“O cliente tem que se sentir em casa, não tem que ter...

“O cliente tem que se sentir em casa, não tem que ter medo de deitar no sofá” Rocha e Rodrigues Arquitetura

Rodrigo Rodrigues e Marcelo Rocha por Uran Rodrigues

Com apenas três anos de mercado, a Rocha e Rodrigues Arquitetura, empresa dos profissionais Marcelo Rocha(27) e Rodrigo Rodrigues(27) tem motivos mil para brindar todas as conquistas no segmento, com clientes e projetos mega importantes. Com propostas arrojadas, atmosferas urbanas e modernas, além do estilo clean, a Rocha e Rodrigues se destaca no mercado pela sua eficiência na entrega dos prazos, desenvolvendo projetos que encantam o cliente desde o primeiro contato. Da execução de ideias de grande porte como a nova sede da Agogô Promoções, com quase 400m2 – uma das maiores agências de marketing promocional da Bahia – casas em pequenos e grandes condomínios como as dos balneários exclusivos de Praia do Forte, Guarajuba e Alphaville, todos no Litoral Norte, até coberturas luxuosas, como a Manhattan Square, da Paralela, são todos atendidos com todo cuidado, atenção e qualidade.

O SiteUR bateu um papo com os jovens arquitetos da Rocha e Rodrigues para conhecer um pouco sobre as impressões, aspirações, novos projetos, acessibilidade e muito mais .

SiteUR: Como Salvador inspira vocês?

Rocha e Rodrigues: Salvador inspira a gente em todos os momentos, ver o mar é uma forma de relaxamento, mas também de criação. Faz com que queiramos passar essa tranquilidade aos nossos clientes, já que o trabalho absorve boa parte dela. É de fato fazer o cliente se sentir bem na sua própria casa. As cores da Bahia, a cultura enraizada no povo, o Pelourinho, tudo isso inspira de alguma forma, principalmente nos menores detalhes e claro na hora da produção.

SiteUR: É difícil unir conforto, estilo e modernidade?

Rocha e Rodrigues:Não. Conforto é algo muito relativo. Para alguns clientes conforto é ter um sofá retrátil com acionamento automático, mas para outros, uma rede na varanda ou escondida na sala já traduz o melhor significado de bem-estar. Cada projeto tem suas exigências e peculiaridades. Proporcionar conforto quando se tem uma identidade e um estilo característico é ser moderno e arrojado. Esse diferencial é o plano piloto de qualquer arquiteto que queira satisfazer seu cliente.

unnamed (2)

SIteUR: O que não pode faltar na casa de um cliente da Rocha e Rodrigues? Existe uma peça coringa?

Rocha e Rodrigues: Uma casa com cara de casa, isso não da pra abrir mão. O cliente tem que se sentir em casa, não tem que ter medo de deitar no sofá ou sujar a cozinha porque tem que estar tudo impecável. Aquele espaço é dele. Quando fazemos um projeto tentamos “sugar” o máximo de informações e desejos de cada cliente, colocando a nossa alma e o que entendemos que caracteriza aquele projeto. Outro ponto que não pode ser esquecido é que cada ambiente tem suas necessidades, nem sempre o projeto de um apartamento, casa, loja ou ambiente comercial tem o mesmo conceito, mas sim uma linguagem que une diversos conceitos. Os ambientes mais diversos têm que conversar entre si e criar uma dinâmica. Essa é nossa principal característica, entender o cliente e realizar seus desejos. As peças coringas e outros segredos só conto com um café e um bate papo com cada cliente, mas um bom sofá marca qualquer projeto. rsrs

SiteUR: O que define um projeto como bom?

Rocha e Rodrigues: Essa é uma pergunta que nos fazemos todos os dias. Será que esse projeto esta bom? Será que demos o nosso melhor? Será que o cliente vai ficar satisfeito? Um bom projeto é aquele em que o cliente entra e não te diz nada, fica observando cada detalhe. Dá pra ver nos olhos dele a satisfação e o encanto em ter confiado a sua casa a um profissional que conseguiu entender e transformar o vazio em algo com personalidade.

FullSizeRender (1)

SiteUR: P/B ou Colorido?

Rocha e Rodrigues: Da pra escolher os dois?? Eu(Rodrigo) sou muito PB, Marcelo é mais colorido. Isso de fato mescla o nosso trabalho e dos resultados bem bacanas. Somos mais cleans, os objetos de cor são sempre pontuais. Podem variar entre um simples banco, mesa de centro ou fotografia marcantes. Na grande maioria usamos tons neutros e abusamos na produção dos objetos, almofadas, quadros e itens personalizados de cada cliente.

SiteUR: Ouvir o cliente é importante. Mas ele sempre tem razão? Lembra de alguma história hilária de um pedido cafona ou algo do tipo?

Rocha e Rodrigues: Sim, ouvir o cliente condiz de 50%, os outros 50% é o que absorvemos desse bate-papo e colocamos no papel. Assistimos uma vez uma entrevista de Susana Vieira dizendo que o personagem se constrói e ganha força depois de alguns capítulos. É preciso absorver aquelas ideias e transformá-las em algo real. Já ouvimos a mais engraçadas solicitações. Não diria que o cliente não tem razão, as vezes ele só não consegue entender que aquela ideia não funciona naquele momento ou não é viável. Tipo, colocar um elefante dentro de um lavabo. Mas tudo tem um jeito…. basta ter boa vontade e paciência.

unnamed (3)

SiteUR: Qual o projeto dos sonhos?

Rocha e Rodrigues: Um restaurante mediterrâneo. Fizemos um projeto na época da faculdade e temos muita vontade de executá-lo em um futuro próximo. Mesmo Salvador não tendo uma cultura para esse tipo de comida, vale apena abusar do “diferente” e se entregar aos desejos de sabores exóticos. Isso traduz também a nossa essência. Ambientes cleans não necessariamente precisam ser simples. Podem ser arrojados e criar uma atmosfera surpreendente que alimenta qualquer sonho.

SiteUR: Existe alguma obra que sonhou em ter participado do processo de construção?

Rocha e Rodrigues: Da para escolher umas 10?? Hahaha A revitalização do Porto do Rio de Janeiro sem dúvidas é uma obra que gostaríamos muito de ter participado, tem o plano diretor de Brasília, o Museu de Guggenheim em Bilbao na Espanha… tudo que transpira arquitetura faz o coração bater mais forte.

SiteUR: O que falta para Salvador padrão excelência no quesito mobilidade, acessibilidade …?

Rocha e Rodrigues:  Falta boa vontade e investimento dos políticos, mas principalmente amor dos baianos. O baiano já nasce não amando a sua cidade, não respeita os lugares públicos e tem vergonha de não ter a praia de Ipanema. Enquanto pensarmos assim, Salvador não irá mudar. Amo minha cidade, muita gente paga fortunas para vir no carnaval, mas não conhece o Mercado Modelo, nunca almoçou no Donana ou mesmo tomou sorvete na Ribeira ou na Cubana. Queria poder pegar o mapa de Salvador e colorir com os melhores sonhos de um arquiteto. Transformar nosso porto no Porto Madeiro, o bairro do Comércio em um emaranhado de ruas de Manhattan, as avenidas com ciclovias e um povo que amasse mais ser baiano. Esperamos que o projeto de revitalização da Carlos Gomes saia o quanto antes, trazendo espaços bacanas e ainda mais qualidade cultural para nossa cidade.

IMG_6537

O escritório da Rocha e Rodrigues fica na Avenida Tancredo Neves, em Salvador, e faz agendamento de reuniões pelo telefone (71) 3011-5100 ou no perfil da empresa no Instagram @rochaerodrigues