terça-feira, 23 julho 2024
Bombar
Tags Posts tagged with "Baka"

Baka

Foto divulgação

 Um dos fundadores e produtores do grupo Rosa Neon, lança seu novo disco solo no próximo dia 19 de outubro, trazendo referências da vasta música brasileira.

Um dos nomes promissores da nova cena de produtores de Belo Horizonte, Baka, lança seu primeiro álbum solo “EMO NAS BAHAMAS“. Com 13 faixas autorais, o disco chega embalado por uma estética pop, dançante e autêntica, com um ar bem humorado, mesclando elementos da música eletrônica com um som orgânico. As músicas podem ser contempladas a partir do dia 19 de outubro nas plataformas de streaming.

Baka, um dos produtores e fundadores do grupo Rosa Neon, já deu pistas deste disco quando antecipou os singles “Dia de Paz”, em parceria com Blanc Sec e “Fala na Cara”, em parceria com Paige, mostrando uma diversidade estética que permeia a música brasileira. Passando por elementos do rock e do emo dos anos 2000, Baka também cruza com a música contemporânea, com as batidas do trap, passando por um bedroom pop, um reggae dub, entre outros gêneros.

“Emo nas Bahamas” abre com a faixa foco “Vou ali dormir”, uma faixa vibrante com refrão bem marcado, um pop rock que tem tudo para virar um hit. “Parei de fritar em música comercial e sem querer acertei a boca do balão. Escrevi ela com o Marcelo Tofani e acabou virando minha favorita do álbum. Ainda assim, não é porque essa é minha favorita que você não vai se surpreender com as outras 12. É uma crescente que não acaba.”, explicou Baka.

Na sequência, “Eu amo Minhas Irmãs”, chega como um reggae-dub fofinho homenageando suas duas irmãs, seguida por “X1”, que apresenta um trap-pop chiclete e cheio de referências de anime. “Falo ao estilo putaria das mais românticas juras de amor. Uma grande aposta minha entre jovens otakus”, completou.

“FOI-SE”, quarta faixa do álbum, soa como uma balada triste. “Uma música sobre lembrar de memórias boas com alguém que já passou, que acabou virando um R&B cheio de coros e elementos musicais de arrepiar os cab3los”, contou. O rock de skatista também marca presença com a faixa “QUE DIA MERDA”, um rock debochado que brinca com as mazelas da vida.

As nuances da música brasileira marca “PAGO PRA V”, uma faixa cheia de experimentalismo e um batidão tropical que mistura bachata, piseiro e música eletrônica. “FALA NA CARA” é o single que abriu os caminhos para este lançamento, com uma sonoridade pop. “DIA DE PAZ”, segundo single de EMO NAS BAHAMAS, traz como referências de Charlie Brown Jr, The Police, NX Zero, WILLOW e uma partida de CS.

“POWER RANGERS”, é a grande balada do álbum. Profunda em diversos níveis, soa como  um desabafo sobre a dor e o prazer do tempo. Já em “ALÔ”, Baka conta com a participação de Dedé Santaklaus, que chegou cheio de malemolência nesse reggaeton pop-punk. Em seguida “FICA TUDO EM PAZ”, uma parceria com Marcelo Tofani traz o contraste entre um término brutal e uma música bonitinha.

“A FERIDA”, um trap-rock bem animado, debochado e, claro, fofinho embalam  aquelas paredes que a gente bate a cara na vida e aprende a ter mais malandragem. Fechando com “O RATO DA RODA”, “Essa eu escrevi em homenagem ao Cido do MGZD, que toda vez rouba os meus isqueiros. Essa música encaixou perfeitamente para fechar o álbum pois ela acaba lá em cima, no suingue e como uma abertura de desenho japonês. Feita para representar todos os ratos das rodas do mundo”, finalizou.

Ouça aqui

Foto de Sarah Leal

Produtor e um dos fundadores do Rosa Neon, BAKA, antecipa single e anuncia álbum mesclando as múltiplas estéticas da música brasileira

Um dos importantes nomes da nova cena da produção musical de Belo Horizonte, BAKA, que também é um dos fundadores do grupo Rosa Neon, dá mais um passo em seu projeto solo e lança “Dia de Paz”, segundo single do novo álbum. A faixa, que traz a participação da banda Blanc Sec e mergulha em referências do EMO, chega hoje acompanhada por um videoclipe que traz Gaby Amarantos, Luna Di e Mateus Hwang no elenco.

Em meio a uma atmosfera nostálgica, “Dia de Paz”, traz elementos do rock e do emo dos anos 2000, com riffs distorcidos e beats eletrônicos que dialogam com a estética da canção, que tem como influências grupos como o Charlie Brown Jr, The Police, NX Zero, WILLOW e uma partida de CS.

“Desde o início eu queria que essa música tivesse uma cara de ensino médio, de identificação para quem é jovem e de nostalgia pra quem já cresceu”, contou BAKA, convidou MGZD para assinar a produção musical deste trabalho.

A faixa chega acompanhada por um super videoclipe cinematográfico, gravado em Mogi das Cruzes/SP, cidade natal da Blanc Sec, que conta com a participação de Gaby Amarantos e traz referência ao som de Day Limns e Lou Garcia, somado à nostalgia do ensino médio com identificação para os jovens e os que têm saudade da época. 

“Decidi investir pesado aproveitando a proximidade de várias pessoas queridas que eu não conseguiria trazer para BH. O resultado é uma experiência audiovisual cômica e impactante”, finalizou.


SA Agência Digital