Cidade Negra e Scambo agitam segundo dia de festival em Morro

Cidade Negra e Scambo agitam segundo dia de festival em Morro

Numa vibe crescente de público e animação a noite de ontem do Festival de Primavera de Morro de São Paulo atraiu um público ainda maior à segunda praia, local onde está instalado o palco principal. Tudo isso porque o local recebeu duas grandes bandas na sua segunda noite. A turma da Cidade Negra, liderada novamente por Toni Garrido, que retomou seu lugar de origem na banda após alguns anos de carreira solo, fez sua estreia no festival. Acompanhando pelo baixista Bino Farias e o baterista Marcos Lazão, eles relembram sucessos do álbum “Sobre Todas as Forças”, que completou 20 anos de lançado. O repertório foi recheado de hits como “Onde Você Mora?”, “Downtown”, “Querem Meu Sangue” e “Pensamento”. O público cantou junto formando um imenso coral.

Na mesma noite, a banda baiana Scambo comandada por Pedro Pondé levou sua mistura de rock, reggae, pop e ritmos brasileiros para o palco principal. Um clássico do grupo é a música Carcará, de Chico Buarque, que o grupo regravou e que tem de cantar em todos os shows. Assim como o Cidade Negra, a Scambo também foi uma banda que teve muitas idas e vindas do vocalista. Ambas retomaram seus projetos com força total esse ano. A cantora Dayane Felix abriu os show da noite.

O cantor Saulo Fernandes, a banda Marizaya e o cantor Márcio D´Eça animam a noite de hoje,  sábado (15). Saulo apresentará um repertório com músicas inéditas e regravações. Ele promete não deixar de fora músicas como Preta, Rua 15, Raiz de Todo Bem e Planta na Cabeça, sua mais nova música de trabalho. O show de Saulo, que encerra o evento, é o mais esperado pelo público. A certeza de que o festival atingirá seu público recorde já é quase uma consenso entre comerciantes da ilha.

Confira aqui e confira os cliques de Uran Rodrigues.