terça-feira, 4 outubro 2022
Maria Mata Mouro 1
Tags Posts tagged with "Dois Terços"

Dois Terços

Um encontro debaterá a LGBTfobia e a luta da comunidade LGBTQIA+ na noite de hoje, terça-feira (17), data em que se comemora o Dia Internacional de Luta Contra a Homofobia.

Neste ano, a ação, que integra o projeto “Dois Dedos de Prosa”, do site Dois Terços, está marcada para às 19h, na livraria LDM do Shopping Bela Vista em Salvador com acesso gratuito.

A pauta do encontro desta edição tratará da lesbofobia, transfobia, bifobia e sorofobia, que será discutida pelo escritor produtor de conteúdo literário, Deko Lipe; pedagoga e educadora social Janda Mawusi; escritor Lincoln Aramaiko; cantor Lui; fundador da Torcida LGBTQIAP+ do Bahia, Onã Rudá; assessora parlamentar Paullet Furacão; voluntário da IBCM, Renildo Barbosa; ativista dos direitos das pessoas vivendo com HIV/Aids, Ton Shübber e o ativista e editor-chefe do Dois Terços, Genilson Coutinho.

O encontro objetiva trazer um panorama da homofobia no Brasil e discutir possíveis ações para combater os índices que colocam Salvador como cidade perigosa para a comunidade LGBTQIAP+ e apontam o país como o que mais mata pessoas transexuais no mundo. A ação tem apoio da LDM e Shopping Bela Vista.

O Dia Mundial de Luta Contra a Aids, celebrado mundialmente no dia 1º de dezembro, contará com uma ação solidária para ajudar as pessoas que vivem com HIV em Salvador, e que são assistidas pela Instituição Beneficente Conceição Macedo (IBCM).

Para marcar o dia, a instituição firmou uma parceria com o site Dois Terços, veículo de notícias LGBTQIA+, que juntos irão realizar um drive thru para arrecadar alimentos não perecíveis, destinados às famílias das 72 crianças atendidas pela instituição, além da população em situação de rua, também atendidas pela IBCM.

O drive thru será realizado no dia 1º de dezembro, das 8h às 16h, na sede da instituição, na Rua Santa Clara do Desterro, em Nazaré. As pessoas também poderão contribuir por meio de pagamento eletrônico instantâneo (Pix): 00.584.568/0001-05.

A data foi instituída como forma de despertar a necessidade da prevenção, promover o entendimento sobre a pandemia e incentivar a análise sobre a aids pela sociedade e órgãos públicos. No Brasil, o dia começou a ser comemorado no final dos anos 1980, envolvendo os governos federal, estaduais, distrital e municipais e organizações sociais.


SA Agência Digital