quinta-feira, 5 agosto 2021
Tags Posts tagged with "Feijhoada Negra Jho"

Feijhoada Negra Jho

Uma energia única. Os mistérios, as cores, os olhares, os cheiros, os adornos, a beleza e desenvoltura da raça negra e mais ainda, a força da nossa ancestralidade africana e indígena de fé e garra, podem ser sentidos na figura e movimento criado pela iluminada Negra Jhô. Mulher forte e cheia de sangue, que sabe como ninguém reunir os bons, a personal hair mais famosa e querida do Brasil, movimentou o Centro Histórico de Salvador, o Pelourinho, em sua sexta edição da tradicional Feijhoada Negra Jhô, homenageando os 40 anos de Independência da Angola. A banda percussiva feminina Didá,  comandou do cortejo, que percorreu o Pelourinho até à Praça Tereza Batista, abrindo espaço a uma verdadeira celebração aos orixás, tendo o samba, o kuduro, dança de rua, axé, ijexás e todos os ritmos cantados, pela alma de vozes como Afro Jhow, Magary Lord, Ile Aiyê, Aloisio Menezes, Gal do Beco< Tonho Materia, Bambeia, Samba Mixx, Catadinho do Samba e muito outros artistas. Basta agora conferir todos os looks, detalhes e beleza da VI Feijhoada no Maior #EstiloUranRodrigues. Axé Axé

Negra Jho por Uran Rodrigues

Pelo sexto ano consecutivo, a empresária e personal hair mais famosa do Brasil, Negra Jhô, festejará seu aniversário, saudando os orixás com seu típico trajeto pelas ruas do Pelourinho, em Salvador, na Feijhôada da Negra Jhô.

A Praça Tereza Batista será palco da celebração, que homenageará os 40 anos de Independência da Angola, tendo a banda percussiva feminina Didá, o comando do cortejo, ao lado de Negra, abrindo espaço para os shows da banda Bambeia, Samba Mixx, Catadinho do Samba e as participações da banda Ilê Aiyê e do cantor Tonho Matéria. 

O evento reúne personalidades e artistas de diversas vertentes em uma confraternização regada a boa música, performances, danças tematizadas, homenagens às raízes africanas e a tradicional culinária afrobaiana, representada pela feijoada.

O projeto também enfoca as questões étnicas e audiovisuais, que, segundo a anfitriã “passaram pelo ritmo de maior resistência ao longo das mudanças ocorridas, no cenário mercadológico fonográfico e dos diversos setores da comunicação”.consolidando mais uma ação afirmativa pela luta em prol da cultura e a beleza afrodescendente na Bahia.

O evento será realizado dia 06 de setembro, a partir das 13h . Maiores informações e reservas das camisas pelos telefones 71 3321-8332 / 8779-0296. Nota1000!


SA Agência Digital