#In Memoriam: O cantor Bruno Nunes recebe homenagem no Yacht Clube...

#In Memoriam: O cantor Bruno Nunes recebe homenagem no Yacht Clube da Bahia

Bruno Nunes em um dos seus muitos momentos no Yacht Clube da Bahia

Amigos de Bruno Nunes se reunirão, na noite dessa terça(04), no Yacht Clube da Bahia, para uma homenagem póstuma ao cantor, que faleceu no dia 03 de agosto de 2014. A meditação e prece,  será realizada das 18h30 às 19h e, às 19h30, terá inicio o coquetel de lançamento do último CD de Bruno, “Queime o Mato Certo” – nome esse, dado em repulsa à queimada da Mata Atlântica, prática que o artista tanto condenava e comentava em seus shows. Na ocasião, os convidados terão a oportunidade de ouvir algumas canções interpretadas por Aida Nunes (sobrinha de Bruno Nunes) e Keko Pires (ex-parceiro de palco). O disco, que  estará a venda no local, custa vinte reais.

 

Sobre Bruno Nunes:

Bruno Nunes e a Preserve Amazonia World Band, rodaram  a Europa  levando Rock Brasileiro como  veículo da importante mensagem da preservação da Amazônia, que queima hoje à velocidade de um campo de futebol por minuto.  Às Vezes Deus Exagera, E anda a Fila  e  Ó Paí Ó são três dos grandes sucessos do cantor que deixou saudades.

Sobre a obra de Bruno :

O artista, um dos nomes atuantes do rock baiano, compôs trilhas sonoras para documentários sobre a devastação da Amazônia como “Halting The Fires” ( BBC-Londres) e “A Dívida da Vida” (Channel 4-Inglaterra), e também para filmes como “Uma Avenida Chamada Brasil”, de Octávio Bezerra, ”Halting The Fires” (BBC Channel For-inglaterra),”The Life Liability” e ”A dívida da Vida” (BBC-Londres).

Para a televisão, ele compôs a abertura da minissérie “Sex Appeal” (Rede Globo); abertura do programa “Pesca e Companhia” (SBT/Record); tema para a novela “Champanhe” (Rede Globo); especial “Plunct Plact Zum” (Rede Globo); e também “O Trapalhão na Arca de Noé”.

No início dos anos 90 ele criou a Escuna Elétrica (versão marítima do trio elétrico), que foi levada para o Festival de Montreux, na Suíça. Bruno também foi responsável por criar o Trio do Rock, que completou 10 anos no Carnaval deste ano. O cantor já fez parte da “World Pop Experience”, movimento internacional que já rodou quatro continentes.

Bruno valorizava o rock dos anos 80 e participou de diversos projetos do gênero em Salvador, alguns deles ao lado de Armandinho Macedo, George Israel, do Kid Abelha, Keko Pires, Oyama Bittencourt, Lalinho, entre muitos outros. Fora do país, marcou presença em muitas edições do Festival de Montreux, na Suíça, e outros festivais da Europa.

 

MILTON NASCIMENTO & BRUNO NUNES – MONTREUX -VERSÃO ÚNICA

 

Bruno Nunes em Montreux 2001