ATeliê voadOR Teatro adia realização do Mínimos Óbvios

ATeliê voadOR Teatro adia realização do Mínimos Óbvios

Após a propagação do vírus COVID-19, a Fundação Gregório de Mattos – órgão vinculado à Prefeitura Municipal de Salvador – publicou informe que, a partir da próxima quarta-feira (18), as atividades artísticas desenvolvidas por essa instituição e a programação dos espaços culturais do município, entre eles, Espaço Cultural da Barroquinha e a Sala Multiuso, locais em que o encontro festivo Mínimos Óbvios – ano 2 ocorreria, estarão suspensos pelos próximos quinze dias.

A determinação está em conformidade ao Decreto Municipal nº 32.256, de 16 de março de 2020, que rege sobre as novas medidas de prevenção e controle para enfrentamento do COVID-19 no âmbito do município de Salvador. Com isso, a Ateliê voadOR Teatro realizadora do Mínimos Óbvios em consonância com o decreto decide por adiar este projeto artístico-acadêmico de ocupação. Vale lembrar que, o encontro festivo conta com apoio financeiro da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), vinculada ao Ministério da Educação do Brasil.

O diretor artístico da Ateliê voadOR, Djalma Thürler, declara que adiamento visa proteger a comunidade e diminuir a velocidade da propagação do COVID-19. “Sentimos muito e sabemos que os prejuízos para área cultural são grandes, contudo compreendemos que, para que vidas sejam salvas, precisamos conter a contaminação e o distanciamento social é a única medida eficaz para tal. Assim que tudo estiver sob controle informaremos novas datas e faremos uma grande festa, uma grande carnavalização”, destaca.

Foto Caio Lirio