quarta-feira, 6 julho 2022
Tags Posts tagged with "Breve Miragem do Sol"

Breve Miragem do Sol

Um ano depois de revelar a trajetória extraordinária de Wilson Simonal nos cinemas, o ator ​Fabrício Boliveira ​joga uma lupa na vida ordinária e comum de ​Paulo o protagonista do primeiro filme exclusivo da GloboPlay.

​“​Breve Miragem de Sol​” conta a história de um taxista que dirige nas noites do Rio de Janeiro para poder pagar a pensão do filho. O longa, dirigido por ​Eryk Rocha​, chega na plataforma de streaming no dia 30 de agosto.

Não se sabe em que tempo se passa ​“Breve Miragem de Sol”​, mas, de dentro do carro, Paulo recebe notícias de um Brasil bem atual. Com o rosto cansado, fragmentos da cidade passam por esse pai – ora como as sirenes da rua, ora como mensagens do celular e ora como as conversas dos passageiros que ele transporta. Dentro dessa rotina esmagadora e desse país em crise, Paulo tenta angariar o dinheiro para poder ver o seu filho, Mateus.

E, durante essa trajetória, sua sensibilidade expande.
“Breve Miragem de Sol” retrata o universo do trabalhador brasileiro. Além de ser um filme de denúncia, em que mostra esse pai querendo ascender em uma sociedade bastante desigual, é também um apontamento de uma saída, de como é possível gerir a crise de um país no dia a dia da cidade.

Paulo é um homem melancólico, mas totalmente aberto aos pequenos respiros e miragens que a vida lhe dá. E essa subjetividade é captada de maneira muito delicada através do silêncio, das lágrimas e dos poucos sorrisos.

A interpretação rendeu a Fabrício Boliveira o Prêmio de Melhor Ator ​no Festival do Rio em 2019. O longa teve a sua estreia oficial, no ano passado, na Inglaterra, no ​BFI London Film Festival. Eryk Rocha ganhou o ​Prêmio de Melhor Diretor ​no Festival Pachamama​, do Acre. E o filme ainda conta com a atuação de Bárbara Colen, protagonista de “Bacurau” (2019).


SINOPSE:​ BREVE MIRAGEM DE SOL conta a história de Paulo (40), um homem desempregado e recém divorciado que começa a dirigir um táxi pelas noites do Rio de Janeiro. Carregando uma dívida de pensão com seu filho, Mateus (10), ele encontra no novo trabalho a chance de um recomeço. Conforme Paulo aprende a coreografia da nova profissão, a solução aparentemente provisória se solidifica como momento presente, e noite após noite, conversas com os passageiros misturam-se às de sua vida. Karina, enfermeira de um hospital público, surge na vida de Paulo como um respiro de amor e luta. Assim como ela, cada passageiro possui um destino diferente, mas ao fim é sempre Paulo que está no comando do volante, tecendo uma grande narrativa sobre um país em convulsão política, econômica e social.
FICHA TÉCNICA​:

Direção:​ Eryk Rocha
Produzido por​: Eryk Rocha, Edgard Tenembaum, Diego Dubcovsky e Walter Salles

Roteiro:​ Eryk Rocha, Fabio Andrade e Julia Ariani
Direção de Fotografia:​ Miguel Vassy
Produção Executiva:​ Joelma Oliveira Gonzaga
Montagem:​ Renato Vallone
Desenho de som:​ Edson Secco
Trilha original:​ Ava Rocha, Negro Léo, Kiko Dinucci
Produção associada:​ Pras Cabeças, Carlos Diegues
Coprodução: ​Globo Filmes, VideoFilmes e Canal Brasil
Produção:​ Aruac Filmes, Tu Vas Voir, Varsovia Filmes

ELENCO​:

Fabrício Boliveira (Paulo)

Bárbara Colen (Karina)

Cadu N. Jay (Mateus)

Filme exclusivo do GloboPlay

Vencedor de três prêmios no Festival do Rio 2019, “Breve Miragem de Sol” (Burning Night), oitavo longa de Eryk Rocha (Transeunte, Campo de Jogo, Cinema Novo) será o tema da próxima live no instagram da Globo Filmes, na próxima quinta, 25 de junho, às 18h.

O diretor conversará com os protagonistas Fabricio Boliveira e Barbara Colen. Coprodução entre Brasil, França e Argentina, o filme já foi lançado recentemente em território argentino , na plataforma de streaming Cine Ar, onde já foi visto por mais de 25 mil espectadores.

Rodado no Rio de Janeiro, “Breve Miragem de Sol” conta história de Paulo (Boliveira), um homem que busca se reinventar após ficar desempregado e começa a dirigir um taxi nas noites cariocas. Enquanto enfrenta este recomeço e luta para dar sustento a seu filho Mateus (Cadu N. Jay), conhece a enfermeira Karina (Barbara Colen), uma de suas passageiras. O longa é uma produção Aruac Filmes, Tu Vas Voir e Varsovia Filmes, em coprodução com a Globo Filmes, VideoFilmes e Canal Brasil.

O longa arrematou três prêmios no Festival do Rio: Melhor Fotografia, Melhor Montagem e Melhor Ator para Fabricio Boliveira. “Breve Miragem de Sol” teve estreia mundial no BFI Festival de Cinema de Londres, também foi exibido no Festival de Cinema de Gotemburgo, na Suécia, e na 43ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Participou da Mostra Competitiva Nacional do XV Panorama Internacional Coisa de Cinema, na Bahia, e venceu o prêmio Indie Lisboa, o que garantiu a exibição na próxima edição festival homônimo, que está previsto para agosto, em Portugal. Além disso, participou do X Festival Pachamama, no Acre, onde recebeu o prêmio de Melhor Diretor.

Após rodar por festivais, o longa estreou na Argentina, direto no streaming, com boa recepção dos críticos. Javier Porta Fuoz do jornal La Nacion destacou que o longa tem “força documental tremenda e dilacerante.” Já o crítico Pablo O. Scholz do Clarin disse que “‘Miragem’ é um drama social potente”.

SINOPSE

Breve Miragem de Sol conta a história de Paulo (40), um homem desempregado e recém divorciado que começa a dirigir um táxi pelas noites do Rio de Janeiro. Carregando uma dívida com seu filho, Mateus (10), ele encontra no novo trabalho a chance de um recomeço. Conforme Paulo aprende a coreografia da nova profissão, a solução aparentemente provisória se solidifica como momento presente, e noite após noite, conversas com os passageiros misturam-se às de sua vida. Karina, enfermeira de um hospital público, surge na vida de Paulo como um respiro de amor e luta. Assim como ela, cada passageiro possui um destino diferente, mas ao fim é sempre Paulo que está no comando do volante, tecendo uma grande narrativa sobre um país em convulsão política, econômica e social.

ELENCO

Fabricio Boliveira (Paulo)
Bárbara Colen (Karina)
Cadu N. Jay (Mateus)

FICHA TÉCNICA

DIRIGIDO POR – Eryk Rocha
ELENCO PRINCIPAL – Fabricio Boliveira, Bárbara Colen, Cadu N. Jay
PRODUZIDO POR – Eryk Rocha, Edgard Tenembaum, Diego Dubcovsky,
Walter Salles
ROTEIRO – Eryk Rocha, Fabio Andrade, Julia Ariani
PRODUÇÃO EXECUTIVA – Joelma Oliveira Gonzaga
DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA – Miguel Vassy
MONTAGEM – Renato Vallone
DESENHO DE SOM – Edson Secco
TRILHA ORIGINAL – Ava Rocha, Negro Léo, Kiko Dinucci
PRODUÇÃO ASSOCIADA – Pras Cabeças, Carlos Diegues
COPRODUÇÃO – Globo Filmes, VideoFilmes, Canal Brasil
PRODUÇÃO – Aruac Filmes, Tu Vas Voir, Varsovia Filmes
Brasil, 2019, cor, 95 min

Redes Sociais Globo Filmes:
Instagram: https://www.instagram.com/globofilmes/
Facebook: https://www.facebook.com/globofilmes/
Twitter: https://twitter.com/GloboFilmes

Foto Miguel Vassy

Com excelentes críticas, o filme Breve Miragem do Sol chegou para o público argentino nessa quinta, dia 21 de maio através da plataforma digital cine.ar play.

Como protagonista o ator Fabrício Boliveira, o longa dirigido por Eryk Rocha apresenta o ator com pouca falas, mas com discurso direto, transmitido em expressões fortes e olhares precisos.

O filme chama a atenção por se passar quase que inteiramente dentro de um táxi, onde Fabrício vive o personagem Paulo, homem que começa a dirigir o automóvel para conseguir dinheiro e pagar a pensão do filho, impedido de vê-lo, com apenas 10 anos de idade.

Bárbara Colen(Karina) e Fabrício Boliveira(Paulo)

A noite é o tempo da película que traz histórias distintas de vidas, mostrando um cenário caótico das ruas do Rio de Janeiro e as relações conflitantes.

“Si bien la película, una coproducción entre Brasil y Argentina, fue filmada antes del ascenso de Jair Bolsonaro a la presidencia y, obviamente, sin imaginar que una pandemia viral iba a hacer desastres precisamente en esa misma ciudad (y en las vidas de enfermeros como Karina), no se puede evitar verla desde esa perspectiva, lo cual le agrega un grado de dramatismo aún mayor. Si así estaba la ciudad entonces, ¿cómo estará ahora? Lo que queda claro en MIRAGEM es que esas tensiones sociales, raciales y económicas, esa violencia e intensidad urbanas, no son nuevas sino que siempre han formado parte de las redes de relaciones urbanas de Brasil y de toda América Latina” lembrou bem Diego Lerer em sua crítica do micropsiacine.com .

 

“Los primeros planos de las miradas, sobre todo de nuestro protagonista, son acertados, dada la excelente interpretación de Fabrizio Boliveira, una profunda y dolorosa mirada que comunica muchísimo, y acompaña a la dirección y al guion desde el comienzo. Una película contada desde su punto de vista, un narrador actual, en movimiento constante, dinámico y emergente, inmerso en el infierno de una gran ciudad latinoamericana y de un país en apuros” escreveu Laura Pacheco Mora do metafilmika21.

Melhor ator para Fabrício, edição e fotografia no Festival do Rio, melhor longa metragem prêmio Indie Lisboa no XV Panorama Internacional Coisa de Cinema em Salvador, melhor diretor no X Festival Pachamama cinema de Fronteira no Acre e em janeiro desse ano participou do Festival de Cinema de Gotemburgo na Suécia.
Ainda sem data prevista de estreia no Brasil, o filme segue ocupando territórios necessários com discursos pertinentes.

Acompanhe as novidades no Instagram @brevemiragemdosol
Breve miragem de sol

Brasil-França-Argentina/2019)

Direção: Eryk Rocha
Roteiro: Fabio Ariani, Julia Ariani, Eryk Rocha
Fotografia: Miguel Vassy /
Edição: Renato Vallone.
Música: Ava Rocha, Negro Léo y Kiko Dinucci Elenco: Fabrício Boliveira, Barbara Colen, Cadu N. Jay, Inés Estévez, Luis Ziembrowski
Duração 98 minutos


SA Agência Digital