quinta-feira, 2 dezembro 2021
Tags Posts tagged with "Bar"

Bar

Forte Santa Maria Foto Divulgação

Para alegria dos turistas e baianos, que chegam ao bairro da Barra, em Salvador, e se encantam com as belezas naturais do local, o Mirante Forte Santa Maria, bar bistrô localizado no interior do Forte Santa Maria, no Porto da Barra, traz, a partir dessa quinta-feira, dia 19 de novembro, os momentos “Acústicos do Mirante”. Agora, além dos atributos históricos, do deslumbrante pôr do sol com vista panorâmica para a Baía de Todos os Santos, e das delícias do cardápio, os clientes poderão curtir, das 19 às 23h, shows musicais em formato acústico. Para essa primeira semana, já estão confirmadas as apresentações de Péricles & Leonardo (quinta, 19/11), da banda Titelaza, com o Luau da Tita (sexta, 20/11) e do grupo Samba 40 Graus (sábado, 21/11).

Mirante Forte Santa Maria Foto Divulgação

O Mirante Forte Santa Maria funciona de quinta a sábado, das 16 às 23h. O Bar Bistrô chega com a proposta de oferecer serviços de qualidade, num ambiente que proporciona conforto e aconchego, além de agradar aos mais diversos paladares, com comidas saborosas e originais; não apenas as típicas da Bahia. Na decoração, há pequenos lounges com sofás de paletes para grupos maiores, além das mesas espalhadas pela área no centro do Forte, que dão o charme ao bistrô. Seguindo à risca todos os protocolos de segurança da Prefeitura Municipal de Salvador, o objetivo dos gestores do Mirante é proporcionar uma experiência de turismo e lazer para a família brasileira.

Chefs Katrin e Dante Bassi celebram 1 ano do Manga Foto Leonardo-Freire

O Restaurante Manga celebra aniversário de um ano em novembro com novidades especiais. Além do menu degustação comemorativo, que está sendo oferecido aos clientes, no salão principal, a casa inaugura, nessa sexta (15/11), às 19h, em serviço soft opening, o tão comentado e esperado ambiente ao ar livre, localizado no terraço do casarão. O novo espaço, com vista privilegiada para a orla do Rio Vermelho, é o ambiente ideal para sentir uma suave brisa litorânea e relaxar ao som das ondas do mar. Tudo isso regado à coquetéis diversos e de assinatura, chopes e cervejas artesanais fabricadas na Bahia, e um menu de petiscos com foco em charcuteria.

Foto Leonardo Freire

Entre as opções do menu do bar do terraço: Salsichão com chucrute; Pão de queijo recheado com língua e cebola; kafta de cordeiro; Taco crocante; Flammkuchen tradicional; Fish&chips; “Oreo” – Olho-de-boi defumado com creme-fraîche de dill e crocante de cebola; Cesta de pães com manteiga e obazda; Anel de maçã empanado com creme de baunilha e Picolés de sabores variados feitos artesanalmente pela chef Katrin Bassi.

 

O Manga fica na Rua Professora Almerinda Dultra, 40, Rio Vermelho – Salvador.

Informações e Reservas: 71 3506-2744 | 71 991431310 | 71 991442068 (Whatsapp)

 

Recém inaugurado em um dos bairros mais badalados de São Paulo, o Itaim Bibi, o B.A.R. – Bar, Arte e Restaurante Já se tornou ponto de encontro dos amantes da alta coquetelaria, pratos elaborados e aos apreciadores das artes.

Sob o comando dos empresários Cristiano Sousa, Alexandre Costa, Nagib Daiha e Thiago Santana, que uniram suas expertises em baladas, grandes festivais e administração de empresas para criar um espaço único.

“Em 2005 abri minha primeira casa noturna, o Cabaret Club, e a partir daí a noite tornou-se parte da minha vida. Idealizei grandes festivais e turnês de DJs internacionais consagrados, como Tiesto, Carl Cox, Paul van Dyk e Armin van Burren”, revela Cristiano.

Nagib Daiha, empresário do Caranguejo de Sergipe, em Salvador, consultor e criador das principais casas de shows de Salvador. Presente em projetos como Fashion Club, Madrre, Bohemia Music Bad, Club Ego, Dolce, Pink Elephant, Zen, possui vasta experiencia quando se trata de eventos.

Alexandre tem um perfil executivo extenso, já liderou equipes profissionais de alto nível para Klabin, Ambev e IBM e Thiago é formado em gastronomia e administração, comandou seu primeiro restaurante aos vinte anos e atualmente trabalha no mercado financeiro atendendo médias e grandes empresas nacionais e internacionais.


Quem assina o cardápio é o conceituado Chef Matheus Viccino, que, além de toda sua experiência na área gastronômica, passando por High Line e Maní, é um grande pesquisador, e trouxe um olhar crítico para os pratos inspirados na culinária nacional que criou com exclusividade para a casa, como é o caso do prato Cordeiro, que leva tais Whisky em sua composição.

No B.A.R. as artes tem seu espaço de destaque. A curadoria das exposições ficará por conta da Luis Maluf Art Gallery, que se apresenta como um espaço de fomento e incentivo à arte contemporânea em todas as suas variações e desdobramentos.

Confira as novidades da casa no Instagram @bar.arte.restaurante , no Facebook.com/bararterestaurante ou ainda no endereço bararterestaurante.com.br.
B.A.R. – Bar, arte e restaurante
Avenida Juscelino Kubitschek, 771, Itaim Bibi – SP
Tel.: (11) 3845-5812
Horário de funcionamento: segunda a quinta das 17h às 00h30/sexta a domingo às 17h às 1h00
Cartões: Visa, Mastercard, Amex e Débito.

Foto: Reprodução internet

Localizado no bairro do Harlem, em Manhattan, o reduto da cultural negra novaiorquina, o Red Rooster é um restaurante super animado, com mesas concorridas, bar cheio e boa (e alta) música. Mas hoje vamos falar da pistinha que rola dentro desse estabelecimento. Trata-se do speakeasy Ginny’s Supper Club, que é, na minha opinião, o mais agitado da cidade. Numa visita pela cidade, não deixem de conferir o que acontece neste local.

Foto: Thiago  Castro
Foto: Thiago Castro

Após descer uma escada na lateral direita do Red Rooster, o Ginny’s é um gastrobar durante o jantar. A trilha sonora é sempre por conta de grupos de jazz e outros estilos musicais, que começam a preparar o terreno para que acontecerá depois da meia-noite (isso, de quinta a sábado).

Fotos: Divulgação
Fotos: Divulgação

Quando as luzes baixam, valorizando um painel vermelho cheio de pequenas luzes que indicam a pista, é sinal que chegou o momento. O clima de restaurante vai mudando, mudando, mudando… até virar uma das pistas mais animadas que eu já fui em NYC. O DJ arrebenta em variações de música negra. Percorre pelo R&B, Soul, Funk, Hip Hop, Rap de forma admirável. Mas o show mesmo fica por conta das pessoas. Com uma boa dose de glamour, o belíssimo lugar fica ainda mais atraente quando o público se levanta das mesas e se dirige para a pista. Gatas e gatos, negros e elegantes chegam e animam o baile. É de parar para assistir ao show que eles dão na pista do clube.

DSC00736

 

A música, as pessoas, tudo combina perfeitamente para você soltar o corpo e entrar na onda. Mesmo quando não souber o que fazer, assista um pouco com intuito de aprender e copie alguns passos. Só não deixe de participar daquela cena de corpos dançantes. A festa é tão bem produzida, que uma amiga carioca que me acompanhava nessa maravilhosa experiência soltou: “Todo mundo aqui é Beyoncé, é?”. Pelo comentário, você consegue ter uma ideiazinha do nível do baile, que, por acaso, estremece quando toca músicas de Beyoncé.

Com um serviço diferenciado, o bar do local, não tem um cardápio fixo. Você escolhe o que quer beber e como quer. Eu escolhi uma tradicional caipiroska de morango, que estava morrendo de saudade. A estilosa bastender me serviu uma versão americanizada, acrescentou alguns ingredientes por conta dela e ficou uma delícia. Imperdível, não?

 

Red Rooster/Ginny’s Supper Club. Endereço: 310 Lenox Avenue, New York.

O Mc Sorley’s ostenta o título de bar mais antigo de NYC. Desde 1854 o bar fica localizado na 15 East 7th street, no East Village.Desde sua abertura até os dias de hoje, eles vêem mantendo algumas das tradições de quando as portas foram abertas. Uma delas é que a única bebida servida na casa é o chopp. As máquinas que produziam esta bebida nas versões clara e escura nos anos 50, ainda estão expostas no balcão para deleite do visitante.


As paredes do Mc Sorley’s são cobertas por fotografias de personalidades como Abe Lincoln e John Lennon que ali, contaram e fizeram histórias. Já o chão é coberto de pó de serra. O clima é o que podemos chamar no Brasil de boteco, com conversas em tom alto, em meio a todo tipo de parafernalhas na decoração. E, lógico, bebem chopp se deixando levar pela energia contagiante do ambiente e pelo preço baixo da bebida. Dois chopps saem por 5 dólares.

Uma curiosidade sobre o Mc Sorley’s é que até 1970 tinha uma regra “Men Only”. Ou seja, só rapazes poderiam frequentar o local e um dos dizeres famoso do bar era “ Good Ale, Raw onions and No Laddies” (algo como “Boa cerveja(ALE), cebola crua e sem mulheres). Mas essa tradição foi uma das que caíram por terra na década de 70 com a emancipação feminina. Hoje, as frases do local são outras, com cunho mais de humor, como por exemplo, “Be good or ne gone” (Seja bom ou vá embora) ou “We are here before you were born” (Nós estamos aqui antes de você nascer).

Se você é do tipo que gosta de conhecer a tradição do lugar que está visitando precisa tirar um tempinho para conhecer o MC Sorley’s. E se bater aquela fome entre uma caneca e outra de chopp a dica são os saborosos mini hamburguês, feitos no local.

 


SA Agência Digital