sábado, 25 maio 2024
Bombar
Tags Posts tagged with "Festival Lusofono"

Festival Lusofono

Maio Coopé

 

Todo feito em casa, projeto celebra a música do Brasil, Angola, Moçambique, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde e Portugal

Artistas musicais de diversos países de língua portuguesa reúnem-se na primeira edição do Festival Lusófonos, exibido no dia 3 de julho, sexta-feira, 21h30, pela TVE Bahia, com transmissão simultânea pelo site www.irdeb.ba.gov.br/tveonline e reprise no dia 4 de julho, sábado, às 19h30.

Na programação estão os músicos Don Kikas (Angola), biLan (Cabo Verde), Marcia (Portugal), Lenna Bahule (Moçambique), Tonecas Prazeres (São Tomé e Príncipe), Maio Coopé (Guiné-Bissau), além dos brasileiros Lazzo Matumbi, Jussara Silveira, Ellen Oléria, Luciano Salvador Bahia, Zé Manoel e Ian Cardoso.

Todo produzido em casa, durante o período de isolamento social, o projeto audiovisual tem curadoria, produção e apresentação do ator e jornalista Edu Coutinho e da cantora, dançarina e atriz Nara Couto.

O festival dá continuidade ao trabalho de difusão da música feita nos países de língua portuguesa desenvolvido desde 2016 pelo programa Lusófonos, produzido e apresentado por Edu Coutinho na Rádio Educadora. A parceria com Nara Couto, artista pesquisadora das culturas africanas e afrobrasileiras, concretizou um desejo antigo da dupla: reunir artistas para fomentar o diálogo entre países da lusofonia.

“A lusofonia é um território marcado por diversidades e desigualdades. Cada país lusófono abriga muitos ritmos e também muitos idiomas que resistiram à colonização portuguesa. Se a língua de alguma forma nos une, é justo que a gente se escute mais. E a música pode ser uma porta para um longo caminho de aprendizado”, comenta Edu Coutinho.

Segundo dados do Instituto Camões, estima-se que existam em todo o mundo cerca de 270 milhões de falantes da língua portuguesa, espalhados por nove países que têm o português como língua oficial, além de outros territórios.

“Estamos muito felizes em reunir artistas de diferentes países da África e suas diásporas nesse festival. Acredito que conhecer a música de diferentes culturas é ter a compreensão de que existe uma memória genética, ancestral muito forte. Nos traz o entendimento que temos uma conexão do outro lado do oceano que precisa ser aproximada cada vez mais”, comenta Nara Couto.

Para o festival, que terá veiculação exclusiva pela TVE, cada artista gravou a participação da sua própria casa, escolhendo canções que, direta ou indiretamente, dialogam com o momento atual. Além das composições, eles compartilham enfrentamentos à pandemia em diferentes lugares do mundo.

O Festival Lusófonos tem direção de Edu Coutinho, Nara Couto e Felipe Brandão, que também assina a edição de imagens. A edição de som é assinada por Bruno Tannus Britto.

Festival Lusófonos
3 de julho, 21h30
4 de julho, 19h30
TVE Bahia (transmissão simultânea em www.irdeb.ba.gov.br/tveonline)

 


SA Agência Digital