quinta-feira, 18 abril 2024
Racletto
Tags Posts tagged with "Casa da Mae"

Casa da Mae

O show conta com participação dos atores baianos Jackson Costa e Dody Só

O compositor J. Velloso, gravado por grandes artistas, volta a promover o reencontro do projeto que “bombou” a Casa da Mãe, dessa vez homenageando o dia da poesia, comemorado no dia 14 de março, data de nascimento do poeta Castro Alves. O show acontece neste sábado (11.03), às 21h, no espaço cultural Casa da Mãe.

O projeto consiste na realização de um encontro musical realizado por J. Velloso e pelos artistas Luciano Salvador Bahia e Gustavo Caribé, apelidados de Cavaleiros de Jorge, no qual recebem artistas convidados para se apresentarem.

Desta vez o evento contará com a participação de Jackson Costa e Dody Só, atores baianos que têm na sua trajetória grande relação com a poesia.

“A primeira edição desse projeto ocorreu há cerca de 18 anos atrás e era pra acontecer semanalmente durante um mês, mas durou mais de seis meses. Dessa vez sem Dailha na percussão, como era no início, mas com Fábio Cunha na percuteria.” comenta J. Velloso.

A última edição do projeto aconteceu no sábado após o carnaval, com participação da cantora baiana Illy e teve a presença de grandes artistas na plateia, a exemplo do cantor e compositor Caetano Veloso, o ator Freddy Ribeiro, e o artista plástico Roney George, responsável pela arte estampada no cenário.

Serviço: J. Velloso e os Cavaleiros de Jorge com participações de Jackson Costa e Dody Só

Onde: Casa da Mãe (R. Guedes Cabral, 81 – Rio Vermelho)

Quando: Dia 11/03 às 21h

Valor: 30 reais

Excêntrico e autêntico, assim é o trabalho da cantora carioca Ana Cláudia Lomelino, a Mãeana. Radicada na Bahia, ela abre os trabalhos em Salvador com o show de estreia da nova fase no dia 15 de agosto, às 21h, no espaço Cultural Casa da Mãe, bairro do Rio Vermelho em Savador.

No palco ela será acompanhada por Bem Gil (violão e guitarra), com a participação afetiva de seus filhos Dom e Sereno, e de seus primos Pedro, Lucas e Gabriel Gil, na percussão.

No repertório ela apresenta suas letras que reúnem referências ao futurismo extraterrestre e uma visão bem diferenciada do mundo, trazendo a alma feminina para cada canção. Canções estas que estão no seu primeiro álbum, lançado em 2015. Além de releitura de clássicos de cantores baianos, que se perde na imensidão relaxante do seu timbre delicado e zen.

SERVIÇO
Mãeana
Onde: Casa da Mãe
Endereço: Rua Guedes Cabral, 81 – Rio Vermelho
Data: 15 de agosto, segunda-feira
Hora: 21h (a casa abre 19h)
Couvert: R$25,00
Reservas via whatsapp: (71) 9 9926-2101

Foto de Martinho Souza

QUINTOU daquele jeito com música boa, comida ancestral e o frescor do Rio Vermelho para ouvir e dançar muito com Folley na Casa da Mãe.

O espaço mais democrático do bairro mais boêmio de Salvador, se renderá aos encantos do cantor e compositor Folley nessa quinta, dia 14 a partir das 22h.

O show, que integra a programação do Circuito de Inverno, apresenta repertório com músicas brasileiras, com influências rítmicas do samba, funk, MPB, axé, reggae e samba de roda.

chegue cedo para saborear as delícias da chef Stella Maris com aqueles pratos típicos do recôncavo baiano e desfrutar de drinks incríveis e aquela cerveja gelada. Couvert artístico R$ 20.

Aproveite para seguir @eufolley

Serviço
Quando: 14 de julho, 22h
Onde: Casa da Mãe, Rio Vermelho
Quanto: R$20

Sobre o artista

Nascido no bairro da Liberdade, em Salvador, Ackson Conceição Barreto, conhecido como Folley, foi criado no Engenho Velho de Brotas, e desde pequeno já mostrava talento musical quando fundou sua primeira banda com amigos, aos 10 anos, no quintal de casa, no Manguinhos. Sua família tinha forte ligação com o candomblé, pois sua avó materna era mãe de santo, e cresceu no terreiro com seus irmãos onde aprendeu a tocar instrumentos de pele, como tambores e atabaque, além de agogô, berimbau e outros de matriz africana. Seu codinome Folley foi dado pelo pai, em referência ao personagem do filme Um Tira da Pesada, interpretado por Eddie Murphy.

A cantora brasiliense Julia Moreno tem feito incursões interessantes em terreno soteropolitano corriqueiramente.

Nessa sexta-feira, dia 13 de maio, Julia comandará o som na Casa da Mãe, bairro do Rio Vermelho com seu show cantando BRASILIDADES, BAIANIDADES e todo seu íntimo em versos que falam de amor e verdades.

O show começa a partir das 20h, aproveite para chegar cedo e provar as delícias do RECÔNCAVO BAIANO nos pratos preparados por Stella Maris e ainda aquela cerveja gelada.

News no Instagram @casadamaeoficial e @juliamorenooficial.

Vai rolar hoje, nessa quinta-feira, dia 16 de setembro a partir das 21h na Casa da Mãe no bairro do Rio Vermelho em Salvador, a terceira edição do baile “Ori com Elas”.

Uma noite de muito IJEXÁ é samba-rock, chegando ORÍ grandão, acompanhado pelos músicos Manoel Júnior na batera e Fábio Soul na guitarra, recebendo a participação maravilhosa das musas NOEMI, VIVA e Renata Agapito.

ELAS farão interpretações de clássicos da música brasileira e internacional além das músicas autorais.

Chega mais!

SERVIÇO

O QUE: ORÍ com ELAS
ONDE: Casa da Mãe, Rio Vermelho, Salvador
QUANDO: 16/09
QUANTO: 12 reais couvert

A Casa da Mãe faz seu final de semana ficar muito mais gostoso, com a oferta de um cardápio delivery especializado em comida baiana, com um adicional tempero especial do Recôncavo, de sexta a domingo.

Na sexta-feira a chef Stella Maris disponibiliza, em porções para duas pessoas, caruru, vatapá, arroz branco, farofa e xinxim de galinha por R$ 55,00. Tem também anduzada, feijoada, maniçoba e sarapatel em porções de 750 gramas, com preços que variam de R$ 40,00 a R$ 48,00.

No sábado e no domingo é possível pedir feijoada e as famosas moquecas da casa. Os pedidos podem ser feitos até às 11h30 do dia e a entrega pode ser delivery (com preço da taxa a consultar) ou para serem retirados no local, que é na Rua Guedes Cabral, 81, no Rio Vermelho, bem em frente à Praia de Santana.

Os pedidos podem ser feitos pelo telefone/whatsapp 99926-2101.

Três cantores que são atores. Três atores que cantam: Uma homenagem sincera às divas do pop nacional e internacional. Essa é a proposta do show Diva Box, colocar homens reinterpretando músicas conhecidas por vozes femininas. De Bethânia a Beyoncé, de Alcione a Cyndi Lauper, passando por Amy Winehouse, Rita Lee e Spice Girls, o trio mistura música e performance em um show eletrônico, recheado de referências da internet com mash ups irresistíveis.

Trazendo encontros impossíveis e impensáveis, o show ‘propõe’ duetos entre Madonna e Marina Lima, Lady Gaga e Fernanda Abreu, Alcione e Rihanna, dentre outras. “A palavra de ordem nesse show é misturar”, define Fernando Ishiruji, o  mentor do grupo vocal Diva Box, que dive o palco com  Paulo Lopes e  Mário Bezerra.

O repertório abrange músicas gringas e nacionais da década de 80 e seu pop sintético e inocente, passando pelas canções dos anos 90, 2000, até os sucessos dos dias atuais, com as novas musas do pop e referências àquelas figuras que ganharam 15 minutos de fama através da internet, como Inês Brasil.

Após uma temporada de 4 meses em cartaz no bar Cabaret 54, shows em teatros e em diversos espaços culturais de Salvador, o Diva Box desembarca na Casa da Mãe, bairro do Rio Vermelho,  para apresentação na noite dessa sexta(19), a partir das 22horas.

SERVIÇO:

O QUE: Show Diva Box com Paulo Lopes, Mário Bezerra e Fernando Ishiruji.

ONDE: Casa da Mãe, R. Guedes Cabral, 81. Rio Vermelho, Salvador, Bahia.

QUANDO; Sexta(19) a partir das 22h

QUANTO: R$ 20 / R$ 15(Lista Amiga) 71 99188-7357


SA Agência Digital