terça-feira, 7 julho 2020
Tags Posts tagged with "Aurea Semiseria"

Aurea Semiseria

Vandal

As noites pulsantes e alternativas de Salvador com muita música ao vivo, representatividade e baianidade estão de volta no mês de junho.

A produtora Macaco Gordo, em parceria com o Bombar, traz no próximo dia 30, terça-feira, às 21h, a força do cenário alternativo da cidade com as letras dos rappers Vandal de Verdade e Aurea Semiseria, ao vivo no canal do Youtube Macaco Gordo.

Com repertório de rimas e hip-hop, Vandal (@vandaldeverdade) é conhecido por hits como “BALLAH IH FOGOH”, “AMOREZH/SALCITYH PARTH 2”, “MIMIMIH”, e participações especiais com o grupo BaianaSystem, como no hit “CertopeloCertoh”, remetendo em seus versos a realidade da periferia.

Outra estrela da noite, Áurea Semiseria (@semiseria) possui a voz marcante do hit “Áurea Abolicionista”, composição autoral da rapper. Juntos na noite de terça-feira, os artistas pretendem levar música e lifestyle para quem está em casa.

Após as apresentações, o “after” é comandado pelo DJ, músico e produtor Lord Breu (@lordbreu), autor do “Me Lambe Remixes 2019”. Voltado ao “bass music global” de tendências tropicais — Global Bass / Tropical Bass, Lord Breu espalha a cultura afro-brasileira ao toques de afoxés e tambores baianos, ambos unidos em um setlist eletrônico, repleto de hits consagrados e remixes exclusivos de um dos pioneiros na “ Bahia Bass”.

Lord Breu

MAIS LIVES + REPRESENTATIVIDADE

Especializada em vídeos, a produtora Macaco Gordo vem adquirindo cada vez mais destaque nas telinhas brasileiras devido a série de “lives” exibidas durante o período de distanciamento social. Levando entretenimento para as pessoas que estão em casa, a produtora conta com apresentações de artistas do mainstream como Olodum, Gerônimo, Tatau, Jau, Targino Gondim, entre outros.

Conectando cada vez mais públicos, a firmação da parceria com o Bombar leva a Macaco Gordo explorar a cena alternativa crescente em Salvador, dando palco para artistas com raízes nas periferias da capital.

Oferecendo suporte a artistas em tempos de pandemia da COVID-19, o Bombar — já conhecido por juntar tribos urbanas da cidade no mesmo palco — firmou parceria com a produtora Macaco Gordo para que artistas e fãs pudessem se conectar, dando voz e espaço a talentos da cena alternativa.

O bar mais descolado da cidade propõe uma nova experiência da produção cultural, trazendo o lifestyle de artistas baianos para públicos que não foram representados pelo fenômeno das lives.

Ressignificando as noites badaladas em Salvador, o ‘Bombar + Macaco Ao Vivo’ planeja para os próximos meses novas edições com mais artistas do cenário alternativo, todos com direito a after de DJ’s e muita surpresas após as apresentações. A entrega do palco para novos talentos que surgem das ruas é uma prática conhecida do bar, no Rio Vermelho.

Aurea

Segundo uma das protagonistas da noite de terça-feira, Áurea Semiseria, “É muito importante existir pessoas que olhem com atenção para artistas independente e que vivem da sua arte, sobretudo nessa situação que estamos vivendo. Como artista periférica, que há alguns anos vive da música com independência, esse projeto veio com o intuito de ajudar histórias como a minha, que ainda estão distantes do mainstream e que sonham em chegar lá com sua arte”, explica.

Em razão do distanciamento social, Áurea foi impossibilitada de levar suas produções externamente ao público. A MC explica que a falta de condição financeira para fazer uma live profissional com aparatos tecnológicos, produção e equipamentos diminuiu suas expectativas para fazer transmissões ao vivo, até chegar o convite com toda ajuda da parceira ‘Bombar + Macaco Ao Vivo’. “Vocês podem esperar uma das melhores performances minha, porque eu estou com muita sede disso”, conclui a rapper.

SOBRE O BOMBAR

Reunindo novas atrações e nomes consolidados em um só espaço, o Bombar é protagonista das noites mais plurais de Salvador. O bar contabiliza já duas edições históricas do “2 de Fevereiro” — com direito à BNegão, MiniStereo Público, U-Roy e BaianaSystem; o “BeGin” — que reuniu Trap Funk & Alívio, Mahal Pita, Vandal de Verdade e Pedro Pondé; além de contar com a passagem dos conhecidos “Afrocidade”, “Louie Cut”, “Rafa Dias” do Àttøøxxá, Telefunksoul, Dj Bruxa Braba, Dj Nai Kiese, Ian Cloud e uma lista infindável de artistas e eventos.

Para mais informações e contatos, acesse a página do Instagram @bombarrv e @macacogordo.

As meninas do Coletivo Manga Rosa, Makkonen Tafari (foto acima), Aurea Semiseria, Underismo e Não Pode Ser Nada, acompanhados dos DJs Reu, Belle e Babi comandam a primeira edição da festa FLEX, que acontece neste sábado, 30 de março, na Amsterdam Rio Vermelho. O evento, que promete ser um verdadeiro baile Trap e Hip-Hop, ainda contará com moda, grafite e flash tattoo, a partir das 22h.

Aurea Semiseria (Foto: Rafael Rodrigues)

No dia anterior, a casa recebe outra estreia, a da festa BumBumBass, a partir das 23h, com os DJs Attractive Noise, Assis, Babi Tartari, Clara Reis, Rafa Baião e Yan Couto misturando, nas duas pistas, muito Funk e Eletrônico!


SA Agência Digital