segunda-feira, 6 dezembro 2021
Tags Posts tagged with "Carnaval"

Carnaval

Ator, cantor, diretor, compositor e mais o que quiser ser. Um cara multi e variado, ganhando agora um personagem de notoriedade nacional, apresentando Jean Pedro para todo o mundo através da Netflix. Jean é um dos poucos baianos no elenco principal da trama da mais nova produção do maior streaming de videos na atualidade.

Salvador é o personagem do ator em Carnaval, longa que mistura humor com muita azaração e confusões amorosas como um gatilho certeiro para lembrarmos de uma das maiores festas de rua do planeta.

Trocamos dois dedos de prosa com Jean para conhecer um pouco da sua história.

Site Uran: Como as artes foram aparecendo em sua vida?

JEAN PEDRO: Eu carrego uma herança artística ancestral e pela genética, rs, meu pai cantava em uma banda de samba junino, chamada, Prego Duro. Muito famosa na cidade na década de 90. E por parte materna minha mãe sempre foi fanática por música, ama dançar teve muitos álbuns, radiola, rádio, cds… assim, o pagode dos anos 90, samba, o reggae a MPB sempre estiveram presentes dentro de casa. A outra parte vem na adolescência por participações em projetos independentes, projetos sociais que têm papel importante no repertório que carrego como artista, seja na música, no teatro, na escrita, projetos como: Banda Mirim do Ilê Ayê (Banda Erê), Banda de Fanfarra Fancerd, Grupo de teatro (Choque Cultural), Capoeira Topázio, Banda de pagode, A pegada é Essa. Tudo isso foi até chegar os dezessete anos onde passei a exercer profissionalmente a missão de ser ator. Tive contato com grandes diretores e músicos onde aprendi muito sobre a arte de ser artista. Salientando o Bando de Teatro Olodum, uma verdadeira escola pra um ator, preto, soteropolitano.
Desde então venho combinando a atuação com outras funções como direções no teatro, o cinema, escrevendo e produzindo os meus álbuns, O Ébano e o Tudo7!

Jean com Giovana Cordeiro, Samya Pascotto, Gessica Kayane e Bruna Inocencio

SITEURAN: Fazer um personagem que leva o nome da cidade que acolhe o Carnaval é uma responsa. O que esse cara vai falar?

JEAN PEDRO:Haha é um simbolismo muito forte né!
Olha, eu gosto muito de ver signos e símbolos por traz das coisas na vida como um todo E Salva a dor de Salvador, aquele que salva e veio para salvar e ainda representar a cidade de Salvador, Bahia. é um negócio invocado, viu?!! Salvador é isso, É barril, é pra quem é miseráve e tem fé. Artisticamente a gente cresce assistindo as bandas de samba reggae dos bairros, desfilando, tocando na porta de casa, o partido alto sempre presente nos domingos, em todo canto tem um famoso bar do reggae, toda comunidade uma tribo rock ‘n roll. Salvador é isso, um berço, carrega uma linguagem musical própria, é polo de muitos gênios que mudam o mundo a cada dia por aí, poderia citar uma lista enorme falando de seus célebres habitantes dentro e fora das artes, mas seria injusto com os esquecidos, nesse momento. Então por estar ciente dessa multiplicidade e singularidade da cidade, é que a proposta de “Representar” Salvador, me desafiou por ter que escolher um recorte que se harmonizasse com a narrativa, dialogasse com o tempo da trama assim como a inserção do personagem no filme, sabe?! Escolhi esse caminho de um Salvador que representasse sim, a nossa alegria, o bom humor, a felicidade de quem cai na folia, carrega a melhor festa de rua do planeta e ainda se vira pra trabalhar e fazer acontecer. É que me divertir fazendo. E já que o nome do filme é Carnaval, é massa demais, né?! Risos. Também arriscado por escolher fazer isso longe de algumas alegorias ou folclores soteropolitanos que nos fazem sim, sermos vistos como arquétipo nessa coisa linda que é a folia de rua mesmo com muitas diferenças em seus planos. A parceria em toda a parte do processo foi muito importante e acredito que a leveza desse personagem Salvador junto com sua pimenta, sua postura, tem tudo a ver com nossa atitude e essência.

SITEURAN: A música é vida e te acompanha em todos os processos artísticos. Qual é o papel dela em sua formação?

JEAN PEDRO: Música é vida é deusa. É respiro.
Ser um morador de uma favela Soteropolitana é avançadíssimo no quesito musical, nós temos muito a cultura do carnaval fervilhando pelas veias. Há um certo complexo de DJ, a cultura do trio elétrico que é muito nossa. Onde as pessoas sempre ouvem música pondo para ela e para os outros tbm, um convite a apreciação da música. Aí você acaba absorvendo tudo que lhe é apresentado, e velho, Salvador, Bahia, é muito Incrível, a gente consegue passear do rock de Raul Seixas ao sucesso no movimento musical que é o arrocha, o samba de Riachão, ao reggae de Edson Gomes, o pagode baiano a paixão coletiva que é o Chiclete com Banana, a seresta aos novos baianos e por aí a fora, e te muito das influências de fora daqui da Soteropolis. Como morador da San Martin que é uma fronteira entre São Caetano, um bairro muito importante para o movimento do rap e da cultura Hip Hop e o Curuzu com a sua grandiosidade do Bloco afro Ilê Ayê. Daí minha curiosidade por esse universo me levou a participar de alguns projetos na adolescência que envolviam música, Tocar em banda de samba reggae, toquei contra baixo numa banda de pagode, escrevia pra uma outra banda… E quando fui para o teatro tive a certeza, teatro e música não se separam, praticamente todas as experiências que tive nos espetáculos teatrais, a música foi um pilar indispensável, aprendi muito com esses processos, Até que em 2017 decidi unir tudo que aprendi até ali pra lançar um projeto musical autoral, o meu primeiro E.P o Ébano. Onde me lancei para o mundo como interprete e compositor, e pude contar um pouco da minha visão pra o mundo.. em 2020 produzi e lancei o álbum tudo7 nesse intuito de trazer os vários ritmos que fazem parte da nossa construção enquanto Soteropolitanos.

SITEURAN: Já viveu muito amores no Carnaval?

JEAN PEDRO: Já sim, viu 😅😁
Não tem como a pessoa ser um digno folião e nunca tenha vivido uma paixão de carnaval, um amor de verão, uma paquera.

SITE URAN: O Carnaval é ?

JEAN PEDRO: A festa onde vou desde muito pequenino e amo isso ter acontecido assim.
O carnaval é a chance que temos de chegar a catarse de expurgar a energia que pulsa no corpo o ano inteiro de forma plena. Essa é a essência da festa. O Carnaval na prática tem muitas disparidades até chegar o momento do ápice da festa , odesfile final. São vários mundos agindo em paralelo mas a função é uma só a folia, não tem jeito. E nessa parte, Carnaval é riso no rosto, é dança, é amizade, pés fora do chão, beijo na boca,esquecer dos problemas, diversão garantida. Carnaval é uma homenagem a felicidade.

Siga o artista no Instagram @jean.pedroo.

Cinco amigas (Giovana Cordeiro, Flávia Pavanelli, Gessica Kayane, Bruna Inocencio e Samya Pascotto) em uma das maiores festas de rua do mundo, no Carnaval de Salvador. Vivendo aventuras que dão o gatilho certeiro para acalentar o coração com recordações boas da folia baiana e boas relações. Amizades e confusões amorosas divertidas Confira o teaser dessa mega produção assinada pela Netflix. Ah! Tem ator baiano no elenco, Jean Pedro.Teaser no ar!

Pipoca de Pai para Filho, é esse o título do projeto que estará no ar, em uma Live, no dia 27 de março, às 20h, no youtube da Escola Irmãos Macedo.

O folião que acompanha o trio elétrico Armandinho Dodô e Osmar nesses últimos 46 anos, curtindo a música baiana pelas ruas de Salvador, é fiel. Espera o ano todo para, junto com os filhos, naquele momento mágico, curtir a música trieletrizada. Sabe as músicas, canta, dança, faz a alegria do Carnaval.

A proposta da Live é justamente reviver esses momentos. Serão oito foliões representando uma legião de milhares. Nos seus depoimentos, vão contar as histórias vividas na avenida, a paixão pelo Carnaval, curiosidades, a música predileta, que será tocada na hora, ao vivo.

Durante a Live, um apresentador vai chamar os vídeos com os depoimentos desses foliões que, ao longo de décadas, participaram da pipoca do Trio Elétrico Armandinho, Dodô e Osmar. Após cada relato, a Banda Macedinhos executa a música citada pelo folião, num total de oito sucessos dos carnavais dos irmãos Macedo. Na sequência, o apresentador fala da autoria, data de lançamento e outras curiosidades sobre cada sucesso.

Nesse primeiro ano sem carnaval, é importante destacar essa história que foi passando de pai para filho, de geração em geração, exatamente como Osmar Macêdo fez com os próprios filhos, os Irmãos Macêdo! E a certeza de que a tradição será mantida, já no Carnaval 2022.

Vale lembrar que a Escola Irmãos Macêdo foi criada por causa da música trieletrizada. A Banda Macedinhos é formada por alunos desse projeto social, onde se ensina a música consagrada pelo talento de Armandinho, André, Aroldo e Betinho, (os irmãos Macedo) na história do Trio Elétrico.

 

O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI) (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

 

O que: Live de Pai para Filho, Histórias de carnaval que ligam gerações

Quando: 27 de março às 20h

Onde: canal do Youtube escolairmaosmacedo

 

Protagonizando os bailes de carnavais em Salvador desde 2009, a banda Bailinho de Quinta não poderia ficar fora da Maratona de Lives de carnaval.

Neste domingo, 21 de fevereiro, às 17h, a banda vai colocar o bloco dentro da casa dos foliões em um Bailinho à Fantasia. “Os Bailes à Fantasia produzidos pelo Bailinho de Quinta já são tradicionais na cidade e, mesmo em um momento atípico e que requer cuidados e distanciamento, podemos contribuir levando nossa alegria para a casa das pessoas, com toda segurança. Será uma oportunidade linda pra família ativar a criatividade, colocar a fantasia e brincar em casa”, conta Graco, músico da banda.

Além das tradicionais marchinhas, frevos e hits do axé, o Bailinho tocará um apanhado das músicas mais pedidas nos últimos dez anos de Bailes de Carnaval.

A regra é pra todo mundo ficar em casa com toda segurança que o momento pede e vestir uma fantasia para curtir uma Live diferente e inédita que será transmitida no Youtube.

O “Bailinho à Fantasia Em Casa” vai ter interação em tempo real, concurso de fantasias criativas e muita alegria, confete, purpurina, glitter e serpentina. O público será convidado a postar uma performance com sua fantasia com duração de até 15 segundos usando a #BailinhoAFantasiaEmCasa e já estará concorrendo aos prêmios que serão divulgados durante a festa online. Os vencedores, as três fantasias mais votadas pela comissão, também serão anunciados na Live.

O carnaval virtual do Bailinho também fará uma campanha pra arrecadar fundos pro Backstage Invisível Salvador, que atende aos profissionais que trabalham nos bastidores do entretenimento e estão passando por dificuldades nesse momento de pandemia. Muito além do entretenimento, o “Bailinho à Fantasia em Casa” tem cunho cultural e social, e conta com a ajuda de todos os foliões.

O BIG Bompreço vai apoiar a live do Olodum que acontece hoje terça-feira, dia 16 a partir das 19 horas, canal do YouTube/Olodum TV*. O evento contará  com a participação de Margareth Menezes e Ilê Aiyê. O evento também terá o patrocínio da Bohemia Puro Malte e apoio da Farm.

“Estamos felizes pelas marcas entenderem a importância da presença dos blocos afros da Bahia, mesmo que seja uma folia digital”, disse o presidente do Olodum, João Jorge. A live acontece depois de ter sido desmarcada por ausência de patrocínio.

O show, realizado na Casa do Olodum, marcará a trajetória dos 41 anos do Bloco Afro Olodum. Por meio dos hits da banda, contará: “Uma História dos Carnavais”.

“A base desta live será contar a incrível história do bloco Olodum, fundado no Maciel Pelourinho há 41 anos, com sete jovens do bairro, conquistou com sua cultura de Carnaval simpatizante de todo o mundo, a exemplo de Michael Jackson e Paul Simon”, completa o presidente. No repertório, músicas como Faraó, Avisá la, Rosa, Deusa do Amor, Protesto Olodum e muitas outras que embalaram os desfiles do bloco por mais de 40 anos.

Agenda
O quê: *Live Olodum Uma História dos Carnavais*
Quando: 16 de fevereiro (terça feira)
Horário: às 19h
Onde: Canal do Olodum no YouTube *www.youtube.com/tvolodum*
Participações: Margareth Menezes e Ilê Aiyê
*Patrocínio da Bohemia* e *Apoio do BIG Bompreço* e *Farm*

Redes Sociais
Instagram:@Olodum_oficial
Facebook:@olodum.oficial
Twitter:@olodum
YouTube: *www.youtube.com/tvolodum*

Com a suspensão do Carnaval de Salvador e demais eventos na capital, o mercado segue estagnado. Pensando nos profissionais autônomos do setor, o Salvador Shopping promove uma ação social em prol da Associação dos Profissionais de Eventos (APE) a partir de hoje, 11 de fevereiro.

Para aderir à causa, os clientes podem adquirir o “Kit Carnaval da Solidariedade” para curtir a festa em casa. Faz parte do combo: balde de gelo e copos personalizados, confete, serpentina, seis cervejas Skol Puro Malte, doses de Absolut Vodka, de Whisky Chivas Regal e um snack. Os kits serão vendidos a R$50 no stand montado no Espaço Gourmet, piso L1, até o dia 17 de fevereiro.

Em paralelo, o empreendimento promove a campanha “Carnaval: da saudade à solidariedade”, também no Espaço Gourmet (piso L1). No local, os visitantes vão conferir uma homenagem aos três maiores Carnavais do Brasil: Salvador, Rio de Janeiro e Recife, cuja visitação segue até o dia 17 de fevereiro, com funcionamento de segunda a sábado, das 10h às 22h; e domingo, das 12h às 21h.

A iniciativa conta com o apoio Skol, Pernod, Bazar dos Artistas e de personalidades baianas que emprestaram seus figurinos.

Os clientes poderão conferir fantasias, figurinos e acessórios de artistas como Ivete Sangalo, Margareth Menezes, Bloco Afro Olodum, Durval Lelys, Claudia Leitte, Saulo, entre outros.

O estilista baiano e carnavalesco com mais de 20 anos de experiência, Fabio Sande, vai apresentar fantasias e adereços dos carnavais do Rio de Janeiro e Recife. Looks de artistas locais podem ser vistos e adquiridos na loja do Bazar dos Artistas, no piso L1, que arrecada fundos para o Movimento Cultural Arte Cidadã, projeto da organização social Instituto Entre Aspas de Ação Comunitária.

*Artesanato |* Turistas e residentes podem adquirir produtos, guloseimas e peças de artesanato tipicamente baiano nas lojas Planeta Olodum e Cores da Bahia, no Centro Público de Economia Solidaria (Cesol) e Mix Jardim. Camisas, chaveiros, chapéus, cangas, bonecas, bonecas, bolsas, toalhas, artigos religiosos e até doces e bebidas são alguns itens a venda nas operações.

Os itens também podem ser comprados através da plataforma Salvador Shopping Online, pelo aplicativo homônimo – disponível gratuitamente para Android e IOS – e receber em casa ou optar por realizar a retida das compras no Drive Thru.

Mais informações no SITE.

*SERVIÇO*
*”Carnaval: da saudade à solidariedade”*
*Local:* Espaço Gourmet, piso L1, no Salvador Shopping;
*Período:* 11 a 17 de fevereiro de 2021;
*Horário:* segunda a sábado, das 10h às 22h; e domingo, das 12h às 21h.
*Visitação gratuita*

O Carnaval de Salvador não vai acontecer em 2021; mas de uma maneira bem especial, esse ano ficará marcado na memória do empresário e agora escritor Guiga Sampaio. Ele, que é um dos mais reconhecidos do trade do entretenimento baiano, aproveitou os meses que passou em casa e tirou do papel – literalmente – a ideia de escrever um livro.

“Fantasia Eterna” será lançado quarta-feira, dia 10 de fevereiro, às 17 horas, na Chez Cohen (Salvador Shopping, L2), seguindo os protocolos sanitários. O lançamento acontecerá na data em que teria início a folia de 2021 com o desfile dos blocos de sopro e percussão na Barra.

Guiga

O livro retrata histórias de personagens envolvidos na maior festa popular do mundo, o Carnaval de Salvador. Através de quatro personagens, com idades, origens, personalidades e histórias diferentes, o autor retrata as perspectivas de cada um deles sobre a cidade e o carnaval. Embora tenha personagens fictícios, a narrativa traz para a história artistas reais, responsáveis por alegrarem os milhões de foliões que estão pelas ruas nos dias de festa. Traz ainda o glamour dos camarotes, as curiosidades das festas de rua, dos trios, blocos, afoxés, e da pipoca.

“O retorno que obtive dos leitores da pré-edição foi muito bom. Agora é o lançamento pra valer! Esse livro foi escrito com muito carinho e dedicação. Espero que o leitor se divirta na leitura tanto quanto eu me diverti na escrita”, conta Guiga.

Vale lembrar que o prefácio do trabalho é assinado por Carlinhos Brown, a apresentação pelo empresário Clínio Bastos e a orelha fica a cargo do jornalista Osmar Martins, o Marrom. A capa é uma obra criada especialmente pelo artista plástico Bel Borba para o livro.

Aproveitando o cenário atual, em que as autoridades baianas decretaram que não haverá ponto facultativo nas datas em que seria comemorado o Carnaval, a Aviva, detentora do destino Costa do Sauípe, criou uma programação especial para o período, atenta também às novas rotinas home-office. O destino, além de uma programação de lazer para toda a família, oferece a oportunidade de “resort office”, permitindo que o hóspede trabalhe remotamente das suas instalações, com internet de qualidade e benefícios especiais.

Enquanto a família curte um Carnaval cheio de Ziriguidum, focado na cultura nacional e com total segurança, as famílias que precisem trabalhar remotamente têm opção de hospedagem de sábado a terça-feira. O hóspede ainda ganha um kit escritório com copo ecológico, mouse pad e power bank, podendo trabalhar, inclusive, ao ar livre, mediante agendamento na recepção.

Enquanto isso, a família pode desfrutar de oficina de batucada, customização de máscaras, intervenções artísticas, marchinhas, música ao vivo e desfiles de três blocos temáticos – Tropicália, Alegria e Maravilhas do Mar –, que circularão nos espaços do resort. Para a criançada, ainda é possível curtir o bloquinho da Zooeira, formado por embaixadores animais da terra, do ar e das águas, que buscam transmitir conceitos de ecologia de forma lúdica.

“Ziriguidum é sinônimo de Carnaval, do jeito divertido de falar da mistura cultural e do gingado brasileiro, destacando o entretenimento voltado para a cultura. Cuidaremos para que todas as atividades sigam os protocolos de saúde e segurança, trazendo um pouco de alegria, mas respeitando as regras e o atual momento. Continuamos comprometidos com a saúde de todos”, afirma Flávio Monteiro, Diretor de Operações da Aviva.

No período de 12 a 17 de fevereiro, as diárias custam a partir de R$ 699 por pessoa em apartamento duplo na categoria resorts. O reagendamento ou cancelamento são gratuitos e o valor do pacote All Inclusive pode ser parcelado em até 12x sem juros.

PROTOCOLOS DE SEGURANÇA – Os destinos da Aviva seguem rígidos protocolos de segurança, de acordo com os melhores empreendimentos de turismo do mundo, inclusive com a chancela do selo Turismo Responsável, criado pelo governo federal do Brasil. Os procedimentos foram validados pela equipe de Imunologia do InCor (Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP), que reuniu equipe de médicos multidisciplinares para analisar todas as etapas da operação. Neste momento, Costa do Sauípe opera com capacidade reduzida e inferior a 70%, garantindo a segurança dos clientes e colaboradores. As informações completas sobre as novas medidas podem ser encontradas no site.

Foto do livro terá foto de Nilton Souza
O SobreGentes, movimento que compartilha histórias sobre gente de verdade no Instagram (@sobregentes), prepara seu 6º livro: Folia – Histórias de Carnaval. O livro é uma homenagem ao Carnaval de Salvador, que não acontecerá em 2021, e reunirá histórias de outros carnavais, num grande #tbt de experiências, lembranças e emoções vividas pelas mais diversas figuras envolvidas, de foliões a artistas, passando por gente que faz a festa acontecer.
Entre os nomes confirmados estão artistas como Armandinho Macêdo, Margareth Menezes, Felipe Pezzoni, Alexandre Peixe e Tuca Fernandes, além de figuras que vivem, das mais diferentes formas, os bastidores da festa, como os jornalistas Camila Marinho, Antonio Luiz Diniz e André Uzêda; o apresentador Léo Sampaio; o compositor e radialista Pio Medrado, e o poeta James Martins, que colaborou com o roteiro do filme “Axé – Canto do Povo de Um Lugar”.
O livro, que será lançado na semana em que aconteceria o Carnaval, destinará um percentual das vendas à Instituição Beneficente Conceição Macedo (IBCM), que atua há mais de 30 anos na assistência a pessoas com o HIV/AIDS, desenvolvendo ações de prevenção e sensibilização social. O livro está em pré-venda através do link.

O cantor Bell Marques agitou o Camarote Skol Puro Malte neste sábado (22) no segundo dia do bloco Vumbora. Ele passou tocando a guitarra que recebeu de presente da Skol em 2019, uma homenagem aos 40 carnavais do cantor. Ele emendou sucessos da carreira como Acredite Se Quiser, e ainda canções de colegas de Axé Música como Haja Amor, de Luiz Caldas, e Chupa Toda, de Ivete Sangalo. Está foi a terceira apresentação de Bell no Carnaval de 2020. Além da estreia do Vumbora na última sexta (21), ele puxou um trio sem cordas no primeiro dia de folia.
Foto: Gabriel Magalhães / Divulgação

SA Agência Digital