quinta-feira, 18 abril 2024
O Pente - Sampa
Tags Posts tagged with "Gravnave"

Gravnave

Semana de lançamentos e novidades para galera da banda GravNave.

Logo na sexta, dia 12 vai rolar lançamento do mais novo single “Papo de Futuro” que já contou de cara com visualizer assinado pela
maravilhosa Mariana Ayumi.

“Papo de Futuro, chegou com a reflexão de que : As máquinas não captam ou expressam o essencial. Algoritmos não traduzem o que um sorriso e um olhar querem dizer de corpo presente. Somente as tecnologias de um amor quente e disposto pra a vida dar reggae” lembrou Faster, vocalista da banda que conta ainda com os brabos Jackson Almeida na guitarra e produção musical) e Daniel Ragoni (tambobass).

Jackson Almeida, Daniel Ragoni e Faster da GRAVNAVE por Heder Novais

“Nosso “Papo de Futuro” é sobre o que o coração sente. Pegar fôlego e inspiração nos afetos, no corpo, no movimento, nas cores, nas frequências gravs. Nosso lance é viver pra a vida dar reggae hoje e amanhã pro futuro ser mais gostoso!”, contou Jackson.

No sábado, dia 13 a partir das 22h, o Mercadão CC, localizado no bairro do Rio Vermelho em Salvador receberá a primeira edição do Baile TamboBass, com a participação Roça Sound e abertura de DJ Kell Sliffer.

Acompanhe a banda no Instagram @gravnave.

Quinta-feira chegando e geral já fica nervoso para descolar os melhores agitos na noite de Salvador.

A Borracharia no bairro do Rio Vermelho preparou uma noitada daquelas para fazer todo mundo quebrar tudo ao som da banda GravNave.

A banda é formada por Faster nos vocais e os monstros Jackson Almeida na guitarra e Elton Jackson na percussão, mostrando sonzeira original e releituras de clássicos da música baiana com aquela pitada de elementos eletrônicos e dos groves do tambobass- instrumenro criado pelo grupo, tocado pelo músico Daniel Ragoni.

As pickups ficarão sob o comando do Dj katy Apino no rolê com o melhor da música baiana e os grooves altamente dançantes.

A casa abre às 23h no valor de R$ 30 conto. News no Instagram @aborracharia e @gravnave

QUINTOU na Borracharia com o show dos brabos do GravNave. Formada por Faster nos vocais, Jackson Almeida na guitarra e Daniel Ragoni na Batera, o grupo tem animado as pistas dos shows que realizam na city.

O projeto é recente, mas os músicos são veteranos da firma MÚSICA e tocam e compõem como ninguém.

No show de quinta, dia 09 de junho a partir das 23h na Borracharia, o microfone será compartilhado com a musona Clariana e o mestre Márcio Mello.

Ingressos no local. Aproveite para seguir @aborracharia e @gravnave para conferir a agenda e novidades.

Show gratuito com reunião de gente legal vai rolar nesse sábado, dia 14 de maio no Largo Tereza Batista no Pelourinho em Salvador.

As bandas GravNave e VITROLAB comandarão a festa no centro histórico de Salvador em mais um show épico.

Faster, Daniel Ragoni e Jackson Almeida da GRAVNAVE por Heder Novais

Som original, percussivo, identitário em uma verdadeira catarse humana. Vale a pena agendar e colar nesse rolê.

Aproveite para seguir @gravnave e @vitrolab_

 

SOBRE A VITROLAB

MAIS HUMANO é o primeiro disco da VITROLAB, formada pelos irmãos Guga (voz e guitarra) e Marcelo Barbosa (voz e programações), fruto de 8 anos de estrada e que amadureceu no período de isolamento social, traduzindo musicalmente os sentimentos e aprendizados dos novos tempos.

O conceito do trabalho veio se desenvolvendo a partir da fusão de ritmos – afrobaianos (pagode e ijexá) e latinos, como ragga e dance hall. Esse processo é fruto de diversas experimentações dos irmãos nos campos rítmicos surgidos e tocados na Bahia e suas inúmeras possibilidades estéticas e de diálogo com a música internacional, sobretudo a oriunda da diáspora africana.

Essas possibilidades sonoras foram exploradas inicialmente nos palcos e, durante a pandemia, transmutadas para os computadores e sintetizadores analógicos, onde o som encontrou seus caminhos e o disco foi tomando forma.

A forte tradição percussiva da música baiana foi explorada aqui de maneira subliminar e eletrônica, muitas vezes com sintetizadores ou instrumentos de corda (como a guitarra elétrica) tocando claves percussivas.  

O resultado são 10 faixas autorais com forte apelo imagético, com uma estética pop eletrônica e moderna que nos apresenta uma Bahia solar e urbana, quente e opressiva, sensual e poética.  

O discurso é outra marca forte do álbum. Além de fortes críticas sociais (presentes em músicas como FAKE, ADEUS BABILÔNIA, TRIGONOMETRIA), o trabalho traz uma mensagem de esperança e luz – solar, inclusive – para a construção de um futuro em que a essência natural da existência se interligue com a essência do ser humano. Em um período de hiperconectividade digital, o disco convida à (re)conexão com os elementos primários e fundantes da vida – elementos da natureza (em músicas como SOLAR, AMOR FAZ BEM, MAIS HUMANO, CABEÇA).

Sem perder o tom provocativo, o disco também aborda temas caros e imperativos dos tempos atuais, como o combate a todo tipo de discriminação e preconceito, a proteção da mulher e do meio ambiente, a defesa das liberdades individuais e o combate ao extremismo odioso que se dissemina, sobretudo, por meio das mídias digitais.

São influências do trabalho, além da sempre moderna Tropicália, movimentos como o Manguebeat e nomes da música baiana atual, como BaianaSystem, Attooxxa, Afrocidade, além de artistas latinos como Manu Chao e Orishas.

Integralmente composto, arranjado e produzido pelos irmãos Guga/Marcelo, o álbum conta com a co-produção e finalização do renomado produtor baiano André T (Estúdio T).

Em parceria com irmãos, os poetas Edmundo Carôso e Dino Correia assinam algumas composições do trabalho.

SOBRE A GRAVNAVE

Com 6 músicas lançadas nas plataformas digitais, inclusive uma delas com participação de Margareth Menezes, a Gravnave surge na pandemia com o desejo de comunicar partindo de experiências e novas ideias dentro do vasto vocabulário de ritmos baianos flertando com sonoridades eletrônicas.
A banda é composta por Jackson Almeida (guitarra), Faster (vocal) e Daniel Ragoni (tambôbass). Esse último que, basicamente, une contrabaixo e bateria de forma híbrida (eletrônica e acústica).
O repertório da Gravnave contém, além das faixas já disponíveis na rede, outras inéditas que estarão no primeiro EP (que será lançado no segundo semestre de 2022) e releituras de músicas populares de grandes nomes como Charlie Brown, Caetano, Marisa Monte, Bob Marley, Tincoãs, Novos Baianos, Racionais, João Gomes, Ponto de Equilíbrio, Los Hermanos, Timbalada, Nação Zumbi, Cazuza e Edson Gomes.
É um repertório quente, pra dançar, cantar junto e sentir o grav.

Faster, Daniel Ragoni e Jackson Almeida são os caras que comandam a banda GravNave. O projeto que apresenta um som autoral cheio de identidade, se apresentará na noite dessa sexta, dia 29 no Eco RV a partir das 22h.

Com discotecagem de Manigga, o agito acontece no bairro mais boêmio de Salvador, dando o start ao final de semana na capital.

Aproveite para seguir no Instagram @eco.rv e confira a programação da casa que receberá ainda nesse sábado, dia 30 de abril o show do cantor Arthur Ramos e nas pickups com Roger N’Roll.

Foto GravNave por Heder Novais

 

Terça de lançamento e novidades na cena musical soteropolitana. Surge o projeto GRAVNAVE, a partir da inquietação do guitarrista experiente Jackson Almeida, o batera Daniel Ragoni e a voz potente de Faster.

Uma mistura que reúne ritmos tipicamente baianos com pesquisa na ancestralidade africana, mesclados aos novos processos tecnológicos, conectados as suas influências pessoais.

“As concepções musicais para o trabalho se alinharam imediatamente num entrosamento rico e producente desde o primeiro encontro, e como consequência, surgiram 12 músicas nos quatro primeiros meses, sintetizando os três universos num caminho cujo objetivo é refletir a pulsação quente, suave, bela e periférica” contou Jackson sobre o projeto.

Uma abordagem nas temáticas variadas centradas no respeito à diversidade, dentro de novas ideias para ritmos do vasto vocabulário de grooves da Bahia.

Pineal é o primeiro single da Gravnave, um ijexá raiz com eletroacústico forte. Uma letra que desperta para um olhar pra dentro de si, resiliente e esperançoso sobre a vida.

Conheça a canção no LINK. Siga o Instagram @gravnave.


SA Agência Digital