para as pessoas se divertirem, mas, ao mesmo tempo, temos uma função. Quando eu era criança, sentia falta de ouvir uma mulher falando diretamente para mim. Não me sentia representada em lugar algum, nem nos brinquedos que eu ganhava. Seria hipocrisia da minha parte se eu não tomasse uma posição, sabendo o quanto precisei e seria mais feliz comigo mesma se alguém tivesse dito: “O negro é lindo, seu cabelo, sua boca e seu nariz são lindos” — discorre a cantora em entrevista publicada no último sábado(03), no caderno Ela do O Globo, assumindo ser feminista.

Facebook – http://www.facebook.com/aizaoficial/
Instagram – http://instagram.com/iza.real/  
YouTube – http://youtube.com/c/izaoficial

Criatura é o nome da música escolhida pelo Cheiro  para ser trabalhada nos próximos meses. Composição de Marcelinho Oliveira, a canção retrata o simples jeito de ser do baiano e a sua facilidade em criar vínculos nas relações. Com um ritmo envolvente, Criatura ganhou um clipe, dirigido pelo dramaturgo e roteirista Elísio Lopes Jr., e que contou com a participação da vocalista Vina Calmon, músicos do Cheiro, atores mirins e 14 bailarinos.

O clipe foi gravado no bairro do Santo Antônio Além do Carmo, um dos mais antigos de Salvador. As imagens capturadas exploram a riqueza e todo o charme do local, que nem sempre é destacado nas grandes produções. “A ideia era um clipe que mostrasse Salvador e sua latinidade. Somos a “capital negra das Américas”, temos muita riqueza para além das praias, e nosso olhar foi esse”, revela Elísio.

A nova aposta do Cheiro já está disponível em todas as plataformas digitais e nas principais rádios do País. “Todo esforço tem sido feito para que o novo trabalho do Cheiro chegue a um número cada vez maior de pessoas. Esse é o nosso grande desafio”, garante Peu Aguiar, que está gerenciando a carreira da banda, ao lado de Robertinho Cavalcante e Vitor Urpia, desde abril deste ano.

O material audiovisual foi produzido pela Laiá Films e parceiros de Elísio como o coreógrafo Zebrinha e os profissionais Fabrício Miranda e Fernando Batista, que cuidaram do stylst e figurino, fizeram toda a diferença para que o resultado final fosse de qualidade e surpreendesse o público em geral.

Capa do EP
Capa do EP

Papel de Pão, também de Marcelinho Oliveira e Nosso amor é assim, de Umberto Tavares e Jefferson Júnior, são inéditas que se juntam à Criatura no mais novo lançamento do Cheiro. Além das três, o disco recebe a regravação de Tema do Cheiro, pela primeira vez com a letra na íntegra. Foi inspirado no “jardim mui delirante” da canção e na doçura de Vina, representada pelas flores, que o diretor Elísio também desenvolveu o conceito do EP de quatro canções, o roteiro e a concepção do novo show da banda, que vai estrear na capital baiana, em janeiro, com novo cenário, figurino, performance cênica e repertório. A direção e produção musical do EP, além dos arranjos das quatro canções, ficaram por conta do instrumentista Radamés Venâncio, que fez parte da banda de Armandinho, Dodô & Osmar, do cantor Ricardo Chaves e há 17 anos dirige a carreira musical de Ivete Sangalo.

Alinhado às novidades musicais, o Cheiro acaba de lançar também uma nova marca, desenvolvida pela designer Cris Leitão Guerra, e um elegante ensaio fotográfico da banda, realizado pelo fotógrafo Filipe Rodrigues. Todas as mudanças adotadas pelo Cheiro têm a intenção de fortalecer a música da Bahia e destacar as verdadeiras prioridades no cenário artístico. “Estou muito feliz e animada com tudo o que estamos vivendo dentro do Cheiro. As mudanças são necessárias e todo o processo tem sido um valioso aprendizado. Só tenho a agradecer pela confiança depositada em mim e na banda, e por todo o carinho que recebemos diariamente dos nossos fãs, que torcem pelo Cheiro”, afirma Vina Calmon, que está à frente do Grupo há quase três anos.

 


SA Agência Digital