Alexandra Amorim é eleita Rainha do bloco afro Ilê Aiyê

Alexandra Amorim é eleita Rainha do bloco afro Ilê Aiyê

Alexandra Amorim, nova Rainha do Ilê, no momento da coroação Foto: André Frutuôso/Divulgação

O Ilê AyIê já tem um nova soberana que vai reinar no carnaval e durante todo o ano de 2015. A professora de Educação Física, Alexandra Amorim, 33 anos, foi eleita Rainha do Ilê Aiyê na noite do último sábado (24), na Senzala do Barro Preto, no Curuzu, Liberdade. Alexandra batalhava pelo cargo pela quarta vez e finalmente consagrou-se campeã. “Em 2010, eu tentei pela primeira vez, meu pai estava aqui na quadra, mas não consegui. Agora, já na quarta vez, ele não está presente fisicamente, mas acredito que, onde for, também deve estar em festa”, declarou a moradora do bairro de Itapuã.

 

A nova Deus do Ébano
A nova Deus do Ébano Alexandra Amorim. Foto: Fafá M. Araújo/Divulgação

 

A noite da 36ª edição da Beleza Negra, começou com um desfile virtual em que as 15 candidatas ao título de Deusa do Ébano apareciam como top models, aliando a tradição ao contemporâneo. Se o desfile das candidatas, com belíssimo figurino de amarrações afro assinado pela estilista do Ilê Aiyê, Dete Lima, foi responsável por um dos momentos mais bonitos do espetáculo, as homenagens também engrandeceram a festa. A noite da Beleza Negra contou com a direção artística impecável de Elísio Lopes Jr., que também é responsável pelo Sarau du Brown e pelo Concerto de Pérolas Mistas, ambos no Museu Du Ritmo.

 

Juliana Ribeiro comandou homenagem a matriarca do samba, Dona Ivone Lara.
Juliana Ribeiro comandou homenagem a matriarca do samba, Dona Ivone Lara. Foto: André Frutuôso/Divulgação

Alexandra dedicou sua conquista à família. O segundo lugar foi para Larissa Oliveira, 21, de Cajazeiras, e o terceiro para a Milena Sampaio, 30, moradora do Cabula. Elas receberam o título de princesas e também vão desfilar no bloco, durante o Carnaval. É a pela primeira vez que o boco afro leva princesas e rainha à avenida.

A cantora baiana Denise Correio rendeu homenagem à personagem chica da Silva, vivida pela atriz Zezé Motta.
A cantora baiana Denise Correio rendeu homenagem à personagem chica da Silva, vivida pela atriz Zezé Motta. Foto: André Frutuôso/Divulgação

No tradicional desfile a emoção tomou conta do público com as homenagens a atriz Zezé Motta, a sambista Dona Ivone Lara e Mãe Hilda de Jitolú, que foi dirigente espiritual da agremiação, todas mulheres negras que fizeram história. A noite da beleza negra teve ainda shows memoráveis de cantores com Lazzo Matumbi e o cantor jamaicano Dr. Norris Weir, Denise Correia, Juliana Ribeiro e Aloísio Meneses.

Lazzo Matumbi foi uma das atrações mais esperadas na 36 edição da Noite da Beleza Negra
Lazzo Matumbi foi uma das atrações mais esperadas na 36 edição da Noite da Beleza Negra Foto: Fafá M. Araújo/Divulgação