quarta-feira, 17 julho 2024
Faccia Cure
Tags Posts tagged with "Gabriel O Pensador"

Gabriel O Pensador

Foto de Steff Lima

Primeiro álbum de inéditas em 11 anos impressiona pela mistura na medida certa do hip hop raiz com outras vertentes do rap, elementos de trap, reggae e outras influências

O novo álbum do Gabriel O PensadorAntídoto Pra Todo Tipo de Veneno, chega hoje às plataformas de música com a marca do artista: a capacidade de dar voz e traduzir anseios e sentimentos de gerações inteiras, inspirando consciência, atitude e evolução através do ritmo e da poesia.

Em “Antídoto Pra Todo Tipo de Veneno“, Gabriel escolheu com critério seus parceiros. “Black Alien é a pessoa ideal para falar de coragem, de nossos fantasmas, porque ele canta de peito aberto sobre a barreira do medo e tantas outras que temos que superar”, contou Gabriel sobre a participação do rapper na faixa “Nunca Tenha Medo”, que inclusive ganha clipe nesta sexta-feira no canal oficial do artista no YouTube.

Já Sant, um grande poeta do rap da nova geração, está presente na faixa “Boca Seca”, que tem como tema o vazio  do mundo de hoje, o excesso de informações inúteis, a falta de ideais e a crescente dependência da inteligência artificial. Enquanto Hélio Bentes, antigo parceiro de Gabriel, com sua voz marcante em “Burn Babylon”, música do Pensador em parceria com Papatinho, traz um toque de ragga nos vocais.

Mensagens positivas também são um dos antídotos propostos por Gabriel nesse álbum e, para cantar sobre nossa vontade de liberdade, independência de pensamento e ação, Armandinho foi convidado para imprimir seu estilo único na faixa “Liberdade”, numa mistura envolvente de hip Hop com reggae.

O  ritmo jamaicano também está na faixa “Obrigado Mar Por Isso Tudo “, que traz a participação de Makua Rothman, surfista havaiano de ondas grandes, compositor e cantor. “Ele já havia dado uma canja num show meu em São Paulo e quando o reencontrei no Havaí, tive a ideia de incluí-lo nesse disco. O resultado foi um vocal bem diferente em uma base de reggae produzida por André Gomes, nos transportando para o surf e o mar, que é o lugar onde encontro meu equilíbrio para além da prancha”, contou.

“Antídoto Pra Todo Tipo de Veneno”, ainda conta as participações de Lulu Santos e Xamã, na faixa “Cachimbo da Paz 2”, recém lançada como single. “Eles chegaram como uma missão mais difícil do que ressuscitar o  cacique assassinado na prisão, que é a missão de rever uma música tão emblemática como Cachimbo da Paz. Acredito que cumprimos bem esse desafio. O Lulu criou um novo refrão à altura do bom e velho maresia trazendo novamente a suavidade da sua voz e a guitarra contrastando com uma letra que fala sobre questões sérias e pesadas. Enquanto Xamã trouxe seu estilo versátil, numa pegada de rap raiz , enfatizando as causas indígenas que são tema da letra além da maconha e dos problemas gerados pelo tráfico e pelo atraso mental do “país da hipocrisia”.

Com a produção musical assinada por Kevin do estúdio Malibu, o álbum traz uma dinâmica que explora as batidas do boom bap com elementos do trap, se mostrando moderno e atual ao longo das faixas que também contam com as contribuições dos produtores Papatinho, DJ Caique, André Gomes, Sam The Kid e Dree Beatmaker, que esteve com Gabriel na criação dos primeiros beats e participa em quatro faixas.

“Espero que algumas músicas desse álbum ajudem a nos lembrar a razão de estarmos aqui, por que o rap existe e qual o propósito da nossa arte. Não é fazer música por fazer. É sermos originais e cada um buscar o seu estilo e traduzir a sua verdade musical. Descrevi em algumas letras o que eu acredito ser a essência do que me levou a seguir esse caminho. Tomara que as novas gerações continuem buscando cada vez mais antídotos para o veneno do mundo em forma de música e poesia”, finalizou Gabriel O Pensador.

Foto de Lysa Oliv

A faixa, que chega acompanhada por um videoclipe, abre caminhos para novo álbum do rapper

Gabriel O Pensador lança hoje seu novo single “Cachimbo da Paz 2”, dando continuidade à clássica história da figura indígena e à hipocrisia do país. A faixa, que traz uma estética que remete ao clássico de mais de duas décadas “Cachimbo da Paz”, conta com as participações de Lulu Santos e Xamã na canção, que chega acompanhada por um videoclipe no canal oficial do artista no YouTube.

Com a produção musical assinada por Kevin Afonso, a faixa remete à primeira versão da música e traz as batidas do boom bap, influências de trap no beat e além de um flow de Gabriel lembrando um pouco o estilo da primeira versão com as frases longas e a cadência diferenciada. 

Acompanhando a estética sonora, nesta nova versão O Pensador resolveu ressuscitar o velho cacique, que ao voltar à vida se depara com uma sociedade ainda pior em alguns pontos e com isso propõe uma reflexão sobre a antiga pauta, como conta o verso: “Nessa sociedade a ansiedade faz estrago. O remédio é natural, demorou ser liberado! É que a venda dessa erva continua proibida, mas as suas substâncias salvam vidas. Enquanto muitas outras são perdidas numa guerra sem sentido”.

“A letra original do Cachimbo da Paz retrata um país hipócrita e tem como personagem principal um cidadão comum oprimido pelo sistema representado pelo cacique indígena. Com essa nova música, trazemos a percepção de que 25 anos depois a realidade continua a mesma e os problemas são varridos para debaixo do tapete, e certas questões importantes como essa são deixadas de lado apesar de gerarem problemas incalculáveis: mortes, violência, guerra, sofrimento, me inspiraram a ressuscitar o velho cacique que ao voltar a vida acaba se deparando com um quadro ainda pior em certos aspectos”, criticou Gabriel.

“Mais do que voltar 25 anos depois, a gente tá jogando ela muitos anos pra frente. É uma nova versão, uma nova canção, uma nova inspiração, nova participação. Tudo novo!”, completa Lulu Santos. 

Através de uma história cinematográfica, o rapper convidou ainda Lulu Santos, que chega somando com o refrão da música além de abrilhantar com seus riffs de guitarra, e o rapper Xamã, que além de se reconectar com sua ancestralidade indígena, vem como elemento surpresa com muita criatividade. “Xamã contribui com muita criatividade como era de se esperar e também vem no estilo boom bap, enquanto Lulu Santos traz a suavidade da brisa lembrando o clássico refrão Maresia da canção original. O trio combinou muito bem, com uma soma de talentos e estilos”, diz Gabriel. 

“Curti muito participar dessa nova versão, porque o Gabriel sempre foi um artista que admirei muito no cenário do rap. Somar nessa música foi muito maneiro, incluindo um pouco mais das minhas influências e também pela letra que se conecta com as minhas raízes indígenas. Tivemos muito cuidado e respeito pra que tudo fosse feito da melhor forma possível. O resultado somando com o Lulu ficou demais e tenho certeza que a galera vai curtir!”, finaliza Xamã. 


SA Agência Digital