quinta-feira, 26 novembro 2020
Tags Posts tagged with "Afro Fashion Day"

Afro Fashion Day

A 6º edição do Afro Fashion Day – maior e mais importante projeto de passarela negra do Brasil – vai ao ar na próxima sexta-feira, 20, às 19h, em um programa ao vivo apresentado pela editora-chefe do Jornal CORREIO*, Linda Bezerra, com convidados, transmitido ao vivo nas redes sociais do CORREIO (Instagram, Facebook e Youtube).

Em homenagem ao Dia da Consciência Negra (20), o Fashion Film Afro Fashion Day 2020 traz o dendê — fruto original do Oeste da África — como conceito artístico e cultural da edição 2020, que este ano será em formato curta-metragem e 100% online.

Com muito azeite, cor e originalidade, os soteropolitanos poderão aproveitar o popular “dia de comida baiana” (sexta-feira) e assistir ao desfile artístico de 31 modelos e 37 marcas regionais, gravado nos bairros de Paripe, Rio Vermelho, Gamboa e Candeal, além do tradicional Parque São Bartolomeu.

Projeto de moda realizado pelo CORREIO — com o patrocínio do Hapvida, parceria do Sebrae e o apoio do Shopping Barra e Lagares —, o Afro Fashion Day (AFD) revela “new faces” da capital baiana desde 2015 e 2016, à época, na Cruz Caída — Praça da Sé. Passando pelo Porto Salvador Eventos (2017), Museu du Ritmo (2018) e Terreiro de Jesus (2019), o “ano 6″ do AFD é marcado pela primeira edição digital do projeto.

SAIBA MAIS

Pandemia e Seletiva Tik Tok

Enquanto a pandemia do novo coronavírus (COVID-19) incutia dúvidas a respeito do cancelamento ou suspensão de desfiles pelo Brasil, o “Afro Fashion Day” trouxe uma solução criativa: o fashion film. Curta-metragem sobre moda, arte e cultura, o formato digital tornou-se aliado do maior projeto de moda negra do país, gerando expectativas para a reinvenção do AFD no tradicional Dia da Consciência Negra.

Os rumores sobre o fashion film, no entanto, já despontavam desde o anúncio da “Seletiva Tik Tok” — que ocorreu entre os dias 4 e 6 de outubro. A seleção, encerrada no dia 14 de outubro, gerou oportunidades aos jovens Vitória Carmo (1º lugar na seleção feminina), Katarine Cardoso, Thalia Neres, Ednei William (1º lugar na seleção masculina), Deivid Silva e Rafa Araújo de integrarem a primeira edição digital do Afro Fashion Day.

A seletiva somou mais de 37 mil visualizações e o pico de quase 5 mil views por vídeo, entre os dias 10 a 12 de outubro. Entre 12 candidatos, foram eleitos os três vídeos masculinos e três femininos mais curtidos na página oficial do Jornal CORREIO no Tik Tok.

Lucas Monthy

Modelos

No ano de 2020, o Afro Fashion Day estrela o trabalho de 31 modelos, sendo 22 de agências, três convidados e seis das seletivas do Tik Tok escolhidos pelo público.

Entre os modelos de agência, destacam-se: “Focus Moda” — Jonas Bueno; “One Models” —  Marcelo Lima, Joice Simas, Sophia Laura, Adilson Silva e Lucas Monthy; “Vivaldo Scouting” — Zana, Alesí Falcão, Amanda Nascimento, Noemi Queirós, Willy Montenegro e Israel Queirós; “Home Model” — Nicolas Ribeiro e Thainá Monteiro; “BI Produções” — Luana Ferreira, Elson Lima e Renata Trindade; “40 Graus” — estreando Fernanda Andrade e Malu Andrade, unindo pela 1º vez mãe e filha nas passarelas; “PJT Models” — Edilene Moreira; “Model Club” — Thaina Cruz; e “X-Treme Models” — Leandro Santos.

Eleitos por voto popular, Vitória Carmo, Katarine Cardoso, Thalia Neres, Ednei William, Deivid Silva e Rafa Araújo foram os escolhidos via “Seletiva Tik Tok”. Entre os convidados, destacam-se Josy Brasil — rainha do Muzenza e esposa do modelo Leandro Santos; Leide Oliveira e Simone Costa.

Marcas participantes

Na 6º edição do projeto, irão desfilar 37 marcas (31 de roupas e 6 de acessórios), são elas: Adriana Meira; Alafia; Ateliê Casalinda; Balbina; Black Atitude; By Aninha; By Mário Farias; Closet Clothing; Com Amor, Dora; Costa Ribeiro; Fagner Bispo; Filipe Dias; Gefferson Vila Nova; Isaac Silva; Incid; Jeanne Gubert; Jeferson Ribeiro; João Damapejú; Katuka Africanidades; Kelba Deluxe; Lú Samarato; Marc Bell Ethnic Revival; Mb Conceito; Meninos Rei; Mônica Anjos; N Black; Negrif; Preta Brasil; Realeza; Regina Navarro Bellaoyá; Rey Vilas Boas; Sanporttï; Silverino Ojú; Sou Diva! Tá Bom pra Vc?; Soudam; Soul Dila e Ziê.

Equipe do Afro Fashion Day 2020

O Afro Fashion Day 2020 (edição fashion film) está sob coordenação de Luciana Gomes — Gerente Comercial do jornal; Vanessa Araújo — Coordenadora de Projetos do Correio; Danilo Bittencourt — analista encarregado do AFD 2020 e Gabriela Cruz — editora de Conteúdo do Estúdio Correio; a equipe que integra o Afro Fashion Day 2020 é formada por Fagner Bispo —curador e produtor de moda; Renan Benedito — videomaker do fashion film; Dino Neto e Romário Aragão — beleza; Graziele Teles – tranças; Edgar Azevedo — fotógrafo, e Telefunksoul — produtor musical responsável pela trilha sonora.

Sobre o projeto

Reconhecido como o maior evento de moda negra do Brasil, o AFD é responsável por levar profissionais e jovens que sonham em desfilar às passarelas. Engajando marcas regionais, modelos e alçando marcas históricas, como o lançamento do fashion film, o Afro Fashion Day traz representatividade e empoderamento negro para a moda do país.

Para mais informações sobre o projeto, acesse www.correio24horas.com.br/afrofashionday.

SERVIÇO

Fashion Film Afro Fashion Day 2020;

Quando: 20 de novembro, sexta-feira;

Horário: 19h (ao vivo);

Onde: redes sociais do Jornal CORREIO: instagram/correio24horas e youtube.com/Correio24h

foto Ednei William por Edgar Azevedo

Dendê, moda negra e tecnologia. Essas são as peças-chave que remetem ao Afro Fashion Day 2020 — projeto de moda do Jornal CORREIO. Trazendo o fruto do dendezeiro como tema da 6° edição, a passarela mais negra do Brasil gravou seu “Fashion Film” em outubro, com o trabalho de 31 modelos exclusivos — 21 de agências, quatro convidados e seis das seletivas do Tik Tok escolhidos pelo público.

Faltando menos de um mês para o lançamento oficial — 20 de novembro —, as gravações e fotografias deram o pontapé inicial no Parque São Bartolomeu, seguindo para Paripe, Rio Vermelho, Gamboa e Candeal.

“Iniciamos com muita ‘emoção’, por assim dizer. Não posso entrar em muitos detalhes, mas o trabalho está ficando incrível! Todos os modelos deram um show e confesso que estou muito empolgado para ver o resultado desses dias de gravação”, assina o diretor de Moda, Fagner Bispo.

Com formato diferenciado para 2020, o Afro Fashion Day surpreendeu para além do modelo digital, inovando também na seleção dos modelos. Eleitos por votação popular, Deivid Silva, Ednei William, Rafa Araújo, Thalia Neves, Vitória Carmo e Katarine Cardoso marcam o 6º ano do AFD através do #passarelachallenge (desafio da passarela) no Tik Tok — uma das novidades do jornal CORREIO* para esse ano.

“Às vezes eu penso que estou sonhando, e quanto mais perto chega, mais empolgada eu fico. Desde a seletiva, participar do AFD tem sido um misto de emoções, que se transformam em boas vibrações não só para mim, mas também para os meus amigos que passaram. Estou muito feliz por todos nós e realizada com todo o projeto”, afirma Katarine, atual Miss Bahia Juvenil e 2º colocada da seletiva feminina com 617 votos.

Envolvendo histórias de felicidade e superação, o jovem de 17 anos do Trobogy, Ednei William, também estreou nas passarelas do Afro Fashion Day, após dois anos consecutivos de tentativas e dedicação. Resiliente e representante da bandeira LGBTQIA+, o jovem conta que iniciou sua carreira de modelo em 2018, embora não tenha conquistado a tão sonhada vaga na “Seletiva Bairro” do Afro Fashion Day na época.

“Na minha primeira seletiva de bairro, lembro que minha mãe foi comigo e eu não sabia direito o que fazer. Acabei desfilando de uma maneira horrível”, brinca o jovem, que em seguida complementa, “Foi aí que eu conheci Jadson Palmas, idealizador do projeto “Jovens Periféricos” em Salvador, e que comecei a me aprofundar e aprender sobre o mundo da moda, saber como desfilava. Só estava aguardando o próximo ano para poder subir nas passarelas novamente”, conta.

Sem desistir, Ednei explica que voltou a desfilar em 2019, dessa vez chegando ao “top 6” usando um icônico salto alto, perdendo a vaga por poucas colocações. Em 2020, mesmo após ser assaltado junto a sua mãe na região da Lapa— indo fazer as gravações do novo formato do Afro Fashion Day—, o jovem não recuou e conquistou o 1º lugar da “Seletiva Tik Tok”, agora com experiência, apoio popular e muita representatividade.

“Quando soube que a seletiva desse ano seria através do Tik Tok, eu desde já comecei a fazer mutirão. Fomos (eu e minha mãe) até a Lapa para gravar meu desfile, mas acabamos sendo assaltados; levaram nossas bolsas, figurinos, celulares, cartão de crédito e o salto novo que ia utilizar. Na seletiva de 2019, mesmo não tendo passado, foi Katarine Cardoso, minha amiga e participante do AFD 2020, quem me deu o salto para que eu desfilasse. Desenterrei esse salto, gravei um novo vídeo, não desisti e mandei para o Tik Tok do jornal CORREIO. Ganhei apoio de Vanessa Amorim, Lucas Evangelista, dos ‘Jovens Periféricos’, e quando fui ver, meu vídeo tinha sido selecionado em 1º lugar. Foi realizador. Desfilar de salto para mim é mais que lacração; significa resistência, é mostrar a possibilidade da moda agênero e representar todas as bichas pretas que lutam por uma causa”, narra Ednei, emocionado.

Além dos seis modelos da “Seletiva Tik Tok”, as agências tornam a invadir as passarelas, entre eles: “Focus Moda” — com o veterano e vencedor do AFD 2018 Jonas Bueno; “One Models”— estreando Marcelo Lima, Joice Simas, Sophia Laura e Lucas Monthy; “Vivaldo Scouting” — Zana, Amanda Nascimento, Noemi, Willy e Israel Queiroz; “Home Model”— Nicolas Ribeiro e Thainá Monteiro; “BI Produções” — Luana Ferreira, Élcio Santos e Renata Trindade; “40 Graus” — estreando a mãe Fernanda Andrade e filha Malu Andrade; “PJT Models”— Edilene Moreira; “Model Club” — Thaina Cruz; “The Agent” — Heraldo e “X-Treme Models” — Leandro Santos.

Segundo a booker da “Agência 40 Graus”, Léa Andrade, o Afro Fashion Day 2020 já alcança outra marca histórica: é a primeira vez que mãe e filha desfilam juntas nas passarelas de Salvador. Fernanda Andrade (38), mãe da Malu Andrade, de 15 anos, explica que o incentivo da filha foi crucial para participar do Afro Fashion Day 2020. A matriarca conta que sempre se sentiu representada pelo maior evento de moda negra do país, embora nunca tivesse pensado, em algum dia, ter a oportunidade de desfilar nas passarelas.

“A Malu sempre me estimulou a correr atrás do meu sonho de juventude, que era modelar. Como eu sempre a acompanhei em todos os trabalhos, presenciar aqueles momentos nos backstage e desfiles só me fez aflorar aquele sonho adormecido. Quando surgiu a oportunidade de fazer parte do time da ‘40 Graus Models’, eu super abracei. Veja só, eu com 38, mãe de uma adolescente de 15 anos, que é minha colega de trabalho agora! Hoje tenho o privilégio de estrear nessa passarela ao lado da Malu e, com certeza, será o pontapé inicial para minha tão sonhada carreira de modelo. Espero representar muito bem a mulher preta, mãe solo e madura!”, diz Fernanda.

Marcelo Lima por Viny Soares 

Entre os modelos, Marcelo Lima terá sua estreia no Afro Fashion Day 2020. Ex-estoquista, o baiano vem conquistando as passarelas desde 2017, com passagens pela revista “Vogue”, “GQ” e recordista de desfiles na edição de abril da São Paulo Fashion Week (SPFW). Prestes a desfilar nas passarelas históricas de Salvador, Marcelo afirma que está amando participar da nova edição do “Fashion Film”.

“É um prazer, uma vontade imensa, uma emoção participar do Afro Fashion Day. Já houve outros contatos, mas nunca entrávamos em comum acordo das agendas. Essa temporada, graças a Deus, eu tive essa oportunidade de participar e quero deixar bem claro que foi uma energia imensa, positividade total de todos. Amei fazer parte dessa edição, desfilando com uma galera massa. Vamos que vamos arrasar mais um ano; mostrar que o Afro Fashion Day 2020 chegou para ficar”, relata Marcelo, empolgado com o novo projeto.

Outro destaque do “Fashion Film” deste ano é o pescador Alesi Falcão, de 24 anos, que mora em “Salinas das Margaridas” (72 Km de Salvador) e atravessou a Baía de Todos-os-Santos para chegar ao Afro Fashion Day 2020. Descoberto pela agência de modelos “Vivaldo Scouting”, o filho de pescadores conta que fazia um bico de pedreiro quando recebeu sua primeira proposta para ser modelo. Prestes a desfilar na passarela do Afro Fashion Day pela primeira vez, Alesi já fechou contratos com as agências “New Madison Models” (França) e a “Mega Model Brasil” (São Paulo).

“Quando Vivaldo me chamou, eu fiquei pensando: o que eu estou fazendo aqui? Eu nunca me vi nesse ramo de moda, até porque eu achava que não tinha o padrão ‘top model’, que é o cara bem bonito, olho azul, cabelo liso. Agora, após toda essa experiência, eu vejo que faço parte do padrão e que nós, negros, temos que mostrar que a gente também pode, que toda carreira vai dar certo independe de cor, cabelo ou raça. Tem que ter autoestima firme, que um dia a gente vai conseguir e mostrar para todo mundo que a gente pode, e eu estou aqui como prova de que o negro pescador, pedreiro pode sim ser modelo. O Afro Fashion Day, para mim, representa resiliência. Querendo ou não, todos tem que ver a beleza do preto”, afirma Alesi, com orgulho.

Para Josana “Zana” Santos, modelo da “Vivaldo Scouting” e a internacional “Elite New York”, o Afro Fashion Day 2020 será mais emocionante do que imaginam. Capa da revista Vogue e com passagens pela São Paulo Fashion Week (SPFW), Zana explica que o “fashion film” vem reunindo moda, beleza, histórias emocionantes e boas energias, tornando-se uma edição única em seus três anos de AFD.

“A nova edição, o formato, a ideia do Tik Tok, eu amei, acredito que foi uma jogada de mestre! O Afro Fashion Day conseguiu alcançar o público, onde eles mais estão conectados, não poderia ter sido de uma forma melhor. Com energia, muita credibilidade e fé, conseguimos enfrentar esse novo normal juntos, resultando em uma edição de sucesso. Esse ano terá dendê de sobra!”, celebra.

Já entre os convidados do Afro Fashion Day, destacam-se Josy Brasil — rainha do Muzenza e esposa do modelo Leandro Santos; Leide Oliveira, Simone Costa e Adilson Santt.

AFRO FASHION DAY 2020

Reconhecido como o maior evento de moda negra do Brasil, o AFD é responsável por levar modelos das comunidades às passarelas. Engajando mais de 37 marcas locais no ano de 2020 e alçando marcas históricas, como o lançamento do Fashion Film, o Afro Fashion Day traz representatividade e empoderamento negro para as passarelas do país.

Para mais informações sobre o projeto, acesse www.correio24horas.com.br/afrofashionday.

O Afro Fashion Day é um projeto do jornal Correio com o patrocínio do Hapvida e a parceria do Sebrae.

Suzette Imbiriba Foto Marcelle Neves

O Ateliê 2, comandado pela empresária e designer Suzette Imbiriba, foi uma das marcas baianas selecionadas para a quinta edição do Afro Fashion Day, evento promovido pelo Jornal Correio em ato de reconhecimento cultural e celebração ao mês da Consciência Negra. Este ano, o desfile presta uma homenagem os blocos afros de Salvador, exaltando a beleza das estamparias, que vão servir como inspiração estética para a criação de modelos exclusivos.

O Ateliê 2 desenvolveu suas peças nas cores que representam os blocos Gandhy, Olodum, Malê de Balê, Muzenza, Ylê Ayê, Cortejo Afro, além de ressaltarem toda a diversidade baiana e darem as boas vindas ao verão. “Estamos muito felizes pela oportunidade de participar mais uma vez do AFD, evento de tanta representatividade para o cenário cultural da nossa cidade. Estamos produzindo peças bem conceituais e extravagantes para que se destaquem na passarela e possam expressar o nosso estilo único, que tem a cara da Bahia”, conta Suzette Imbiriba, designer da marca.

As peças que vão compor o desfile, que acontece no dia 30 de novembro, foram produzidas artesanalmente em couro, matéria-prima que é o DNA da marca, seguindo o conceito “Fashion Leather“, que desenvolve acessórios masculinos, femininos e peças utilitárias acompanhando as tendências de moda.

PEÇAS EXCLUSIVAS PARA O AFRO FASHION DAY

SAIBA MAIS SOBRE O ATELIÊ 2: Marca baiana especializada em acessórios e artigos de couro que segue as tendências do mercado da moda, criando coleções compactas e lançando novos modelos constantemente. A revenda dos seus produtos é uma alternativa para lojistas e revendedores autônomos, que desejam conquistar a sua independência financeira ou obtenção de uma renda extra. Para vendas no varejo, atua com e-commerce, que atende a todo Brasil e através do seu showroom, localizado no Rio Vermelho.

Uma verdadeira celebração. Um festival de cores e energias que foram apreciadas nas tonalidades dos cabelos, nos estilos diversos e na tranquilidade de espírito e total compreensão que ainda existe muito por ser feito. A luta continua! A segunda edição do Afro Fashion Day, realizado no último domingo(20), Dia da Consciência Negra,  deixou claro sua funcionalidade para a Comunidade Negra. Muitos estilistas e marcas colocaram na passarela todo cuidado e riqueza de detalhes como representação de um povo tendo como tema “O Grito das Ruas”. A Praça da Cruz Caída, no Centro Histórico de Salvador foi tomada de vida… Confira nos clicks da equipe de fotógrafos da Diferente Imagens, liderada pelo querido Alex Dantas os bastidores, detalhes, momentos únicos e toda a luz desse evento que entrou no calendário dos festejos baianos. Axé!

Luma Nascimento de Dresscoração no desfile da 1ª edição do Afro Fashion Day

Empoderamento, identidade negra, moda, música e atividades de formação ainda mais fortes. É essa a proposta da segunda edição do Afro Fashion Day (AFD), projeto em comemoração ao 20 de novembro, Dia da Consciência Negra. Este ano, o evento gratuito foi ampliado para o fim de semana: começará no sábado, 19, das 9h às 15h, com o Senac Casa Afro Fashion, no Senac Rua Chile, e continua no domingo, com a Food Stock especial AFD, das 11h às 20h, na Praça da Sé.

O ponto alto será ao pôr do sol com um desfile coletivo na Cruz Caída, com 60 modelos e 10 convidados negros como protagonistas, desfilando a moda criada por 45 marcas baianas. A cantora Larissa Luz será a mestre de cerimônia.

Larissa Luz
Larissa Luz

Outro destaque da programação é a exposição Visu no Pelô, com oito imagens de pessoas estilosas que circulam pelas ruas do Centro Histórico. A mostra a céu aberto tem curadoria de Paula Magalhães, editora do Bazar, e de Léo Amaral, produtor de moda do suplemento de domingo do CORREIO, com fotografias de Angeluci Figueiredo. A mostra ficará na entrada da Cruz Caída, dando boas-vindas ao público.

O Afro Fashion Day é uma realização do CORREIO com patrocínio do Shopping da Bahia, HapVida e Faculdade da Cidade, apoio do Senac e Eudora e apoio institucional da prefeitura de Salvador.

0d83a948c4

 

Com o tema O Grito das Ruas, 45 estilistas e designers baianos – 19 a mais que em 2015 – vão apresentar na passarela peças inspiradas na cultura afro-baiana. Também cresceu o número de modelos e convidados- 70 pessoas- que irão desfilar os looks, entre eles, os cantores Ana Mametto, Lincoln Sena (da banda Duas Medidas) e Vitor Pretto, além do produtor de eventos Uran Rodrigues(yo). A estilista Najara Black, a dançarina e princesa do Carnaval 2014 Tamires Nogueira, a modelo plus Renata Trindade e a cantora lírica Rita Braz também participam do desfile.

É uma vitrine para o mercado local. Muitos dos criadores vão produzir peças exclusivas com a pegada streetwear. Isso tem muito a ver com o momento que Salvador vive, em que o público jovem tem ocupado mais as praças. As pessoas que estão mais na rua e têm muito estilo”, avalia Fagner Bispo, produtor e designer de moda responsável pelos looks do desfile desde a primeira edição.

 

PROGRAMAÇÃO

Oficina de Estilização de Cabelos Afro, com Bárbara Aguiar, cabeleireira e proprietária do Yalodê Cabelos Naturais, salão especializado na estética negra. Das 9h às 11h. Capacidade: 20 pessoas (com alguma experiência)

Oficina de Automaquiagem para Pele Negra, com Regiane Ferreira, professora do Senac. Das 9h às 11h. Capacidade: 20 pessoas

Oficina de Unhas Decoradas com Motivos Étnicos, com Jacimara Oliveira, professora do Senac. Serão duas turmas das 9h às 12h e das 13h às 15h. Capacidade: 15 pessoas, cada

Bate-papo Empoderamento da Mulher Negra, com a estilista Carol Barreto, a designer Luma Nascimento, a secretária de Políticas para as Mulheres Olívia Santana e mediação de Phaedra Brasil. Das 9h às 12h. Capacidade: 25 pessoas

Dicas de Moda Trend Afro, com Madalena Negrif e Phaedra Brasil. De 14h às 15h. Capacidade: 25 pessoas.

Candida Specht
Candida Specht

 

Marcas

Esse ano participam do desfile do Afro Fashion Day 45 marcas baianas, entre moda unissex, praia, turbantes, acessórios e bijuterias, além da Mersan e Melissa, que forneceram os calçados.

Dois looks serão assinados por estudantes de Moda do Senac e Unifacs que participaram do Desafio Criativo, concurso promovido pelo CORREIO, em parceria com o Shopping da Bahia, no qual os alunos criaram peças streetwear usando o tecido de fantasias do bloco afro Muzenza. Um deles será do quarteto do Senac formado por Gabriel Machado de Assis, Juliana Badá, Paloma Santos e Rose Matos, vencedores da competição.

look

As marcas baianas presentes no desfile coletivo do AFD são: Adriana Meira Atelier (roupa – estreia), Afreeka (roupa), Aládio Marques (roupa), Ateliê Casalinda (roupa – estreia), Black Atitude (roupa – estreia), By Aninha Acessórios (bijuterias), Boutique Negralá (turbantes – estreia), Cabelo Em Pé (brincos e turbantes – estreia), Candida Specht (bolsas e calçados), Carol Barreto (roupas), Cllaudia Soares Atelier (moda conceitual – estreia), Closet Clothing (moda praia – estreia), a collab Miranda Estúdio + The Finds + Soul Dila (roupas e acessórios – estreia), “Com Amor, Dora” (turbantes), Crioula (roupas), Cynd Biquínis (moda praia – estreia), Dresscoração (roupa), Erika Rigaud Turbantes (turbantes – estreia), Euzaria (roupa – estreia), Ewa (brincos de crochê – estreia), Goya Lopes (roupa), inCID (roupa – estreia), Ismael Soudam (moda conceitual), Jeferson Ribeiro (roupa), Ju Fonseca (bijuterias em linha de seda), Katuka Africanidades (roupas), Kelba Deluxe (colares), La Abuela (brincos em bordado), Meninos Rei (roupa), Moda Criola (brincos – estreia), Mônica Anjos (roupa), Moringa Label (moda praia – estreia), N Black (roupa), Negrif (roupa), Ope.Tropical (moda praia – estreia), Outerelas (bijuterias), Porto de Biquíni (moda praia), Preta Brasil (colares em contas de madeira – estreia), Sonbrille (óculos – estreia), Sou Diva (brincos – estreia), T Camisetaria (roupa – estreia), Tempt (roupa – estreia), Turbanque (turbante – estreia) e Vivire (moda praia).

 

Serviço:

Sábado, 19 de novembro

O que: Senac Casa Afro Fashion (oficinas e bate-papos)

Horário: 9h às 15h

Onde: Senac Rua Chile

 

Domingo, 20 de novembro

O que: Food Stock especial AFD

Horário: 11h às 20h

Onde: Praça da Sé

 

O que: Desfile Coletivo

Horário: a partir das 17h

Onde: Praça da Cruz Caída

 

ENTRADA GRATUITA.

Espaço Conceito Bazar no Shopping da Bahia

A programação do Conceito Bazar, espaço montado no Shopping da Bahia como parte integrante das ações do Afro Fashion Day (AFD), segue no início de novembro com o Desafio Criativo entre as Universidades. O concurso reunirá estudantes de moda de Salvador no evento que  acontece até o dia 11 de novembro, tendo a equipe vencedora seu trabalho divulgado em um editorial publicado na coluna Bazar do jornal Correio.

O Desafio Criativo será um concurso em que estudantes de moda devem criar looks atuais inéditos usando tecidos cedidos por blocos afro de Salvador. A competição, que contará com a participação de alunos da Unifacs e do Senac, inicia com a entrega do briefing e, a partir do tema e informações cedidas pelo júri da competição, as equipes irão desenvolver as peças, que serão avaliadas por um júri técnico composto por Paula Magalhães, Léo Amaral e Fagner Bispo.

Fagner Bispo
Fagner Bispo

Além da peça ganhadora ser divulgada no Jornal Correio, o trio vencedor terá ainda acesso ao backstage e lounge vip do Afro Fashion Day, assim como acompanhará toda a rotina da equipe de produção de moda do desfile durante os preparativos.

Léo Amaral e Paula Magalhães
Léo Amaral e Paula Magalhães

 

SERVIÇO:

O QUE: Desafio Criativo entre Universidades – Afro Fashion Day

QUANDO: Até 11 de novembro com final às 14h

ONDE: espaço Conceito Bazar no Shopping da Bahia (Praça Newton Rique, 2º piso).

ENTRADA GRATUITA.

Sucesso a primeira edição do Afro Fashion Day na Cruz Caída, Centro Histórico de Salvador na noite de ontem, 20 de novembro. O dia marcado pelas comemorações e luta da comunidade Negra por igualdade de ideais e direitos, foi lembrando com muito estilo, gastronomia, oficinas e música de qualidade assinada pelo dj Mauro Telefunksoul. O evento organizado pelo jornal Correio da Bahia contou com modelos na passarela e muitas personalidades da música como Denny da Timbalada, o gogó de ouro Ninha, Magary Lord, Lincoln Sena da banda Duas Medidas, Tony Salles do Parangolé, apresentação do ator Érico Brás, inclusive eu(Uran Rodrigues). kkk Confira nos clicks de Leandro Silva,

Arte de Tauan Carmo para Luma Nascimento

Nessa sexta(20) Dia da Consciência Negra, a capital baiana celebrará a cultura africana em um evento gratuito que reunirá moda, beleza, arte, música e dança através de oficinas e uma feira de manufaturas e gastronomia na Praça da Cruz Caída, no Pelourinho.

Convidados, como os cantor Magary Lord, Denny da banda Timbalada e Ninha, assim como Eu( Uran Rodrigues) são alguns dos convidados para o desfile que acontecerá no pôr do sol , apresentando as criações de designers locais de roupas e acessórios. São 26 marcas vestidas por 40 pessoas, entre modelos e personalidades.

Foto de Alex Dantas da Diferente Imagens para o Bazar/Correio da Bahia
Foto de Alex Dantas da Diferente Imagens para o Bazar/Correio da Bahia

Peças da Afreeka, Aládio Marques, By Aninha Acessórios, Candida Specht, Carol Barreto, Com Amor, Dora, Crioula, Dresscoração, Gefferson Vila Nova, Goya Lopes, Ismael Soudam, Jeferson Ribeiro, Juliana Fonseca, Katuka Africanidades, Kelba  Deluxe, La Abuela, Luciana Galeão, Meninos Rei, Mônica Anjos, N Black, Negrif, Ori Turbantes, Outerelas, Porto de Biquíni, Vinicius Cerqueira e Vivire diante de um público estimado de 2 mil pessoas.

Dj Mauro Telefunksoul
Dj Mauro Telefunksoul

Três profissionais do Balé Folclórico da Bahia estarão no desfile, que está marcado para 18:30, unindo moda e dança, tendo no comando das trilha sonora o DJ Mauro Telefunksoul. O Afro Fashion Day vai começar bem antes, às 15h, com duas oficinas de maquiagem  conduzidas por profissionais  do Senac-BA e uma oficina de turbantes com Cecília Cadile. As vagas  serão preenchidas pelo público interessado, na hora do evento.

Outro destaque será a feira de manufaturas e gastronomia. Quase todas as marcas que estarão no desfile vão vender peças em um espaço colaborativo. Muitas delas criadas especialmente para o Afro Fashion Day. No espaço destinado aos quitutes, o público vai encontrar iguarias do restaurante Dona Mariquita e do Original Abará.

O Afro Fashion Day é uma realização do jornal CORREIO com apoio institucional da Prefeitura Municipal de Salvador, do Governo do Estado, através da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), e do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial da Bahia (Senac-BA).

Afro Fashion Day
15h Oficinas gratuitas de maquiagem e turbante, cada uma com 40 vagas. Inscrições no local
15h às 21h  Feira de manufaturas e gastronomia
18h30  Desfile coletivo


SA Agência Digital