Monitoramento na internet foi tema de encontro nacional em Salvador

Monitoramento na internet foi tema de encontro nacional em Salvador

Uma das preocupações das empresas no mundo conectado é saber em tempo real o que falam dela, dos seus concorrentes e a conjuntura do setor ao qual ela está inserida. Por conta disso, tem aumentado o surgimento de empresas de monitoramento de informações na internet no país. Foi para discutir as questões que regulam este setor que representantes de empresas de monitoramento de todo o Brasil estiveram reunidos em Salvador, nos dias 20 e 21, durante a 15ª Assembleia Geral Ordinária da Associação Brasileira das Empresas de Monitoramento de Informação (Abemo).

 Segundo dados da própria Abemo, atualmente as 37 empresas brasileiras associadas, respondem por mais de dois mil empregos diretos, e um faturamento anual da ordem de R$ 89 milhões de reais. Este contingente de profissionais reúne informações estratégicas para mais de cinco mil empresas que necessitam de relatórios diários sobre diversos assuntos.

 

Presidente da Abemo, Alzira Luchetti (ao centro) e empresários do setor. Fotos: Divulgação/Abemo
Presidente da Abemo, Alzira Luchetti (ao centro) e empresários do setor. Fotos: Divulgação/Abemo

Durante o encontro realizado com o apoio da MidiaClip, proprietários de 25 empresas de clipping, sediadas em diferentes estados brasileiros, discutiram questões como a necessidade da criação de um sistema de valoração comercial para o monitoramento de informações divulgadas pela internet, dentre outros. O grupo volta a se reunir em janeiro em São Paulo para apresentar um modelo que sirva de referência para todas as empresas associadas que trabalham com monitoramento de internet.